icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

Coitadinho dos homens!!!!

Num dia insuportável de calor, em pleno Verão, a caminho de uma reunião com o meu irmão, tivemos uma discussão feia. Daquelas discussões que só os irmão sabem ter. Já nem me lembro do assunto, mas lembro-me que quando ele estacionou eu estava furiosa e nem conseguia olhar para a cara dele. Imagino que ele estivesse igual

A nossa reunião era numa vivenda enorme e gira. Na passagem do jardim até à porta tentamos ir mudando de cara para o Cliente não dar de cara com 2 pessoas carrancudas e mal dispostas típicas de quem acabou de discutir. Realmente a felicidade e simpatia não reinava ali naquele momento.

Fomos recebidos por um Cliente muito cool de camisa com flores, calções e havaianas. O contraste entre o nosso ar formal (roupa) e com o dele de surfista era um bocadinho….desentusiasmante. Mas pronto eramos empresas diferentes, mas com o mesmo foco – resultados e profissionalismo e isso é o que interessa na realidade.

Reencaminharam-nos para a sala de reuniões que ficava na varanda/marquise da casa/escritório.

Há medida que a reunião passava, o calor naquela marquise ia aumentando ao ponto de se tornar quase insuportável. Eu estava a suar, coisa rara em mim e tentava combater aquela fraqueza típica de quem tem tensão baixa e não é muito feliz com excesso de calor. Estava de saia, blusa de mangas cava e sandálias de salto alto.

A um certo momento olhei para o meu irmão, que nunca perde a compostura e mantém sempre a etiqueta e o protocolo e ele estava de calças, meias, sapatos fechados, camisa, blazer e gravada. Soltei uma pequena gargalhada que consegui felizmente disfarçar como se me tivesse engasgado.

Não me estava a rir de gozo mas de nervos e de pena e a minha raiva (porque ainda estava zangada) rapidamente se transformou em dó só de pensar “Coitadinho um homem sofre no Verão, se eu estou a passar mal como é que ele se estará a sentir?!” No final quando saímos de lá fartámo-nos de rir da situação, enquanto eu ajudava-o a despir um blazer que estava colado ao corpo complemente encharcado em suor, por causa do contraste de looks na reunião e depressa esquecemos a zanga :). Como disse coisa de irmãos que passa sem se saber porquê que tudo começou.

Hoje está um dia assim horrível de calor e pensem em todos os desgraçados que estão vestidos dos pés à cabeça, calças, meias, sapatos fechados, camisa com mangas compridas, blazers, gravatas (ou não) e que não podem ter a liberdade de dress code que a maior parte das mulheres têm, que mesmo elegantes, classicas e bem vestidas conseguem usar sandálias, vestidos, blusas sem mangas, tops etc.

Hoje os meninos têm desculpa para as mentirinhas, infidelidades, teimosias e faltas de atenção é porque estão com muito calor e não ficam a pensar tão bem 😀

Beijinhos grandes e sejam felizes e com sentido de humor de preferência

Sofia