icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

A Sinceridade Malcriada

https://www.facebook.com/acriadamalcriada
https://www.facebook.com/acriadamalcriada

Tenho um amigo que sempre me vê, comenta…ou critica os meus looks, o meu cabelo, como eu uso acessórios, etc.

Sou muito educada e oiço com muita atenção, mas estou sempre a ver quando me vai saltar a tampa. Até na semana passada com quando cheguei ao pe de um grupo de amigos e ele disse o que deveria fazer ao cabelo….fingi não ouvir, e para não o mandar a um sitio que cá sei…fui arejar a cabeça e entreter-me com outras pessoas. Momentos mais tarde veio ter comigo e pediu desculpa. Pediu-me para não ficar aborrecida com ele, mas que fazia para o meu bem, para eu ficar melhor e para as outras pessoas não dizerem mal de mim nas minhas costas….ao que respondi:

Já te passou pela cabeça que gosto de ser como sou?! De que não faço tensões de mudar e que evito que me façam sentir mal comigo mesmo. Gosto de ouvir-te, porque até podes vir acrescentar alguma coisa, mas na realidade nunca te pedi a opinião, vivo bem sem ela. Já passei a fase e a tortura de me preocupar sobre o que os outros pensam de mim e neste momento não quero saber, não me interessa, porque EU gosto de mim com mais ou menos acessórios, com muito ou pouco Brilho!! Já não preciso de aceitação social para me sentir bem e melhor, alias isso é um engano a nossa aceitação é interior…o resto é barulho.

Isto vai ao encontro do que uma seguidora me escreveu hoje, em que na sua própria casa, uma convidada de um jantar comentou que ela estava gorda e que precisava de emagrecer….Pediu-me ajuda para esconder a gordura, então escrevo o post para a outra, a amiga, a convidada, seja lá como chamar a senhora, esconder a “malcriadisse”.

Um dia, o meu irmão disse: “Há uma linha muito fininha e sensível que separa a sinceridade da malcriação”. Toda a verdade! Por ninguém tem o direito de comentar nada de ninguém sem que o outro tenha pedido a opinião! Por isso, os comentários das vestimentas, dos looks, dos cabelos, das atitudes só podem ser válidas e aceites quando vocês colam a questão. O que me interessa a mim saber o que o outro que passou por mim acha do meu look?! Mas quando coloco na net, ai já corro o risco de ouvir tudo.

Sempre disse às minhas alunas, vocês não têm o dom do bom gosto para apontar o dedo a ninguém. E eu que saiba o dia em que se dirigem para um pessoa e digam “não gosto de te ver assim”, “tens que mudar”, etc Só o podem fazer quando alguém vos pergunta e mesmo assim a reposta tem que ser construtiva, dar soluções e nunca deitar ninguém a baixo.

Aproveito para deixar um aviso que quem pergunta corre o risco que a outra pessoa não goste…por isso depois não se arrependam nem se zanguem com quem foi honesto. É um risco que todos corremos 🙂

Beijinhos e não magoem as pessoas, sejam sensíveis e delicados

Sofia