icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

Uma Mensagem que me fez Chorar

Hoje recebi a seguinte mensagem, por email de uma seguidora. Mas antes disso preciso fazer um mini desabafo

Fiquei muito emocionada e cheguei a chorar de felicidade. Não têm ideia do que é para mim ler mensagens destas e saber que consigo, dentro do meu mundo, do meu gosto, da minha felicidade e exemplo, ajudar algumas das minhas seguidoras. Faz parte daquilo que sempre quis e felizmente graças ao mundo das redes sociais consigo, quase de uma forma inconsciente tocar e “convencer” que há um solução, um caminho, uma vontade, uma mudança possível, desde que uma pessoa se predisponha a isso. Eu sou apenas um exemplo, uma voz, uma palavra, vocês serão sempre o motivo e a força.

Falo várias vezes sobre isso e sei que já cansa, mas nunca é demais, porque também já arranjei desculpas, também já deixei para o amanhã o que rapidamente passa para o nunca. E vida há só uma e passa num instante e se vocês não tentarem, nunca vão saber se são capazes, nunca vão saber ao que sabe a vitória, a derrota, a força, a persistência, apenas conhecerão o talvez, a insegurança, a dúvida e a tristeza.

Isto aplica-se a tudo, desde a imagem (como o caso da Rute), à vida sentimental, profissional, amorosa e assim que uma delas torna-se rica e preenchida todas as outras serão afectadas de forma positiva.

“Olá Sofia! Sou a Rute, tenho 25 anos. Vi que tem este endereço para pedidos de ajuda, mas eu não quero pedir ajuda, quero agradecer a ajuda que me deu sem eu pedir!

Sou uma “menina”, é verdade, mas passei por muitas situações pelas quais nenhum ser humano deveria passar.

Nem sei quando descobri o seu blog/página/canal, mas sei que foi numa altura em que andava em baixo, sentia-me feia, tudo me corria mal. E para além disso, o pior de tudo, foi sentir-me sozinha. Já não me lembro das circunstâncias que me levaram a encontrar os seus vídeos, mas lembro-me que quando dei por mim, estava a olhar para a minha maquilhagem a perguntar-me “como é que a Sofia ensinou?”, e a olhar para o meu guarda-roupa cheio de roupa que me estava a ficar demasiado folgada e pensar “o que é que a Sofia faria?”.

Quando dei por mim, estava outra vez no caminho certo, a cuidar de mim, a subir a minha confiança, a aceitar-me e a ver a beleza dos meus defeitos.

Hoje tenho a perfeita consciência que se houve algo que contribuiu para que eu saísse do fundo, foi todo o aconselhamento que deu pelos vídeos, pelos “looks do dia” que deram sempre boas ideias…

Ontem estive a ver um vídeo em que mostrava uma makeup para a noite, num vestido lindo, sem costas. A expressão que me lembrei nesse momento foi: os anjos não têm costas. E é verdade! Não sei se tem essa percepção, mas penso que tal como a mim, ajuda muita mulher que batalha todos os dias contra o mundo e no fundo, sentirem-se bonitas é boost fundamental.

Por isto tudo, e por todas as que ajuda,

Muito obrigada, Sofia!

Beijinhos de uma enorme fã!”

Agora sou eu que me despeço agradecendo muito à Rute por ter partilhado comigo esta linda e maravilhosa mensagem e que tenha permitido partilha-la convosco. Vamos pensar nisto como uma corrente…eu ajudo, tu ajudas o próximo…

Beijinhos enormes meus

Sofia