icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

Visitar São Miguel Açores

Já estou de volta à realidade e deixei para trás um autentico paraíso.

Conhecer os Açores foi um sonho tornado realidade e um privilégio.

Desde que cheguei à ilha que a minha cara teve apenas 2 expressões: queixo caído e sorriso de orelha a orelha.

2 horas de avião vocês chegam a um destino que vos irá deslumbrar em tantos sentidos. Para os amantes da natureza, das praias, das termas, do calor, do frio, da boa gastronomia, da simpatia, dos trilhos, da aventura, dos românticos, da história, dos miradouros, dos ananases, das Boas Vistas, das Montanhas e das Vacas Felizes.

  • O primeiro de tudo é alugar um carro – Autatlantis Rent-a-Car. Apesar da ilha só ter 62km demora-se muito a chegar de um lado a outro. As estradas estão em excelente condições seja no pico mais alto ou junto ao mar. Para Portugueses a condução é muito tranquila e segura, por isso nada a temer. São muito poupados em placas. Normalmente há no inicio da estrada e o no final, o que nos resta no cruzamentos, rotundas contar com o nosso 6ª sentido, intuição, bom sentido de orientação ou alguém que passe por ali. Várias vezes tive que voltar tudo para trás porque afinal devia ter virado à esquerda….ou à direita lol. É divertido, mesmo assim.
  • Escolham um hotel numa zona mais animada ou fácil acesso. Durante a noite sair com um carro em certas zonas é uma aventura, porque há estradas com pouca luz, em que não há nada, apenas vocês, o carro e a noite….ou a chuva, o nevoeiro, etc. A zona da Marina é muito gira e divertida e tem imensos restaurantes e bares e a zona das Furnas mais pitoresca mas tem tudo, desde mercearias, restaurantes, bares, etc – BensaudeHotel Marina Atlântico ou Hotel Terra Nostra Parque
  • Andar sempre com vários bikinis e fatos de banho no carro. O mais divertido de tudo é parar e tomar banho seja nas lagoas, nas cascatas, nas piscinas naturais, poças ou nas praias. Não perder essa oportunidade de sentir a água a muito quente da Poça Da Dona Beija e do parque da Terra Nossa (nesse caso levar um bikini velho por causa da ferrugem da água e atenção que há quem diga que lhe mudou a cor do cabelo, mas vale tudo a pena) – D. Beija 4€, parque da Terra Nostra 6€. E quando um local vos disser a água está fria, não liguem vão na mesma.
  • Eu andei durante o dia com merendas e só jantava fora de noite. Até porque há muitas zonas que não têm muita coisa. É uma forma também de pouparem e terem uma alimentação mais saudável. Podem almoçar em algum dos milhares de miradouros, alias é costume local toda a família ir almoçar, lanchar ou jantar. Todos eles têm excelentes casas de banho, condições e grelhadores. É muito giro vê-los divertidos em família, a assarem chouriços, a por a mesa, as crianças a brincarem, a aproveitarem as noites quentes e a comerem juntos em grande animação.
  • Façam um plano. Peçam um mapa da ilha e escolham os destinos que querem ver. Atenção que o tempo que está num ponto não é igual no outro. Há muitos sites que podem consultar e ver as condições atmosféricas e saber se o céu está limpo para verem as vistas das vossas vidas, tirar as melhores fotos dignas dos separadores do Windows. Dividam a ilha – Sul, Norte e Nordeste e definam os dias por ai, ou então vão apenas ao vossos pontos turísticos. Eu quis ver tudo e só ficaram por fazer 3 ou 4 coisas.
  • Quanto roupas, vão género Cebola, leve para quando o calor aperta e depois vão juntando casacos, lenços, etc. Sapatos que sejam bons para andar muito. Capa para a chuva porque nunca se sabe quando vai começar a chover.

O que visitei: Baía de Santa Iria; Lagoa de São Brás, Ribeira dos Caldeirões; Véu da Noiva, banho na cascata do Moinho; Ponta de Arnel; Ponta da Madruga; Faial da Terra (aldeia amorosa com muitas casas “fantasmas”; Povoação; Gorreana para comer um gelado e comprar chá verde; Lagoa do Congro imperdível; Lagoa do Canário é obrigatório (percam-se no miradorou e nos trilhos, Lagoas Empadadas; Vista do Reis com visita ao Hotel Abandonado e assombrado; canoagem na Lagoa das 7 cidades; Banho na cascata Salto do Cabrito; Cozido nas Furnas; visitar as caldeiras; Cidade de Ponta Delgada onde fiquei hospedada no Hotel Marina Atlântico; Praia da Caloura (atenção que não é vigiada); Praia da Ribeira Quente comer o cachorro do João; Ponta da Ferraria (atenção que as rochas vulcânicas magoam muito e ir apenas com maré vazia acho que a agua é muito quente), tirar fotos e selfies com todas as vaquinhas que vi.

O que ficou por fazer: Conhecer melhor o Parque da Terra Nostra e tomar banho na piscina quente, descer pelo trilho até à lagoa do Fogo, fazer o trilho do Faial da Terra – Salto do Prego que termina numa cascata, Poço Azul no Nordeste. Apanhar o barco em Vila Franca do Campo e ir até ao Ilhéu entre outras coisas, Piscinas Naturais nos Mosteiros mas estas eram aquelas que eu queria mesmo, mas que infelizmente não tive tempo

O típico é comer o bolo lêvedo e chorar por mais tostado ou simples. O leitoso queijo fresco com um bocadinho de pimenta da terra. Experimentar o maravilhoso cozido das furnas, em que a carne desfaz-se na boca, depois de ter sido cozinha durante 6 horas. Beber o sumo de maracujá com gás.  As tapas com manteiga e comer as várias queijadas das diferentes zonas.

Deixo-vos algumas das imagens que me deixaram completamente rendida à ilha de São Miguel e reforço que nenhuma delas, faz justiça às cores, aos verdes, aos azuis, à beleza natural da ilha, à simpatia do povo, ao quente do calor, ao fresco da neblina, ao

Beijinhos da Bezuga

Sofia

Viajar em Alto Estilo mas com excesso de Bagagem

Viajar comigo não é fácil!

Sou daquelas pessoas que literalmente leva tudo. E tento, juro que tento levar pouca coisa, mas aos bocadinhos e o é só mais isto e dou por mim e a mala vai cheia. Tenho aquele medo de precisar de alguma coisa e de não ter, ou alguém convidar-me para outra coisa qualquer e tenho que estar preparada para tudo.

Grande parte desse meu mal é ser escorpião. Os escorpiões andam literalmente de um lado para o outro cheias de tralhas. Viajar com a minha amiga Ana é hilariante porque basta ir dormir 1 noite para o carro ir cheio como se tratasse de 1 semana e de 4 pessoas. Para a Corunha foi ridículo o tamanho das nossas malas, mas acho que fizemos questão em usar quase tudo.

Às vezes tenho vergonha e dou a desculpa que sou mulher, mas depois há muitas mulheres que são muito práticas, como é o casa da minha mãe que por vontade dela, só viajava com a roupa do corpo. Bem eu também se pudesse comprar tudo no destino! Também tenho a desculpa de ser blogger e que vou fotografar muita roupa e sapatos e até nem estou longe da verdade. 4 das camisolas que levo são apenas para fotografar para mostrar novos looks e colecções de Outono. Se pagar excesso de bagagem, mando pôr na conta do blog lol.

Ahh depois há esse problema é que onde quer que vá, quero fazer compras e cabem onde? Trago no colo, em sacos, na carteira ou peço a amigos para me levarem nas malas delas. Um caos e muito cansativo, mas passaram-se 41 anos e não consigo mudar, acho que estou diferente até chegar a hora de fechar a mala, ou quando é pesada no aeroporto no check in em que fico com suores frios só de imaginar qu digam, esta mala vai ter que ficar.

Desejem-me boa sorte porque hoje fecho a mala e tem mesmo que fechar 😀

Beijinhos e Boas Férias e Viagens para quem vai. Para quem fica, bom trabalho

Sofia

 

3º Dia Corunha é Hora de Voltar

Dia de regresso….acordar, fazer malas e fazer com que tudo caiba.

Para quem não sabe sou daquelas que viaja com a casa atrás. Fazer uma mala pequena para mim é tortura, só gosto de ir de carro para ele ir bem carregado e cheio com tudo o que posso levar.

Sou escorpião por isso tenho que ir preparada para tudo, até caso a rainha de Inglaterra me convide para jantar num Monte Alentejano e o look do dia seja “Victorian Country Chic with a taste of Portugal”.

Sou mulher e por isso não pode faltar nada, mesmo que seja um afia no meio do oceano.

Sou Blogger e aproveito as viagens para fotografar todos os looks possíveis e tem que estar tudo a combinar.

Por exemplo no look que uso com os calções cinzentos não tenho cinto porque me esqueci de um cinto preto. Foi preciso fazer um trabalho de meditação para sair assim do Hotel, mas consegui.

Imaginem que tenho OCD (Obsessive Compulsive Disorder) mas da Moda. É Doentio confesso, mas faz parte da limpeza que ando a fazer chamada de “DESAPEGO”.

Bem domingo de manhã não tínhamos muito tempo para passear e optamos por ir comprar as coisas que nos faltava, porque as mulheres têm sempre na cabeça que lhes falta alguma coisa, mesmo tendo tudo (desapego Sofia, desapego)

Mostro-vos apenas o look do Dia e a mudança para a viajem. Continuo a ter que me sentir mais arranjadinha a andar de avião e confesso que sinto falta do glamour de antigamente.

  • Calções – Jumbo
  • Top e Cesta – Primark
  • Sandálias – Marias (loja do chinês lol)
  • Colar Leftie

Beijinhos

Sofia

Fotografias tiradas no IBIS SylesAccorHotels

 

 

2º dia na Corunha

As princesas precisavam de dormir e no Sábado acordaram tarde e deu-lhes uma preguiça gigante para se levantarem. As camas do Ibis Styles – AccorHotels não ajudaram, porque eram boas como tudo.

Depois ficamos na conversa no pequeno-almoço a comer como se não houvesse amanhã, até porque ele é servido até ao 12h00, óptimo para quem não tem muita pressa. A muito custo e com muita calma saímos do hotel às 13h para começar a nossa exploração.

Éramos as únicas no autocarro por isso fomos género visita guiada pelo condutor. Deixou-nos numa praia entre rochas, ali perdida na costa. Era estranha a zona, mas o mar era lindo, limpo e transparente. A Ana ficou a dormir e eu a explorar e trepar as rochas. A água estava boa, mas cá fora estava vento e nem sempre calor. Não quis saber, amanhã iria arrepender-me de não ter dado um mergulho, por isso dei e valei todo o frio que tive depois. Loucura de água, transparência, momento. Foi Mara e soube-me pela vida.

Arrancámos e fomos visitar a famosa Torre de Hércules. Mesmo ao lado havia outra praia maravilhosa, já com ar de praia. com areia, água transparente, muito tranquila, com algumas pessoas mas nada demasiado povoado. A única coisa que faltava era uma esplanadinha…começávamos a ficar com muita fome e principalmente sede

Ficamos por lá ainda e só mais tarde fizemos a longa e dura caminhada até ao Torre. É linda a vida!!! Infelizmente com todos os atrasados decidimos não subir na torre até porque já eram 18h e ainda nem tínhamos almoçado.

Estava nesse momento há 5 horas sem wi-fi e na realidade não me estava a custar nada. É uma dependência que quero mesmo largar.

Fomos a pé ver os Menhires e tentar encontrar algum sitio para comer. Teniamos mucha hambre tio!

E finalmente comida e finalmente wi-fi e finalmente água e finalmente um lugar para sentar depois de 7 km a pé e ainda, mal sabíamos nós tínhamos mais uns tantos pela frente, pois ainda nos faltava a Cidade Vieja e quem sabe algumas compras.

Não sou pessoa de horários e irrita-me muito aquela coisa de se ter que comer e dormir e fazer tudo a determinada hora. Sinto-me um pássaro livre que faz o que lhe apetece, felizmente a minha companheira era igual.

Em Espanha é fantástico porque há sempre algum sitio que nos serve até tarde e há sempre coisas tão boas para se comer.

O nosso dia acabou com enorme passeio num dos jardins da cidade à 1 da manhã, depois do jantar no “Alma Negra” porque estávamos cheias. Sem medos, sem receios numa cidade muito segura e tranquila e que nos recebeu tão bem.

Beijinhos vejam as fotos da viagem

Calções – Lefties

Sandálias – NHM – Heróis da Nazaré

Bikini – Geko Bikinis

Sofia

Corunã 1º Dia

Lá fui eu no Sábado para a Coruña passar o fim-de-semana.

O que podo parecer pouco tempo, na realidade dá perfeitamente. Claro que ficava lá mais uns dias, mas já foi melhor que nada.

1h20 de distancia de avião. Voo directo, o que se pode querer mais e ainda ganhamos uma sandwich durante o voo.

Cidade muito bonita, arranjadinha, limpa, tranquila, segura, banhada por um imenso mar, sol, algum vento, muita história, monumentos para visitar, uma gastronomia de chorar por mais e uma paz muito boa que paira no ar. Cheio de cães, bem tratados, educados, com donos civilizados, muito simpáticos e calmos

Ficámos muito surpreendidas confesso. Estava a espera de gostar, mas tanto é que não ao ponto de já ter algumas saudades e vontade de voltar.

Partilho convosco algumas das fotos do 1º dia, do look, do quarto de IBIS Styles – AcoorHotels que foi outra óptima surpresa. Muito gira a decoração, excelentes os quartos, os colchões são super confortáveis, pequeno almoço com muita variedade. Fica a 3 km do centro da cidade, mas faz-se muito bem a pé, ou a 7€ de taxi ou por 1,30€ vão de autocarro que parte mesmo ao lado hotel em frente da fábrica da famosa cerveja local Estrella Galicia.

No 1º dia andamos a ver as lojas, a marina, jardins, a cidade e já a pensar como seriam os nossos próximos 2 dias para aproveitar ao máximo

Hasta pronto

Sofia

OMG OMG OMG

Omg, que vergonha, não escrevo no blog há tanto tempo.

Sinto um certo vazio de informação por aqui e imagino o que sentem vocês.

Mas para tudo há uma explicação e deixo-vos aqui, o meu pedido de desculpas, mas estive um bocadinho ocupada em ser feliz.

Decidi tirar férias e se no momento das ditas não tive tempo para escrever, antes delas andava ocupada com o problema do carro e com coisas do escritório e a deixar tudo pronto para ir de férias descansada.

Agora estou de volta com baterias carregadas (apesar de ter dormido muito pouco e ter andado de um lado para o outro e até ajudado com os afazeres da quinta, coisa que me enche a alma)

Ontem já apanhei transito, já ando na correria a ler emails e a responder a todos, ainda não parei um segundo e vou começar agora a partilhar convosco coisas que vi, que senti, que vivi nestes últimos dias. Só vos posso dizer que foram momentos únicos inesquecíveis na Herdade do Moinho Novo

A vida no campo, junto da natureza faz-me bem e é espero um dia ter a minha quintinha, o meu espaço, os meus animais e a minha liberdade absoluta.

Beijinhos

Sofia

 

Hotel Nh Collection Batalha Porto um Luxo de estadia

Já sei que vocês adoraram o meu quarto no Hotel NH Collection Porto Batalha então imagem eu que lá fiquei!!!

À primeira vista, salta logo o luxo, a beleza, o bom gosto da decoração, o amplo quarto limpo em tons de cru, com pormenores vermelhos. Podia ser a nossa sala e quem me dera que o fosse o meu quarto! Até a minha mala do Jumbo Moda combina!

Vou explicar-vos que tenho um fetiche por quartos de hotel, talvez seja por dormir tão mal na minha cama e no meu colchão que não vejo a hora de me entregar a uma cama fofa, de lençóis ultra esticados e almofadas fofas que me façam esquecer tudo por um instante.

Escolho um hotel pelo quarto “tem que me apetecer dormir nele mal chegue” o resto vem por acréscimo e é secundário. Neste caso não foi, os pormenores de decoração a ligação aos Postais, às viagens aos Correios é uma constante e um “marco” na decoração (gostaram do trocadilho?). O Spa oferece óptimas condições a quem quer ter um momento relaxante, assim como a piscina interior, a sauna e o banho turco.

Para os mais activos, podem sempre manter a linha no ginásio, para depois a perderem completamente no restaurante do Hotel – Gastrô Bar & Kitchen nas mãos do Chef Álvaro Costa. Mas sobre este assunto vou falar noutro artigo, para vos deixar a sofrer lentamente e com desejos.

Localização excelente, apesar se estar numa zona bastante calma e romântica – Praça da Batalha, mesmo ao lado, mesmo a pé, têm a mediática baixa, cheia de comercio de rua, lojas, pastelarias, etc.

Fica aqui mais um convite para visitarem o Porto e conhecerem estas riquezas que me enchem o coração todas as vezes que lá vou.

Já agora às 5ª feiras podem deliciar-se com as Ostras & Gin ao som de um DJ

Beijinhos

Sofia

 

 

Mercure Porto Gaia

Fica em Gaia com uma vista linda para o Rio Douro.

Está numa zona muito central, rápida e com óptimos acessos e pertissimo do Aeroporto, da Estação de Comboios de Devesa e da Marina de Gaia

Junto a um enorme Centro de Compras – Arrabida Shopping, para quem se quer se perder uma bocadinho pela Moda ou até quem sabe ir ao cinema.

Com excelentes condições, glamour, conforto e simpatia. A decoração é inspirada nas famosas caves do Vinho do Porto e na típica cortiça, até porque o hotel fica a uns 5 minutos das mais conhecidas e emblemáticas Adegas do Vinho do Porto.

Hotel Mercure Porto Gaia é uma excelente escolha caso vão passar uns dias ao Porto em trabalho, com a família ou de prazer. Tem internet, Wi-fi, estacionamento, restaurante e bar.

Os quartos são espaçosos e de um conforto superior a todos os níveis.

Definitivamente uma boa escolha do qual não se vão arrepender de certeza absoluta

Beijinhos cheios de saudades do Porto

Sofia

Piquenique

Fomos passear 3 dias ao Alentejo.

Apesar do destino estar marcado, a rota foi um bocado aos acaso. Mesmo de mapa na mão, à antiga e o GPS a levar-nos, passa-se um pouco ao lado dos locais bonitos e importantes de Portugal.

Quando era miúda, com o meu pai nunca precisámos de GPS, telefones, etc e sempre chegámos a todo o lado. As vilas e aldeias nem sinalizações tinham….e lá conseguíamos ver as igrejas, os marcos mais importantes, as vistas, os castelos, etc.

Realmente tornarmos-nos demasiado dependentes de tudo o que é facilitador ao ponto de perdermos a verdadeira aventura e as coisas bonitas e simples da vida.

Mas por muito moderninha que eu seja, há coisas que continuam a saber muito melhor.

Decidi, a caminho de Avis da Herdade da Cortesia, fazer um piquenique com as minhas amigas. Ao acaso chegamos onde queríamos, depois de algum tempo a conduzir, mas foi muito muito bom.

Juntinho do Fluviário de Mora, com os pézinhos quase dentro da morna água Fluvial, estendemos a toalha aos quadrados amarelos e colocámos o nosso piquenique no chão: Pão, salada, fruta, sumos, doces, bolachas, etc.

Na sombra de uma gigantesca árvore comemos, conversámos, rimos e tirámos fotos…alias tirei lol.

Quando terminámos arrumamos e garantimos que não deixamos nada para trás nem nada no chão. É importante manter os espaços verdes, naturais e limpos.

Os piqueniques são giros, divertidos uma forma óptima de convívio e acaba por se poupar um bocadinho mais.

Beijinhos

Sofia