icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

Piquenique

Fomos passear 3 dias ao Alentejo.

Apesar do destino estar marcado, a rota foi um bocado aos acaso. Mesmo de mapa na mão, à antiga e o GPS a levar-nos, passa-se um pouco ao lado dos locais bonitos e importantes de Portugal.

Quando era miúda, com o meu pai nunca precisámos de GPS, telefones, etc e sempre chegámos a todo o lado. As vilas e aldeias nem sinalizações tinham….e lá conseguíamos ver as igrejas, os marcos mais importantes, as vistas, os castelos, etc.

Realmente tornarmos-nos demasiado dependentes de tudo o que é facilitador ao ponto de perdermos a verdadeira aventura e as coisas bonitas e simples da vida.

Mas por muito moderninha que eu seja, há coisas que continuam a saber muito melhor.

Decidi, a caminho de Avis da Herdade da Cortesia, fazer um piquenique com as minhas amigas. Ao acaso chegamos onde queríamos, depois de algum tempo a conduzir, mas foi muito muito bom.

Juntinho do Fluviário de Mora, com os pézinhos quase dentro da morna água Fluvial, estendemos a toalha aos quadrados amarelos e colocámos o nosso piquenique no chão: Pão, salada, fruta, sumos, doces, bolachas, etc.

Na sombra de uma gigantesca árvore comemos, conversámos, rimos e tirámos fotos…alias tirei lol.

Quando terminámos arrumamos e garantimos que não deixamos nada para trás nem nada no chão. É importante manter os espaços verdes, naturais e limpos.

Os piqueniques são giros, divertidos uma forma óptima de convívio e acaba por se poupar um bocadinho mais.

Beijinhos

Sofia