icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

Eu Quero Ser Como a Carina

Conheci a Carina num dos meus workshop de auto-maquilhagem e naquela manhã já tinha ficado impressionada com ela e a sua atitude positiva para a vida.

Juntou-se a mim e mais algumas meninas para irmos para um dos retiros e descobrimos uma mulher muito bem com a vida, daquelas difíceis de encontrar. Podia estar ali para curar alguma ferida, mas cada vez acredito mais que foi para nos curar a todas, lol.

Uma mulher normal com uma história, como tantas outras. O marido deixou-a, ou melhor trocou-a por uma mulher mais nova. O seu mundo desabou e passou de mulher de alguém, para divorciada da noite para o dia. De princesa passou a desconhecida, pelo homem com quem se deitou durante muitos anos, e pai das suas filhas.

A diferença dela para as outras milhares de mulheres que passam por isso, é que ela não se sente como uma vítima, não arrasta essa dor, e ja não pensa no ex marido como se fosse o único homem à face da terra. Abraçou uma vida nova e procura a verdadeira mulher que está dentro dela. Não deixa de se mimar, cuidar e saber o que é melhor para ela. Tem sido um exemplo para mim e para todas que a conhecemos.

Já pedi para dar workshops comigo e ajudar-me a passar esse ensinamento e mensagem para mulheres que continuam a viver na sombra de um passado de um Ex que não as quer mais, e, que muito provavelmente já resolveu a sua vida.

É uma mulher com as suas inseguranças, como todas nós mas sem complexos, sem dramas e confusões. Está a descobrir-se de todas as formas e mais algumas.

Os homens não a assustam, e não é tímida, e aos poucos anda a descobrir toda uma vida de solteira sem preconceitos, sem confusões, sem choros e desgostos.

É uma mulher muito bonita que não tem vergonha do seu corpo mesmo com os seus quilitos a mais. É uma mulher muito segura mesmo com os seus 43 anos, é uma mulher muito descomplicada mesmo sendo mãe. É uma mulher com um sorriso maravilhoso é uma vontade genial de ser feliz.

Perdeu o que achava ser perfeito e afinal descobriu que podia ser ainda muito melhor!!!

Este é um exemplo que gostava mesmo que conhecessem cada vez que se chorarem pelo vosso Ex, ou de saudades ou de raiva. Arrastarem uma relação que já acabou, só irá ser uma tortura e um peso na vossa vida. Estão cada vez longe estarão de serem felizes 🥰

Beijinhos meus e da Carina

És Hipervigilante ou Impotência Aprendida?

Hoje li sobre um tema e gostava muito de partilhar convosco porque acho que podem encontrar alguma semelhança com a vossa vida,

Sabem o que é a Serotonina?

A Seretonina é uma hormona que os nossos corpos libertam e que nos fazem sentir bem.

As pessoas que não se sentem suficientemente bem consigo póprias vivem num estado constante de niveis baixos de Seretonina

As hormonas Seretonina e Dopamina têm um papel muito importante no nosso equilíbrio e estado de felicidade. Têm um papel muito importante na regulação do nosso comportamento e estado interno. A Dopamina torna-nos activos e alerta – promove o movimento, o pensamento e a concentração. É o que nos leva a procurar alimento e abrigo. Quando atingimos os nossos objectivos é libertada a Serotonina que cria uma boa sensação que é uma recompensa para os nossos esforços.

E isto é um ciclo que decorrer durante toda a nossa vida. Em que uma dopamina acontece como sobrevivência e a Serotonina para nos aplaudir.

Há uma situação que estraga esta rotina e que nos causa a dita tristeza e  frustração:

Hipervigilância é um estado em que temos na corrente sanguínea uma quantidade superior do que o normal de Dopamina em que nunca nos sentimentos realmente realizados. Nada parece suficientemente bom. Nunca relaxamos por completo para receber uma dose completa de Seretonina.

Este problema manifesta-se quando passamos muito tempo numa situação de stress em que aprendemos a estar constantemente vigilantes, por sentirmos que algo podia correr mal a qualquer momento.

Estes estados tem muitas causas. Pode dever-se a maus tratos físicos ou emocionais na infância. Também pode ter surgido numa infância com muito amor, mas em que se espera que constantemente que a criança alcance algo, nunca lhe dando espaço para simplesmente brincar. Pode ser causado por uma relação dificil ou por emprego demasiado exigente.

O que quer que lhe aconteceu, foi um ambiente stressante que durou tanto tempo que se tornou norma e o nosso instinto de sobrevivência reconfigurou o nosso “botão de Seretonina” para um estado hipervigilante  com elevados niveis de Dopamina.

Esse estado leva as pessoas a procurarem constantemente a Seretonina. Comer, por exemplo causa uma libertação temporária de Seretonina, que produz uma sensação agradável. mas como o estado base é o da hipervigilancia, o corpo reverte rapidamente para um nível elevado de dopamina e o ciclo recomeça. Esta é a situação química que está por trás de muitos comportamentos da dependência. Qualquer que seja essa dependência: comida, drogas, álcool, pornografia (dos piores vícios que existe, dos mais graves, juro que é verdade) , compras, etc. É uma fonte temporária de Seretonina que nos alivia da hipervigilância.

O estado contrário, em que as pessoas não têm  Dopamina suficiente, cria o mesmo problema. Essas pessoas encotram-se num estado conhecido como “impotência aprendida”. Nesse estado, parece-lhes que nada que façam terá importância.

Têm baixos níveis de Seretonina, portanto não se sentem bem, mas também têm baixos niveis de Dopamina e por isso não  fazem nada para mudar a situação. Sentem-se Presas. Comer, produz um aumento temporário do nível de Seretonina, o que, faz com que se sintam bem, mas logo de seguida voltem a sentir-se desanimadas e desmotivadas. Apenas têm prazer temporário.

Espero ter-vos ajudado a entender alguns estados psicológicos difíceis de explicar e de entender. Eu desconhecia estas hormonas e revi-me em todas as situações em cima. O meu caso é o de Hipervigilancia e por isso sinto-me rapidamente triste mesmo quando algo bom me acontece.

Agora é tentar encontrar Seretonina  suficiente para agradecer a minha vida e tudo o que tenho.

Beijinhos enormes e cuidem da vossa Seretonina e Dopamina, eu vou ler mais sobre este tema

Sofia

Nota: Estes texto foi em parte transcrito do livro: “Banda Gástrica Hipnótica” – Paul Mckenna

Ontem Foi dia de Ler o Mapa Astral

Ontem foi dia de ir espreitar o que os meus planetas reservam para mim nos próximos tempos.

Para quem nunca fez um Mapa Astral, digo-vos que é o máximo. Passei anos da vida a adiar e no espaço de 2 anos já fiz 2 vezes.

Desta vez, recorri aos serviços da Catarina Antunes Talk para me orientar, até porque vários amigos meus tinham adorado e recomendavam a 100% o seu trabalho. Nada como o nosso grupo de amigos passar a palavra e dar referência. Hoje chegou o meu dia de fazer-vos o mesmo.

Para quem anda curioso sobre o seu destino, para quem precisa de umas luzes sobre o que fazer no futuro, ou com dúvidas de ir para a direita ou para esquerda e como isso irá afectar a sua vida, façam o mais certo: enviem uma mensagem à Catarina a perguntar como funciona, onde fica o consultório, os seus preços e se pode fazer consultas por Skype para quem está à distância. Vou deixar que seja ela a falar do seu trabalho eu falo de como me senti quando sai de lá.

Uma mulher muito interessante, bonita e super sensível que me recebeu de braços abertos e com o meu Mapa muito bem estudado.

Eu não irei mostrar o Mapa por motivos pessoais, nem falar tudo sobre o que falámos. Mas ajudou-me muito a ter mais força a preparar-me para o futuro e a deixar-me mais animada e mais focada. As mudanças criam medo e inseguranças, mas são necessárias quando queremos crescer e evoluir. Assim como cortar com o passado, coisa que ando aos poucos a fazer para conseguir saborear melhor o Presente e deixar Fluir o meu Futuro.

Há muito trabalho a fazer pela frente, em relação à minha personalidade e emoções. Sou uma mulher que faz muitas viagens ao seu interior para ir ao encontro do meu melhor, exploro e depois faço um upgrade a mim mesma. Talvez por isso seja tão sensível e vulnerável, o que nem sempre é fácil de lidar, mas tem sido uma porta aberta para várias pessoas se aproximarem de mim a pedirem-me ajuda por se sentirem bem e confortáveis na minha presença. E sou muito agradecida pela confiança que depositam em mim.

Para quem não sabe um dos meus interesses em querer melhorar é para ser-me mais fácil ajudar o próximo. É dos princípios mais lindos que aprendi com o Budismo.

Antes que termine, quero dizer-vos que para fazer o Mapa Astral necessitam, para além do nome completo, dar a data de nascimento e a hora certa do vosso nascimento.

Para quem não sabe como eu, basta irem a este site, pedir, pagam e 2 dias depois recebem a vossa certidão de nascimento 🙂 –  https://justica.gov.pt/Servicos/Pedir-certidao-de-nascimento

Agora deixo-vos a a matutar com a agenda quando podem e querem fazer a vossa consulta

Beijinhos enormes e sejam felizes.

Na foto não liguem para a minha cara tinha chorado durante 2 horas lol, sou muito sensível loll

Sofia

Baby Shower Time

Estava na praia com uma grande amiga minha, quando lhe perguntei “quando vais fazer o teu baby shower”?

Ela respondeu que não ia, porque não tinha paciência para organizar, apressei-me e disse-lhe “Eu organizo-te!!!”, só tens que me dizer o que gostas e que tema que queres.

Nestas ultimas 3 semanas só falávamos de bolos, decorações, cor-de-rosa e o nome Madalena estava sempre em cima da mesa.

Uns amigos meus incríveis emprestaram-nos a casa com piscina para fazer o almoço/ lanche e só vos digo uma coisa, foi o máximo!!!!! Enchemos Boias passamos o dia na brincadeira na piscina, a jogar raquetes, a comer a rir, a fazer previsões de como se iria ser a Madalena e a desembrulhar presentes lindos e fofinhos.

Nós as 2 fizemos praticamente tudo e gastámos muito pouco dinheiro, entre cartolinas, toalhas de mesa, pratos e decoração pontual e no bolo. O resto fiz com as minhas mãos e levei algumas coisas de casa para decorar as mesas.

Pedimos a todos os convidados para contribuírem com algo, fosse comida ou bebida, para ser uma ajuda e foi uma enorme ajuda.

Super simples, mas deu algum trabalho. Mas como se diz, quando se faz com amor, nada custa. E foi o que fiz. Fiz tudo com muito amor e carinho porque os pais da Madalena merecem e ela irá merecer mais ainda.

Apercebi-me também que faz-me falta da vida uma família para cuidar, para ter estes momentos, para celebrar estas datas e ter outros tipos de entusiasmos. E por isso gosto tanto de estar envolvida nestes momentos dos meus amigos, porque eu não tenho os meus.

Deixo-vos algumas fotos do dia e se quiserem posso fazer um artigo à parte de como fiz os pormenores.

Beijinhos enormes e muitas felicidades.

Aviso que teremos um breve um passatempo sobre o tema Mama e Bebe!!!

Sofia

Feriados Para uns Inferno Para Outros

Estava eu no passeio a caminho da praia, quando comecei a ouvir umas pessoas a falarem muito alto como se estivessem a discutir.

Um casal na casal dos 60 anos, discutia de uma forma perturbadora, dentro do carro que passava por mim.

Os berros ouviam-se por toda a rua.

A última coisa que ouvi foi o homem (que gritava mais alto) a dizer: “vai para casa, agora, vamos para casa agora!!”.

Toda a cena durou 1 minuto na minha vida e foi o suficiente para me sentir agoniada. Deixou-me o sabor do que será a vida daqueles dois. Os programas que vão pelo cano, as discussões que tem é sabe-se lá mais o quê.

Relembraram-me algumas das minhas vidas do passado em que para os meus namorados tudo era motivo para uma explosão e para um dia, que tinha tudo para ser perfeito, ‘se tornasse num inferno .

Ninguém merece viver assim, pelo menos 1 deles não merece e infelizmente é a realidade de milhares de casais. Odeiam-se, estão fartos um do outro, gritam, discutem e acham que isso é que é amor. Já nem se aturam…simplesmente destroem-se e esperam pelo fim.

Um dos meus medos em voltar a ter um romance é ter alguém que parece perfeito e aos poucos comece a mudar e em pouco tempo já estou eu novamente numa relação perturbadora.

Eu sei que é horrível pensar nisso, mas quem viveu relações Violentas nunca mais fica bem normal, tem sempre receio de voltarem às cobranças, as inseguranças, as palavras menos boas, os ciúmes, os controles, as discussões por tudo e por nada, os berros, as ofensas, as cenas em público, a vergonha e o medo.

Sair dessas relações é tão difícil, por isso não julguem quem lá está!!!

Beijinhos e sejam felizes sozinhos ou acompanhados.

Se alguém vos tratar mal, fujam, salvem-se mas não percam a vossa vida numa relação miserável de ódio, dor, desconforto e tudo o resto.

Beijinhos e força

Sofia

Lute por Aquilo que Vale a Pena Lutar

Sempre odiei conflitos, desde pequena. Se pudesse não ter confrontos com pessoas era perfeito.

Discussões eu saia sempre a perder, acabava por dar razão a outra pessoa, mesmo quando ela não tinha. Era tão insegura que em minutos começava a acreditar que o erro era meu.

Com estranhos então….ui se acontecia alguma coisa, não conseguia defender-me, era incapaz de ripostar. Depois ia-me embora furiosa comigo por não ter tido coragem de dizer nada e imaginava na minha cabeça uma discussão que nunca iria acontecer.

Com o tempo  as coisas foram mudando, comecei a ter mais força, a acreditar mais em mim e a respeitar-me. Enfrentava tudo e todos e não tinha medo de lutar pelos meus interesses e pela minha honra. Só que passou a ser do 8 para o 80, quase me tornando arruaceira. Tudo era motivo para me defender, mesmo quando não estava a ser atacada. Tinha ganho algum respeito por mim, mas a insegurança continuava a estar presente e isso via-se na forma como falava e estava.

Nestes últimos anos tenho usado a balança emocional. Não deixo nada por dizer, mas peso antes o que os outros me estão a tentar dizer e o que devo dizer. Mesmo quando sou “atacada” hoje tento ser  politicamente correcta, ou ironicamente simpática. Garanto-vos que resulta e 99% das vezes cala a outra pessoa. Sou sem dúvida mais compreensiva e tento entender os motivos dos outros antes de explodir com os meus. Graças a isso vivo uma vida muito tranquilo e raramente tenho problemas e espero que assim o continue. Para além disso tento também entender se entrar numa discussão o que isso irá afectar no meu presente e futuro.

Outra coisa que aprendi a fazer é a saber esperar antes de avançar com tudo. Acalmar-me para não falar por falar ou perder a razão. Dormir sobre o assunto é perfeito para no dia seguinte agirmos com mais clareza e sofisticação.

Beijinhos e tenham uma excelente 6ª feira

Sofia

 

Globos de Ouro Look

Bom dia meus queridos,

Este fim-de-semana foi muito intenso nas redes sociais. O mediático casamento do Príncipe Harry com a linda Meghan, que irei falar em breve, que nos deixou a suspirar por mais. Foi realmente um casamento de sonho

Mas ontem, o Coliseu dos Recreios, recebeu mais uma vez os Globos de Ouro e como sempre foi um acontecimento único e muito glamoroso. Alias, cada vez está mais bonito o evento e os vestidos mais maravilhosos.

Este ano fui convidada pela 1ª vez e estava super entusiasmada por passar aquela passerele vermelha. Tinha o look perfeito e sentia-me linda graças ao meu vestido da Etxart Panno. Mas infelizmente o meu date ficou doente e acabei por não ir.

Acho que é daqueles eventos, que apesar de se encontrar imensas caras conhecidas, não apetece ir sozinho. Pelo menos a mim não apeteceu e vocês sabem como sou independente.

Mas ficaram as fotos para provar que o vestido é lindo e maravilhoso e que pode ser uma excelente escolha para um casamento e uma cerimonia muito  elegante. Em breve irei partilhar o video de maquilhagem com alguns novos truques e cores.

Fico a aguardar os vossos comentários 🙂 .

Quero pedir desculpa à organização dos Globos de Ouro pela minha falta, quem me conhece sabe que não gosto de dizer que vou e não ir, mas infelizmente foi um motivo de força maior.

Beijinhos e para o ano lá estaremos

Sofia

Escrevo este artigo porque estou ainda sem acreditar no que me aconteceu Hoje.

A Classe Médica (não são todos os médicos obviamente) tem que entender uma vez por todas que os pacientes merecem respeito e que devem ser tratados com dignidade. Por este motivo escrevo o que se passou comigo porque imagino a quantidade de pessoas inocentes que caíram neste esquema.

Há 2 tipos de médicos; os que fazem de tudo para nós curam e o que querem ganhar dinheiro às nossas custas (e da nos inocência e fragilidades)

No Domingo a voltar de Aveiro senti uma impressão no olho e começou a ficar vermelho. Achei que podia ter tido um problema com as lentes e mudei por umas novas. Mas os dias foram passando e a impressão continuava e ontem de noite sentia-me muito desconfortável e decidi hoje procurar um oftalmologista para ser vista.

Fiz uma consulta pelos meus amigos e alguns sugeriram-me as Clínicas Leite na Expo dizendo todos que os Dr. eram excelentes. Não duvidei e consegui por sorte uma consulta às 16h15.

Uma confusão para encontrar a porta de entrada cheguei à recepção às 16h20 cheia de pedidos de desculpa. Não foi o atendimento mais caloroso ou então estou mesmo mal acostumada a serem simpáticos comigo. Fui dirigida para uma sala de espera.

Esperei uns 30 min (coisa que me deixa logo irritada, pois em Portugal o tempo de espera em consultórios é surreal e a maior parte nem tem a cordialidade e avisar os pacientes/clientes que vão estar atrasados). Mais uma vez estou mal habituada.

Fui atendida por uma pré-Dra., que me fez imensos exames, observou-me tudo, mediu-me as graduações (e até acertou tão bem na dos óculos) eu estava muito satisfeita Bla, Bla, bla lá lhe expliquei a minha história e ela pergunta-me “Não pensou em ser operada?” (pronto vi logo que iria ser a insistência para ser operada….coisa que me irrita quando vou a estas consultas).

Voltei a sair e a aguarda numa nova sala que o Dr. me chamasse. Uns 5 min um senhor muito simpático, educado, consultório lindo, mandou-me entrar. Sentei-me numas cadeiras bem afastadas da sua secretária que deu uma estranha sensação de distância. Mas isso são pormenores que so eu sinto.

Lá falamos sobre a minha historia e voltou a perguntar-me “Não pensou em ser operada?!, com o seu caso, seria excelente uma lente intraocolar, etc. bla bla bla” e eu disse não pensei porque os meus médicos nunca me recomendaram. etc que nunca tinha estagnado ou deixado de crescer a graduação..que tinha medo de ficar cega, etc.

Ele sempre super tranquilo que era rotina, fácil a operação etc. Sentou-me novamente numa maquina, viu-me os olhos, mandou-me levantar, sentei-me nas distantes cadeiras e disse “vai fazer um exame e depois deste exame vai voltar logo logo a usar as lentes!”. E mandou-me sair uma porta nova e uma nova zona.

Estava um bocado baralhada e vejo uma senhora sentada numa secretária e pergunto “é para fazer o exame” e ela sim sim vou fazer-lhe as contas: “Contas? mas quer que pague já? “Não, é para saber quanto fica”.

– São 390€….

– 390?! € Perguntei eu – Mas que exame é esse pode explicar-me?!

– É o exame para o Dr. Ver o estado do seu olho….

– Mas isso custa 390€?! Mas como? nunca fiz um exame ocular que custasse isso. Mas alguem me pode explicar que exame é este?!

– Se a senhora quiser pode fazer ete exame noutro sitio.

– Como noutro sitio? mas marcam-me assim um exame, saio daqui e volto e depois?

– pois (a senhora sem a mínima emoção)

Peço então para ver o nome do exame para encontrar algum sitio que me cobrasse menos de 300€. Qual não é o meu espanto que quando leio o nome do exame na net – exame biometria c/ calculo era para saber a graduação da lente intraocolar – PARA UMA CIRURGIA!!!

– mas este exame é para ser operada e eu quero ser tratada dos meus olhos

…pois mas precisamos dele

– Oiça eu pago a consulta, dêm a receita dos óculos dos remédios e eu vou-me embora

– Só podemos dar a prescrição dos medicamentos depois apresentar este exame.

– Está a brincar comigo só pode. Quero o livro de reclamações s.f.f.

Paguei 90€ pela consulta

É assim o fiz muito nervosa mas escrevi. E estou agora aqui a partilhar convosco pois acho que nenhum médico deve fazer isto pela ganância de ganhar uma operação!

Não sou de fazer guerras e em nenhum dos artigos que desabafei sobre mais atendimentos partilhei os nomes dos estabelecimentos para proteger quem lá trabalha. Mas aqui trata-se de saúde. Hoje celebramos o Dia da Mulher para termos que ter os mesmo direitos como humanos, como indivíduos,

Sai daquele consultórios a chorar e baralhada com tudo. e no caminho para o escritório passei pelas Torres de Lisboa e lembrei-me de um oftalmologista que me tinha visto há muitos anos e que tinha gostado muito.

Sai da 2ª circular muito nernosa ainda, estacionei o carro procurei o Instituto de Microcirurgia Ocular o mais depressa antes que fechasse. Na recepção contei o que se tinha passado e pedi se era possível ainda atenderem-me (estava a chorar muito nervosa)

Foram tão simpáticos e atenciosos comigo e em menos de 15 min estava a falar com o Dr. José Roque e a contar novamente tudo o que se tinha passado. Receitou-me umas gotas, mandou-me estar 10 dias sem lentes e fui à minha vida. Graças ao meu cartão Medicare paguei 35€ e não tive que fazer nenhum exame de 300€.

Agora nos próximos dias vão ver-me de óculos 🤓 por isso habituem-se e cuidado com as burlas

Beijinhos enormes e obrigada

Sofia

Em Breve…Aveiro

Estou tão feliz por voltar a Aveiro e desta vez com uma palestra tão intima, onde vou poder falar convosco cara a cara sobre assuntos Nossos.

A ideia é, juntas, ganharem forças para dar uma volta na vossa auto-estima e destino. Não gostavas disso?

Com algumas soluções motivadoras, relacionadas com experiências nossas pessoais podemos mudar muita coisa na nossa forma de pensar e no nosso dia a dia.

Lá te espero em Aveiro para construirmos um futuro mais inspirador e que te faça sentir mais realizada e Feliz

Beijinhos enormes

Sofia

3ª Feira Com Muita Luz no Coração

Penso já ter partilhado convosco que estou a fazer hipnoterapia na – hypnobalance. 

Se ainda não o fiz irei fazer em breve através de um video em que converso com a Directora de Clínica e uma das terapeutas sobre o processo e qual a importância para nos tratar e os receios que temos e que podemos ultrapassar sobe o método.

O método de relaxamento feito na Clínica é muito bonito e por isso passei a adoptá-lo para fazer em casa, principalmente nos dias mais cinzentos e difíceis. Aqueles que acordamos pesados, tristes, fracos e instáveis.

Sentem-se num sitio confortável e quentinho, coloquem uma música calma e de meditação. Fechem os olhos e imaginem-se num sitio lindo e tranquilo, ou lembrem-se de um sitio onde foram muito felizes. Levem a vossa mente até esse local e estejam por lá um bocadinho. Passeiem e contemplem tudo à vossa volta. A paz, o silencio, as cores, e como o sol vos aquece. Sintam esse sol a aquecer e vão se deixando ficar cada vez mais confortáveis.

Há medida em que se entregam na meditação (isto não é a técnica de hipnose mas sim de meditação. A de hipnose é preciso outras informações, por isso não se preocupem. apenas quero que entrem em sintonia convosco mesmos), gostava que libertassem do vosso corpo tudo o que sentem de mal e negro na vossa vida. “Vomitem” essa dor e mal estar e imaginem mesmo a fazerem essa limpeza seja de que forma for, dure o tempo que durar!

Quando terminarem deixem que o sol e a luz vos percorra as pernas, os braços, o tronco, a cara, as mãos e com ela vão sentindo-se mais leves e mais especiais. Como se deixassem de haver problemas e tudo se tornará mais claro e transparente.

Terminem a vossa meditação com um bom espreguiçar e quem sabe um farto pequeno-almoço.

Beijinhos e sejam felizes e mais humanos

Sofia