icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

100 Anos de Charlot

Hoje fui ter um momento cultural. Já tinha tantas saudades disso. Eu que sempre fui adepta de concertos, exposições, viagens, teatro, não tenho feito nada.

Hoje aproveitei o dia livre para ir ao emblemático e maravilhoso São Carlos para ver a comemoração de 125 anos de vida de Charlie Chaplin e 100 anos da personagem Charlot o Vagabundo.

Combinei com 3 amigos fantásticos e lá fomos os 4 todos aprumados rumo ao Chiado.

O filme que passava hoje era o “Tempos Modernos”, já tinha visto há muitos e muitos anos atrás e é engraçado como é tão diferente a nossa visão quando somos pequeninos e de quando vemos a mesma coisa em adultos. Apesar de já ter visto milhares de filmes do Charlie Chaplin nunca dei tanta importância ao seu talento como hoje. O homem era incrível, não só pela personagem tão carismática que ele criou como as suas expressões, os seus movimentos, danças, actos de loucura a interpretação, etc. Estamos a falar de tantos anos atrás e é um humor tão actual.

Acho que nunca me ri tanto com um filme dele como ri hoje. Os pormenores são sublimes, a coordenação e as trapalhices. É caso para dizer “todo lhe acontece” e o que ainda faltou acontecer. Chega ao ponto de pensar pára…coitado ele até se esforça…mas depois ou por mau jeito ou azar, lá anda a policia atrás dele ou todos a tentarem bater-lhe. Mas teve um final feliz e até ele encontrou o amor.

Isto deixou-me com vontade de repetir programas destes e de estar mais presente com os amigos e abriu-me ainda mais o apetite de viajar.

Todas estas experiências deixam-me com mais vontade de ser criativa, de fazer as coisas que acredito e ter a certeza que ser diferente só trás vantagens.

Beijinhos grandes

Sofia