icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

Quem Diria….eu não?!! :)

Se aos 20 anos me dissessem que perto dos 40 iria fazer as coisas que sempre sonhei fazer aos 20…eu iria rir muito e com gosto.

Quando era muito pequenina sentava-me no corredor da casa com uma malinha e a mãe perguntava-me “onde vai Sofia?” e eu dizia, com sotaque brasileiro (porque vivi no Brasil até aos 7 anos), “vou passar modelos a Paris”. A minha mãe ficava muito triste de pensar que seria esse o meu futuro, porque normalmente são profissões que viajam muito e que estão muito ausentes.

Felizmente para a minha mão, eu não cresci muito e fiquei com uns míseros 1,55 cm e livrou-se da modelo internacional (como se a altura fosse o único factor). Mas eu sempre adorei festas, o mundo da moda, a dança, o espectáculo, os artistas e os actores e nunca fiz nada por ai. Tentei uns castings aos 20 anos, ainda cheguei à final do Clube Amigo Disney com o Rui Unas (que entretanto já nem se lembra de mim), mas nunca deu eu nada. Aos 22 entrei na aeróbica, finalmente iria dançar, um mês depois tive uma ruptura de ligamentos que me deixou 6 anos afastada de qualquer desporto. Apesar de andar com a minha guitarra de um lado para o outro, bastava cantar ou falar para ficar completamente afonica. Por isso, os meus sonhos relacionados com o mundo do espectáculo e da moda estavam longe de se virem a realizar. À medida que ia ficando mais velha, todos estes meus sonhos se tornavam distantes e sem sentido.

Aos 30 anos, por incrível que pareça tudo foi acontecendo. Convidaram-me para entrar num Grupo de Gospel (entretanto já tinha feito terapia da fala através de aulas de canto), comecei a dançar salsa. Tudo isto aproximou-me do que sempre quis fazer e apesar de o fazer de uma forma amadora, sou feliz por aprender, por evoluis, por partilhar, por pisar palcos, conhecer outros artistas, estar envolvida com tudo o que gosto, como dançar, cantar, etc.

Por volta dos 32 após algumas actuações comecei a envolver-me com o mundo da moda, a maquilhar a trabalhar em produções fotográficas, etc.

Aos 34 começo o blog, as partilhas, as parcerias, mas ninguém me ligava nenhuma lol.

No ano passado a coisa foi evoluindo e melhorando. Sentia-me muito bonita e poderosa apesar de já estar com 37 ;). Algumas coisas foram acontecendo e oportunidades foram aparecendo, mas ainda não estava no ponto. Era apenas o começo.

Aos 38 já fui entrevistada 3 vezes para a Televisão (e isto sim era o meu “Big Dream”, só falta ser com a Oprah), entrei no Catálogo da Natura e tive direito a um videozinho só comigo. Nem acredito!!! Quase a caminho dos 40 é que finalmente tudo isto acontece lol, dá vontade de rir, mas o ditado é mais forte “Antes Tarde do Que Nunca!!” e “Deus escreve certo por linhas tortas”.

Só me está a faltar a entrada em câmara lenta (adorava ter uma), daquelas com muita pinta, em que se vai lentamente tirando os óculos escuros e sacudindo o cabelo :))

Mas fora de brincadeiras e parando de falar de mim, até porque qualquer dia já não me aturam, isto para dizer que não desistam dos vossos sonhos, não pensem que é tarde de mais, só têm que saber quais são os vossos limites, se é mesmo isso que querem e entender se vale a pena fazerem de tudo para que eles aconteçam, ah sim porque isto não me caiu tudo no colo, só porque estava sentada à espera a olhar para o computador, tenho trabalho muito, batalhado muito para continuar a crescer.

E mesmo que as coisas no corpo já não estejam no sitio certo, uma mulher é bonita, quanto mais interessante for e não porque é perfeita! 😉

Acreditem na vossa força e em vocês mesmos.

Beijinhos enormes e muitas muitas felicidades

Sofia