icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

Contos de Enganar

Hoje faz aniversário um dos homens que nos fez acreditar que as gatas borralheiras podem virar Princesas Cinderelas, que os homens procuram sempre o número certo, que os gatos que falam também usam botas e que se formos inocentes há sempre um Lobo Mau para nos enganar.

Charles Perrault escreveu e contou, histórias lindas de encantar que hoje em dia, após 300 anos chegamos à conclusão que não há finais felizes (diz a borralheira amargurada quem nem a abóbora virou carruagem, nem os ratos transformaram-se em cavalos, nem a fada lhe fez um vestido, mas que tem um gato e vários cães e anda a tentar fazer bolachas, mas que nem a avó as quer comer).

A Cinderela de hoje continua a limpar a casa, mesmo vestida de festa, faz tudo e é completamente multitask. É uma mulher de negócios empreendedora, muito confiante, positiva, bem disposta e gere uma rede de redes sociais enquanto prepara o jantar. O possível príncipe está mais divertido com os amigos nos copos e nas noitadas, ou a correr por algum trilho da cidade ou a provarem o seu sapato dela do chinês, do que à procura dela. Na história de hoje até as irmãs más e feias também marcham e a madrasta será sempre um troféu no seu ranking…já o estou a ouvir dizer “sempre gostei de mulheres mais velhas, as princesas da minha idade não me dizem nada”. Na realidade ele tem medo da independência da Cinderala e apesar de muitos bla bla bla a coisa não avançar devido à falta de auto-estima dele. The End

Quanto ao capuchinho vermelho, essa sonsa dos dias de hoje, põe-se a jeito. Faz de tudo para ir pelo caminho errado, mas nunca está perdida. Já não vai tão saltitona e ginga ao som de kizomba “Tenho fome”. O Lobo foge dela, porque passou a ser a presa e deixou de achar piada a essa versão da história. Pede ajuda a avó mas essa também só o quer comer e os bolinhos que ela quer são outros. O pobre coitado não vê outra forma senão fugir e aliar-se ao caçador e pedir para o levar dali para fora, porque não aguenta aquelas duas e chora-se dizendo: “Os dias e as noites na floresta já não são o que eram! Volta tradição, volta!!!!” The End

Quanto ao gato das botas….passou a ser a gata das botas a cima do joelho, a tendência desta estação. É muito fashion e não tem medo de nada. É divertida, veste-se sempre bem e tem um blog de moda e lifestyle e evita meter-se em confusões. Na realidade o que quer é ter mais likes e seguidores e os homens é ela que brinca com eles e faz deles gato sapato. The End

Beijinhos e Parabéns Charles

Sofia a bruxa má 🙂