icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

O Melhor Beijo de sempre

Lembro-me perfeitamente do meu primeiro beijo roubado debaixo de água por um amigo numa excursão que o liceu de Oeiras fez às piscinas do Vimeiro. Tínhamos uns 12 anos e fomos apanhadissimos pelo Padre Andrade que nos acompanhava sempre nesses passeios. Ainda hoje nos rimos com essa brincadeira, mas que quem acabou por usufruir foi uma amiga minha que no regresso a casa voltou a “curtir” com ele.

Mais tarde aos 15 fui pedida em namoro por um coleguinha do Ténis. O “Grama”!!! Foi tudo feito à antiga e com muito respeito. Ele pediu-me namoro e eu fui pedir à minha mãe. Após a autorização superior (mãe e irmão) o namoro começou de forma muito amorosa e inocente. Mas o que mais me marcou nessa relação “séria”, lol, foi o nosso 1º beijo dado nos corredores do liceu, entre a sala de aulas de físico-química e continua Mariana. Eu usava oculos na altura e dei de caras com ele….sem qualquer combinação…os nervos começaram a subir, o coração a bater. Não estava nada preparada para aquilo e não sabia o que fazer ou dizer, o mais óbvio era o beijo de cumprimento que na altura era longo e interminável fosse a que hora do dia. Havia lá xoxos isso era para os nossos pais!! Então cruzamo-nos, sorrimos e atracamos um no outro como se não houvesse amanhã….foi lindo e muito intenso digno de um filme de 3ª categoria. Estava tão nervosa que Pprecia que o meu coração ia sair pela boca enquanto a língua dele empurrava-o para baixo. Que confusão de fluidos de e de emoção. Quando finalmente terminou o pior aconteceu….os meus óculos redondos estavam todos embaciados dos nervos!!! OMG que vergonha!!!! Eu a querer marcar aquele momento com um beijo de hollywood e acabo numa cena cómica digna de Woody Allen. Nos beijos futuros tirava os óculos antes para ver se conseguir tirar aquela imagem da cabeça dele.

Mas o meu melhor beijo de todos, que me irá marcar para sempre beijo foi neste Verão. Ainda hoje quando penso nele fico arrepiada e se pudesse teria esse momento todos os dias porque foi maravilhoso e algo com que sempre sonhei.

Estava numa festa social, mais precisamente numa matine e farta de esperar para ser convidada para dançar decidi convidar um rapazito. Estendi-lhe a mão e ele aceito. Dirigimo-nos para a pista de dança ao encostar-me nele senti uma sensação estranha e uma química por todo o meu corpo. Nunca tinha me tinha acontecido tal coisa, pensei para mim “este, não dança com mais ninguém”.

E assim foi, cada vez que havia oportunidade dançávamos mais um bocadinho, até que começou a ficar  mais intenso e a química a aumentar à medida que a musica tocada. Era tudo perfeito como se o conhecesse há anos!!!.

De repente no meio de tanta musica e ritmo, senti que os seus lábios encontraram nos meus. Não sabia o que fazer. A luz ainda entrava pelas janelas do telhado e iluminavam a pista de dança e a nossa vontade. Pensei por uns segundos em parar aquilo tudo, mas a vontade era nenhuma….até que cedi, deixei-me levar pelo melhor beijo de sempre. Um beijo quente que tinha feito parte de todos as minhas vontades e fantasias. Deixei-me levar e esqueci-me de tudo pela primeira vez, relaxei e envolvime por todo o romance possível. Pela primeira vez não quis saber quem via, quem dizia, quem sentia, ou quem….sei lá o quê. Só queria saber de mim de tudo o que estava a sentir e do beijo que não me largava. 🙂 A dança durou horas e a vontade nunca morreu.

Quando finalmente a música parou, ele perguntou-me: “como te chamas? e eu corada como tudo disse….Sofia 🙂

Até hoje sinto tudo como se tivesse sido agora mesmo. Ficou marcado para mim aquele momento, aquele dia tão inesperado que até hoje me faz estremecer e feliz.

Partilhem comigo o melhor beijo da vossa vida, aquele que mais vos marcou e fez feliz.

Beijinhos e Feliz Dia dos Namorados

With Love

Sofia

PS. Banda sonora para acompanhar o artigo http://www.youtube.com/watch?v=mVb1lYstEGk