icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

Uma filmagem com muitas lágrimas

Como anunciei neste sábado, sou a nova embaixadora da Moda PET Jumbo (Moda Jumbo).

Para filmar a campanha, escolhemos a Fundação São Francisco de Assis que protege animais abandonados no Concelho de Cascais. Dai a decisão de fazer a filmagem, para ajudar e incentivar a adopção de animais.

É também o local onde faço a cremação individual dos meus meninos, quando morrem e por isso já tinha alguma noção que ia ser complicado, estar ali. Mas é um local especial, terapêutico. Provavelmente pela força das almas que correm e brincam pelo vale. E sem dúvida pelas pessoas que lá trabalham, que enchem o espaço de amor. Felizmente os animais estão em óptimas condições e parece mais um hotel que um canil. Muito asseado e costumo brincar, que os gatos no gatil devem ser mais felizes que os meus, pelo excelente espaço que têm.

Mas claro que não deixam de ser animais que merecerem uma família, um lar. Receber o amor que estão preparados a dar

Estava tudo a correr lindamente. Brinquei com a Breta, corremos, arrancou-me a boina com lambidelas, etc…Até que começou a chover e tivemos que ir para dentro.

Impossibilitados de terminar a filmagem com a Joli no exterior, decidimos ir para dentro dos canis, nos corredores.

O meu coração começava a ficar mais apertado, mas sempre com uma postura muito profissional. Entrámos no canis e logo na 2ª porta, um cão bebe, corre em desespero de festas, implorando atenção. Era lindo cor de caramelo com olhos verdes. Baixei-me logo para lhe dar milhares de festinhas e quando me afasto começo num ataque de choro compulsivo. O silencio foi longo, sinto que até os cães se calaram para me deixarem chorar.

Não consigo ver um animal a sofrer. Custa-me muito lidar com esta realidade do abandono, da falta de afecto, com a frieza com que alguns seres desumanos tratam os animais.

Chorei por tudo, por eles que ali estavam (já agora o cãozinho, já estava adoptado :)). Pelos meus que se foram, pelos que sofreram e sofrem, por mim. Etc

Lá conseguimos terminar a filmagem com a Joli, que se portou lindamente e com o Kid.

No final pedi a todos um momento e fui ter um momento com as minhas “almas”, Pantera, Pirata, Taxa, Tisha, Maria Cão e DM, que tenho a certeza que ainda hoje me acompanham e me protegem. Dormem junto de mim e do meu coração

A todos da Fundação, muito obrigada pela simpatia, carinho e respeito com que sempre me receberam e à minha família, e por todo o trabalho que têm feito com os animais abandonados do Concelho de Cascais.

Beijinhos

Sofia