icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

Ronaldo, o Nosso Menino de Ouro

Eu não ligo muito a futebol, Alias ligo muito pouco.

Gosto de acompanhar a Selecção nos Europeus e nos Mundiais e ai sou a que mais berro.

Vejo o futebol de clubes como um negócio e não como um desporto saudável. O fanatismo de alguns adeptos faz perder toda a piada do jogo e o facto de não aceitarem as escolhas uns dos outros assim como as derrotas, faz-me quase odiar tudo o que envolver este Mundo.

Mas quando se trata de Cristiano Ronaldo tudo muda. Admiro-o há anos, desde a 1ª vez que o vi jogar no Europeu que aconteceu em Portugal, em que quase ganhámos à Grécia.

Ronaldo nasceu para ganhar e como diria um amigo meu, ele é um iluminado. Mas acima de tudo Ronaldo decidiu em pequeno que um dia iria ser o Melhor do Mundo. E treinou muito para o ser e conseguiu se-lo várias vezes e para sempre será recordados como um dos melhores do Mundo da história do Futebol.

É um orgulho Nacional que graças ao seu sonho, ao seu trabalho e dedicação conseguiu! E resistiu às más linguas, aos velhos do Restelo, aos agoiros, aos maus treinadores, aos colegas invejosos, a um passado pobre numa Ilha Pequena, a uma família foleira que toda a gente goza e diz mal, à morte do pai antes de um jogo importante, aos maus rumores, aos desamores, às crises etc. Como todos nós Ronaldo teve tudo para não ser o Melhor do Mundo, mas ele o é porque o fez para ser. Porque ele queria ser!

Está nas nossas mãos sermos os melhores do Mundo naquilo que fazemos. Mas será que fazemos por isso? Quantas pessoas vamos ter que culpar, por não termos chegado lá? Quantas agoiros e maus olhados vamos ter que acreditar para culpar o destino? A sorte, é para poucos aos outros resta-nos lutar pelo que acreditamos e pelas nossas capacidades.

Muitos parabéns ao Cristiano Ronaldo e à sua família, que para além desta bola de ouro, venham muitas mais prémios, sucessos, e vitórias, porque se há alguém que o merece é ele.

Beijinhos de uma admiradora pública

Sofia