icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

Madrid Olé

Como sabem no inicio da semana fui a Madrid dar um saltinho para conhecer a colecção Primavera Verão da C&A.

É uma viagem que se faz em menos de 1 hora. O tempo que perdemos em terra no aeroporto é muito superior ao que se tem no ar no avião. Faz-se rápido em menos de 1 hora.

Mas o tempo passa a correr e infelizmente não deu para visitar nada ou ver muito de Madrid. Entre o estar com os amigos, entre copas, jantares, reuniões….só consegui andar um pouco na rua – Grand Via até à Plaza de Callao, entrar em algumas lojas e descansar foi igual a 0.

Realmente viajar faz bem e olho para as minhas fotos e noto uma felicidade, uma tranquilidade e estamos a falar de alguem que foi de um dia para o outro…nada de especial. Mas o facto de durante 4 anos ter-me privado de férias vejo agora a falta que elas me faziam e fazem.

Deixo.vos algumas fotos da viagem e de momentos bons que tive. Poderiam ser mais e melhores se não tivesse deixado em Portugal o meu selfie stick e o que comprei em Madrid não funcionar, depois de ter deitado a caixão e o talão fora.

Beijinhos

Sofia

Urban Fest e o Diário de um Batom

Urban Fest e o Diário de um Batom juntaram-se os 2 à esquina não tocámos a concertina, mas vamos estar juntos nas próximas edições.

São óptimas noticias porque vou ser embaixadora, RP, parceira como lhe queiram chamar desde mercado fashion e não podia estar mais entusiasmada e feliz!!!

Urban Fest é um mercado Trendy que vai estar em vigor nos próximos dias 29, 30 e 31 de Janeiro entre o Rato e o Príncipe Real em que vão estar presentes marcas fantásticas de moda, acessórios, lifestyle, decoração, kids, handmade, e outras de 2ª mão (como coisas minhas por exemplo), mas sigam o evento no facebook e podem ir acompanhando tudo lá.

Para além disso podem encontrar uma área bem abastada de streetfood e perderem-se entre os petiscos, tapas, e bebidas, tripas de Aveiro entre outras coisas.

Quem tem filhos pode levá-los à vontade porque vamos ter um espaço para eles brincarem à vontade enquanto vocês procuram algo diferente para o vosso guarda-roupa ou para comer ou para presente do Dia dos Namorados.

E claro que os cães podem entrar, desde que os donos se responsabilizem por eles. Mas temos todo o gosto em que levem os vossos meninos a visitarem o nosso Mercado.

Bem por enquanto é tudo, vou dando noticias para que não deixem de passar por lá, nem que seja para me dar um beijinho.

Já agora a entrada tem o custo de 1€ que reverte para a Associação Salvador.

Beijinhos

Sofia

Nova receita com Couscous

O que gosto mais de fazer na cozinha é inventar. Dêem-me os ingredientes, os acessórios, os pós que eu faço a magia.

Não sou a melhor cozinheira do Mundo, mas acho que me safo muito bem.

Ando aqui nas minhas invenções para não quebrar a dieta e manter um ritmo bastante saudável na minha alimentação. O que não é facil para quem estava habituada a comer sempre fora e a comer o pior que podia haver para a dieta (pior mas sabia muito bem).

Os ingredientes mudaram e algumas das formas de os cozinhar também e para alem disso eu passei a cozinhar quase todos os dias e tem sido muito bom, passo é a vida a lavar a loiça à mão. Não há verniz que aguente!!! Acho que so com isso já ando a emagrecer. Amanhã vamos ver na consulta com a Dinora Bastos.

Vamos lá ver a receita de hoje

  • Óleo de Coco
  • Atum em água
  • Milho
  • Espargos Verdes  (5 min a cozer em água com um pouco de sal)
  • Abacate
  • Couscous feito na véspera (foi para aproveitar e dar-lhe um novo sabor)

Coloquei um fundo de óleo de coco numa panela e aqueci, temperei com sal, pimenta e ervas aromáticas. Quando estava bem quente adicionei o atum e o milho e mais tarde os espargos verdes para não se desfazerem.

Quando estava tudo quase no ponto e com um molho bem apetecível deitei o coucous para que absorvesse os sabores e os aromas assim como o abacate e envolvi tudo muito bem em lume brando.

Uns minutos já estava pronto e comer e foi um esforço grande para não comer tudo e deixar metade para hoje.

Uma receita muito fácil muito rápida que para os apressados como eu e sem tempo podem fazer em quantidades grandes e andar a comer como restos. Hoje juntei-lhe as folhas de espinafres!

Beijinhos e Bom Apetite

Sofia

Contos de Enganar

Hoje faz aniversário um dos homens que nos fez acreditar que as gatas borralheiras podem virar Princesas Cinderelas, que os homens procuram sempre o número certo, que os gatos que falam também usam botas e que se formos inocentes há sempre um Lobo Mau para nos enganar.

Charles Perrault escreveu e contou, histórias lindas de encantar que hoje em dia, após 300 anos chegamos à conclusão que não há finais felizes (diz a borralheira amargurada quem nem a abóbora virou carruagem, nem os ratos transformaram-se em cavalos, nem a fada lhe fez um vestido, mas que tem um gato e vários cães e anda a tentar fazer bolachas, mas que nem a avó as quer comer).

A Cinderela de hoje continua a limpar a casa, mesmo vestida de festa, faz tudo e é completamente multitask. É uma mulher de negócios empreendedora, muito confiante, positiva, bem disposta e gere uma rede de redes sociais enquanto prepara o jantar. O possível príncipe está mais divertido com os amigos nos copos e nas noitadas, ou a correr por algum trilho da cidade ou a provarem o seu sapato dela do chinês, do que à procura dela. Na história de hoje até as irmãs más e feias também marcham e a madrasta será sempre um troféu no seu ranking…já o estou a ouvir dizer “sempre gostei de mulheres mais velhas, as princesas da minha idade não me dizem nada”. Na realidade ele tem medo da independência da Cinderala e apesar de muitos bla bla bla a coisa não avançar devido à falta de auto-estima dele. The End

Quanto ao capuchinho vermelho, essa sonsa dos dias de hoje, põe-se a jeito. Faz de tudo para ir pelo caminho errado, mas nunca está perdida. Já não vai tão saltitona e ginga ao som de kizomba “Tenho fome”. O Lobo foge dela, porque passou a ser a presa e deixou de achar piada a essa versão da história. Pede ajuda a avó mas essa também só o quer comer e os bolinhos que ela quer são outros. O pobre coitado não vê outra forma senão fugir e aliar-se ao caçador e pedir para o levar dali para fora, porque não aguenta aquelas duas e chora-se dizendo: “Os dias e as noites na floresta já não são o que eram! Volta tradição, volta!!!!” The End

Quanto ao gato das botas….passou a ser a gata das botas a cima do joelho, a tendência desta estação. É muito fashion e não tem medo de nada. É divertida, veste-se sempre bem e tem um blog de moda e lifestyle e evita meter-se em confusões. Na realidade o que quer é ter mais likes e seguidores e os homens é ela que brinca com eles e faz deles gato sapato. The End

Beijinhos e Parabéns Charles

Sofia a bruxa má 🙂

Goodbye David Bowie

Quem fala de loucura e irreverência de Lady Gaga é porque não nasceu nem cresceu na época de David Bowie.

Estamos a falar de alguém que mudou o mundo da Música, da Moda há mais de 30 anos. Ou se amava ou se odiava, não podia haver a indiferença a Bowie. Ele próprio dizia “Podem acusar-me de tudo, mesmo de ser enfadonho!” e ele tinha toda a razão.

O Camaleão do Rock que soube envelhecer e tornou-se um símbolo de moda e de charme durante toda a sua carreira. Músico, Produtor, Actor, um dos mais influências e diferentes das últimas 5 décadas.

A sua originalidade começava por ter nascido um olho de cada cor, o resto foi feito à sua medida de acordo com a sua criatividade. Nunca tínhamos a mesma imagem, o mesmo cabelo, a mesma cara, o mesmo estilo. Quando aguardávamos por um novo álbum de Bowie tudo podia acontecer e nós deixávamos, já estávamos preparados para ser surpreendidos.

Foi dos 1º homens a usar maquilhagem, base, blush, eyeliner e batom e pelo que podem ver em baixo pela galeria escolhida por mim entre 69 anos de foto, discrição não era o seu segundo nome. Vendo as suas fotos é impossivel falar de Moda e não pensar no seu percurso.

Deixo-vos alguns dos títulos que marcaram a minha juventude juventude, nas famosas festas de garagem, nos discos passados nas rádios e alguns dos telediscos que íamos vendo na televisão no Top Mais.

 

Under Pressure
Space Oddity

Let’s Dance
This Is Not America
Without You
Rebel Rebel

Hoje para além de morrer um Homem, um Marido, um Pai, morreu um Icon, uma Estrela, um Lider!

RIP David, Bowie Forrever

Sofia

Está quase a chegar 2016

Vou passar com as 12 passas na mão, preparadas pelo meu Pai. A cada passa colocada na boca faço um pedido, peço um desejo, que envolva a minha família, os meus animais, os meus amigos, o mundo e depois para mim. Naqueles 12 segundos, tento não excluir ninguém, por isso coloco virgulas em vez de pontos finais.

Deixo-me para o fim, porque sei que vou ficar bem. Sei que o que quer que a vida me der, será o melhor e eu estou preparada para ultrapassar tudo, vejam coisas boas ou momentos mais difíceis.

A vida ensinou-me a não pedir muito, mas a arregaçar as mangas e a fazer. A espera não trás nada, apenas horas perdidas de vida. O trabalho será sempre recompensado, assim como a audácia, a inovação, a criatividade, a liberdade.

Momentos para sorrirmos não nos faltam diariamente, mas o nosso grau de exigência é que passou a ser tanto e tão ganancioso e fútil que deixamos de apreciar o maravilhoso que a vida e o mundo nos dá. Às vezes precisamos de ter o exemplo dos outros para voltarmos à terra e a fazer o que é correcto e o coração e o instinto nos manda.

Passo mais um ano sem desejar nada em concreto, apenas que haja saúde, amor, trabalho, força e sanidade mental para continuar a luta. O resto vem por acréscimo e o principal tem que permanecer para sempre dentro de nós: Se não acreditarmos, se não nos valorizarmos, se não formos Felizes nada fará o devido sentido.

Beijinhos e que o vosso 2016 seja o melhor de todos os Anos.

Saia em toule – feita à minha medida – PP Couture

Top em lantejoulas – H&M

Pumps – Seaside

Clutch – Primark

Boneca – 

Cabelo – Mad Madmoiselle Vintage Hairstyle

Fotografia – Tozé Canaveira

Sofitel Lisbon Liberdade

Beijinhos e Boas Entradas e Feliz 2016

Sofia

Ultimo Dia em Fátima

Acordei às 8h cheia de vontade….de voltar a dormi. Mas mesmo ensonada obriguei o meu corpo a levantar-se, abrir as janelas e a pensar “lá fora está um Mundo muito melhor à tua espera”.

5 min depois já estava feliz por ter acordado tão cedo e de tão feliz que tirei uma foto rara minha ao acordar ainda com óculos. Foto que ao contrário do que sempre pensei, acabou por fazer imenso sucesso entre os rapazes que me adoraram ver de pantufas….vai-se lá entender porquê lol.

Tinha o tempo contado e queria fazer tudo o que me tinha proposto fazer: andar de bicicleta, tomar um logo pequeno almoço, ir até Fátima a pé, fazer o passeio dos Pastorinhos, voltar, tirar foto do look e regressar a Lisboa a tempo de um almoço de família, que felizmente passou para as 4 da tarde…só nós almoçamos a essas horas.

De banho tomado e mala feita parto numa bicicleta à procura sei lá do quê. Nunca tinha andado por ali, nem sabia se iria aguentar o 1º quilometro. Mas aguentei, com o vento na cara, mesmo protegendo o cabelo ainda húmido, segui a caminho das Grutas da Moeda. A pedalar com imenso entusiasmo lá fui por caminhos desconhecidos no meio da natureza e com paisagens lindas, com um sorriso no rosto como se fosse uma criança.

7 quilómetros depois cheguei a Luz Houses muito a tempo de me refastelar num merecido Pequeno Almoço. Parece que cheguei a casa da minha avo!!! Tanta coisa e com uma apresentação tão bonita como tudo o resto. Comi tanto que o que perdi a pedalar deve ter entrado a dobrar.

Mas ainda tinha mais 6 quilómetros para fazer a pé até ao caminho dos Pastorinhos. Ficam já a saber que não fui ao Santuário. A minha Fé assim como Deus está em todo o lado e sinto-me sempre mais próximo dele, isolada na natureza do que no meio da multidão. Precisava de Boas Energias e de respirar ar puro. No meio da Mata e dos Pinheiros, fui a caminho da mágica aparição conforme me tinham sugerido na Tia Alice.

Os caminho dos Pastorinhos é realmente lindo e cheio de dizeres bíblicos e históricos. Encontra-se o local onde apareceu a Nossa Senhora e o Anjo. Vale muito a pena fazer o caminho até porque está rodeado de árvores, momentos, reflexões, Fé e uma energia inexplicável.

Beijinhos e Boas Entradas

Sofia

Camisola com gorro – Woman Secrets

Tia Alice

Uma vez em Fátima era quase que obrigatório ir conhecer a Tia Alice.

Para além de todas as Aparições, os Milagres, as Fés, os Pedidos, as Romarias, as Peregrinações, qualquer caminho vai dar ao Restaurante da Tia Alice e são todos caminhos de Deus.

O Restaurante foi altamente recomendado por familiares, amigos, conhecidos, estranhos e até alguns ateus. Todos juraram ser o melhor restaurante em Fátima e os seus pratos umas verdadeiras Relíquias.

Fui para confirmar, ainda para mais sendo tão perto do Hotel e da Igreja Matriz.

Não tive dificuldades em encontrar o local, nem muito menos a estacionar, até porque fiquei à Porta. Apesar do frio que estava na rua, ao entrar dentro do espaço notava-se o conforto de um calor agradável e acolhedor.

Fui muito bem recebida, e sentaram-me na minha mesinha. Mesmo sentada de costas para todos, sentia os olhares de quem estava a tentar perceber se eu iria mesmo jantar sozinha….SIM VOUUUUU, sem dramas.

Atendimento muito simpático, eficaz, educado e discreto. O ambiente em si é muito clean e sossegado.

Enquanto me empanturrava de pão com manteiga (não consigo resistir ao pão da entrada e mal sabia eu que era feito e amassado diariamente pela Tia Alice às 5h30 da manhã),  escolhi o afamado Bacalhau gratinado que em 15 min me foi servido o que me impediu de comer o pão todo…ufa.

A meio do jantar pedi se podia conhecer e tirar uma foto com a Tia Alice e disseram-me logo que sim. Que antes de ela se recolher viria ter comigo.

A meio da minha sobremesa chamaram-me e levaram-me até à cozinha. Ao fundo vinha uma sorridente e simpática imagem que à medida que a luz lhe dava na cara iria conhecendo os seu lindo sorriso que começavam a partir dos seus transparentes olhos azuis.

Cumprimentamo-nos com um abracinho e apresentou-me as suas Filhas Odete e Filipa, igualmente encantadoras e ficámos todas à conversa durante muito muito tempo. Elogiamos tudo o que tínhamos a elogiar umas às outras, o jantar, o espaço, a coragem, a força de ainda estar a trabalhar aos 80 anos, a dedicação, o meu look, a elegância, a simpatia, energias, a união da família. Trocámos histórias, partilhamos risos, recordámos momentos e algumas mágoas e aplaudimos vitórias.

Foi uma noite deliciosa que me deixou tão cheia no coração. Adoro conhecer pessoas que me fazem repensar na vida. Que me mostram que há sempre 2 caminhos e podemos escolher entre o desistir e o da luta e continuar em frente. Que podemos baixar os braços ou mante-los sempre activos. Que o trabalho pode ser motivo de rejuvenescimento e que a felicidade está associada à união da família, às nossas crenças e na Fé em nos mesmos.

Casaco de pêlo Sintético – Zara

Biker Jacket – Newyorker

Leggings – Shop1one

Mala – Jumbo Moda

Brincos – O Guarda-Joias

Beijinhos cheios de Amor

Sofia

com a Tia Alice
com a Tia Alice

À Procura da Luz

Como sabem este fim-de-semana estive sozinha em Fátima, algo que não foi combinado com muito tempo, alias, digamos que foi mais o destino que me chamou.

Uma semana antes do Natal, uma empresa ligou-me a perguntar se eu tinha gasto o meu vale da App Hotel Tonight, ao que respondi que não e entrei em pânico porque o prazo eras só até ao final do ano. Comecei a pensar em que dia poderia até porque a semana era cortada pelo Natal e o Fim-do-Ano, quem haveria de levar….enfim os dramas do costume que acabam sempre de ser impeditivos de ir.

Há muito que queria conhecer o Luz Houses, um novo conceito de Boutique Hotel em Fátima. Decidi marcar, esperei até a data de 26 aparecer na app (a app é própria para marcações last minute, por isso só podemos fazer o booking no próprio dia, no dia seguinte ou uns 3 dias depois, mais que isso não dá). Estava marcado! Ufa menos uma preocupação, agora só faltava ver quem queria vir comigo. Mas ao longo do decorrer da semana uma voz interior dizia “vai sozinha, que vais muito bem”. E assim o fiz, não disse nada a ninguém e no dia 26 parti para aquilo que seria o meu primeiro fim-de-semana sozinha. Coisa que há uns tempos atrás seria motivo de depressão e cortar pulsos.

Apesar de levar no coração a preocupação sobre o estado de saúde da Blush, continuava a sentir uma força que me puxava para Fátima. Sabia que iria ser fantástico e que cada minuto, cada segundo seria importante para a minha paz, tranquilidade, auto-estima.

O Hotel é do outro mundo, os pormenores são inesquecíveis, a decoração um luxo de simplicidade e tranquilidade. Houve ali um encontro entra a natureza e a espiritualidade tão forte que se nota logo na nossa áurea. Sente-se amor e dedicação em todos os cantos, os detalhes e aromas.

No check in somos recebidos com um chá quente de frutos vermelhos e açúcar em formato coração. Todo o espírito é de confiança e de partilha. Apesar do frio na rua, as nuas paredes de cimento são quentes e charmosas.

Temos luz não só no nome, mas em tudo e principalmente encontramos a nossa Luz.

Meditei, Rezei, Enraizei junto da natura que é constante no local e à volta.

Ali perto foi onde o Anjo e a Nossa Senhora apareceram aos Pastorinhos e talvez por isso a luz do sol e da lua parecem mágicos e cheios de Fé.

Vim iluminada por dentro e por fora, desde que cheguei à partida não me senti sozinha um único momento. Amei a experiência e sinto que já estou preparada para fazer férias sozinha caso não esteja muito bem acompanhada.

Calças – Bershka

Casaco de malha – Jumbo Moda

Camisa – Jumbo Moda

Encharpe – Verde água- Zara (pura coincidência a combinação com a decoração)

Mala – xti

Beijinhos cheios de Luz

Sofia

Front Desk
Front Desk
Convivio
Convivio

 

 

Natal
Natal

 

Um Mergulho Num Oceano Gastronómico

Depois de um passeio de barco à vela pela Baia de Cascais, em excelente companhia de amigos, lançámos ancora e chegámos a bom Porto na Marina de Cascais rumo ao Restaurante Maria Pia

Fomos recebidos por um ambiente convidativo, elegante, luminoso, com uma vista maravilhosa e um Gin produzido pelo chef Pedro Mendes com laranja e tomilho.

Os marujos estavam animados e previa-se uma degustação digna de Neptuno.

Pelas fotos tiradas por mim (em baixo), creio que não ficam dúvidas que é um destino de repetir!

Qualquer das especialidades degustada tem uma história para contar e nada foi feito ao acaso, desde o couvert às sobremesas, passando por milhares de sensações, sabores, prazeres, experiências, gemidos, silêncios e sorrisos. Os ingredientes eram ricos e frescos e derretiam-se na boca o que permitia sentir toda a ondulação do mar.

Foi um dia perfeito que trago comigo na memória e agora no meu Diário de Bordo.

Espero que bons ventos vos levem até Cascais e que tenham a oportunidade de navegar por um Oceano de prazeres e sabores.

Infelizmente não tirei foto ao prato de mexilhões que foi o meu favorito e ao de lingueirão. Mas deixo-vos essa vontade de os ver ao vivo.

Beijinhos

Sofia The Captain