icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

Na Amizade também se trocam de Amigos

Vocês se lembram daquele grande amigo(a), companheiro(a) que um dia se apaixonou, arranjou namorada(o) e que simplesmente desapareceu?! Deixou de ligar, de dar noticias, de ter tempo, de combinar coisas e com o tempo foi mesmo deixando de fazer parte da sua vida…

Um dia essa pessoa volta a ligar e a te procurar e se não fosse o facto de ela estar tão de rastos com a separação do namoro que até eras bem capazes de nem atender e virar a cara. Mas há um passado e não consegues ficar indiferente e na realidade sempre foste amigo(a) dele(a) e essas saudades perdidas no tempo acabam por trazer excelentes recordações, fortes o suficiente para que voltes a recordar os bons momentos de companheirismo, de viagem e de vida.

Dentro de ti há sempre uma esperança de voltar a recuperar e a voltar a viver tudo novamente.

Até que o teu amigo volta a fazer o mesmo e vai criando dentro de ti e entre vocês um afastamento, uma apatia na relação e na forma como ele olhas para ele. Vão haver coisas que nunca mais irão ser recuperadas e sentimentos cada vez mais inexistentes. Até que um dia ele vai voltar e tu não vais estar lá, porque nos momentos todos que precisaste de ajuda, de um carinho, de um abraço, de um sorriso, de uma gargalhada, de uns disparates, de um ombro, de um conselho, de uns empurrões e safanões ele não estava lá.

No final de 2015 entendi que me afastei de muita gente, nunca a este extremo, mas falhei com algumas pessoas, estava presente num chat, por telefone, mas não tinha tempo e quando tinha estava exausta e queria mais era ficar em casa.

Decidi voltar a mexer nas minhas prioridades e não vou permitir que falte nada à minha família, aos meus animais e aos meus amigos. Confesso que o facto de conhecer muita gente não ajuda, porque o dia não deixou de ter 24h, a semana 7 dias, e eu não deixei de ser apenas 1 e não passei a ter muito mais tempo livre, apenas mudei as minhas prioridades, deixei de perder tempo com pessoas que não interessam, de ter momentos mortos ou a evitar passar tanto tempo sentada no sofá. Por exemplo ontem era 1 da manhã e estava a lavar a casa de banho e preparava-me para limpar a cozinha. Mas fui jantar com um amigo e hoje tenho quase tudo preparado para estar com outro e no Domingo vou ensinar uma amiga a andar de patins!

A vida passa a correr mas não podemos permitir deixar para trás quem nos ama, quem nos merece.

Espero que este post ajude algumas pessoas a repensarem nas suas atitudes quando decidem se afastar principalmente porque existe outra pessoa. Sei que não é por mal, mas magoa quem fica para trás.

Beijinhos

Sofia