icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

Je Porte Mon Maillot Ao Parc Leo!

No outro dia brinquei quando vi um rapaz a correr em tronco nú, o que seria de uma de nós decidisse tirar o top e correr semi-nua?!

Poderíamos ir não ir presas, mas de certeza que iríamos apanhar um belo sermão do policia ou das pessoas à nossa volta.

Pois bem, ri-se muito, mas continua a haver uma discriminação da mulher e o corpo da mulher continua a ter um peso sexual brutal seja aos olhos dos homens e principalmente de outras mulheres.

Recentemente e nem estamos a falar de nudez explicita, mas aconteceram 2 episódios que prova que continua a haver um conservadorismos brutal e que diferentes pessoas, com diferentes culturas e religiões não se aceitam.

A imagem da famosa modelo Ymre Stiekema a correr com a sua filha em bikini na campanha da marca de carrinhos Bugaboo’s , gerou uma polémica gigante pelas redes sociais ofendendo a mesma e a marca pelo que fez. Um homem de fato de banho não haveria problema?!

(podem ler a noticia aqui)

A outra foi bem mais grave, em que um grupo de raparigas Muçulmanas espancaram uma rapariga Francesa, quando esta de bikini, apanhava sol num jardim público (acto que acontece por todo o mundo, principalmente em cidades em que não há mar, rios, lagos, por perto.

Várias mulheres estão a tirar fotos de bikinis e a postar de forma a pedirem a sua independência e o respeito pelas suas opções e corpo – #jeportemonmaillotaoParcLeo #femmeslibres

(podem ler a noticia aqui)

Lá voltamos nós ao “Je Suis Charlie” em que os extremistas, de que religião, opção, raça, género forem, não aceitam e respeitam as diferenças dos outros. Seria tão mais simples viver em sociedade se assim fosse!.

Beijinhos

Sofia