icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

Quem está mesmo do outro lado?

Confesso que isto das redes sociais por vezes assustam-me. As pessoas perderam completamente a noção da realidade.

Vejo coisas diariamente que me deixam preocupada. Não tem nada a ver com os post e o que escrevem nos seus murais, nem as partilhas. Isso até entendo e faço o mesmo, para quem me segue no meu perfil pessoal. Dá um certo conforto os likes e os comentários que temos. Não digam o contrário porque sim.

Mas as abordagens, as raivas, os perfils falsos, as fáceis traições, o abuso do espaço alheio, os engates acho que revela muito a personalidade de cada um.

A expressão “amigo” foi completamente banalizada e queremos ser todos amigos uns dos outros, como se isso fosse possível.

Os engates sem qualquer selecção. Bora lá tentar mais uma…ou todas e todos!! E não der amuo e bloqueio…ridiculo

As tentativas de traição chega a ser ofensivo. Homens e mulheres casados, procuram sexo fácil, amizades falsas e ocas. Mas o que é isto?! Felizmente já nem escondem e assumem que são comprometidos assim também não enganam ninguém.

As pessoas são assim na vida real, tão agressivas? tão taradas? tão desesperadas? Ou a desculpa do computador revela um perfil pseudo-psicopata que na vida real é abafado por umas roupas normais, um trabalho, uma familia? Isso é assustador. Faz-me pensar o que realmente se passa quando a porta de casa fecha, será que somos assim tão fantásticos como as fotos que temos, tão divertidos como as piadas que partilhamos? será que somos assim tão genuínos como as musicas que ouvimos?

Onde pára a nossa máscara social e começa a verdadeira, crua e pura identidade?

Beijinhos

Sofia