icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

Aos Meus Queridos Amigos

Não, isto não é uma Carta de despedida, quero apenas descansar os meus Amigos que andam muito preocupados comigo.

Não vou mentir, estou a passar por uma fase mais sensível na minha Carreira de Ser Humano, tanto a nível emocional, profissional (blog), amoroso, etc.

Tem alturas que me assusto um bocadinho, ou ando mais em baixo, mas acho que é um mal comum e geral. Apesar de saber fingir bem…hein já vos engano há algum tempo, há dias que a o coração lá explode e dá-me vontade, como a qualquer pessoa normal, de mandar umas pessoas à….fava….e vomitar umas verdades, assim como gritar uns palavrões bem cabeludos para todo o mundo ouvir, ou começar a correr e ir parar ao outro lado do Mundo (Run Forest Run!!!)

Mas sou uma senhora, elegante…pelo menos tento, e deixo esses momentos mais vulgares para um dia mais tarde, por enquanto vou engolindo para dentro do meu peito. Mas se um dia o fizer, prometo que o faço em forma de tutorial versão youtube ou snapchat.

Por enquanto, vou estando por aqui a tentar coordenar a minha cabeça e paciência emocional. A fazer de tudo para não me ir a baixo, a manter o sorriso, a beleza, a boa disposição, o positivismo que vocês merecem e eu também (não estamos em alturas de ser mártires).

Depois nestas fases mais complicadas parece que os amigos se revelam, na altura que precisamos mais deles, são os momentos que mais nos falham. Estas ultimas 3 semanas foi cada murro no estômago….e por esse motivo também não ando para ai a dizer que estou mal…senão todo o mundo desaparece. Ridículo certo…manter as aparências para estarmos rodeados de pessoas…vida cínica a nossa certo? Tão contraditória. Quando precisamos e estamos mal….deixam-nos sozinhos…quando estamos fantásticos todos nos querem!!!

Por isso toda lá a arrebitar e deixar este sentimento todo depressivo e triste para ninguém ficar mal à nossa volta. Ser feliz não é uma necessidade é uma obrigação social!!!!

Desculpem o momento de ironia, mas estou naquelas fases de tourete, tento manter a cooerência e simpatia e acabo por ter espasmos de sinceridade, porque estou muito magoada, muito magoada e vou acumulando e querem que eu perdoe e querem que um pedido de desculpas seja o mesmo, ou uma janela de chat um conforto ou um telefonema a fingir que querem saber de mim, mas na realidade só querem falar deles….enfim.

Estou sensível, sem duvida e o pavio mais pequenino, mais explosiva e incendiária. Não sou má pessoa e não desejo mal a ninguém, mas também choro, também me sinto sozinha, também doi, não sou de ferro e nunca disse que era inquebrável. Sou humana, mulher, menina, mimada e odeio todos os segundos em que estou assim. Sou espontânea, cheia de amor para dar e cheia de vida para viver. E eu quero Viver!!!!!

Dentro de todo o azar eu tenho muito sorte, muita sorte mesmo. Há pessoas que olham por mim, que me ajudam, que me dão a mão, pessoas que por vezes nem me conhecem, que não me são nada, mas por momentos fazem-me sentir tudo.

Obrigada a todos mesmo pelo fundo do coração pelo apoio, o carinho e preocupação que têm tido comigo. Mas eu, dentro do caos, estou bem e sei que vou ficar muito melhor.

Eu sei que neste momento não faço muito sentido, mas foi escrito de coração e sem razão 🙂

Beijinhos

Sofia

Ataque de Pânico ataca outra vez

Antes de começar a escrever sobre este assunto, quero agradecer a todos as mensagens, preocupações e partilhas de casos pessoais que fizeram no meu post de Sábado no facebook, quando disse que tinha voltado a ter um ataque de pânico.

Muito se escreveu e especulou sobre o assunto. Eu só escrevi quando estava no meu porto de abrigo – em casa e quando tiver a certeza que estava fora de perigo. Depois disso, nas vezes que sai de casa evitei ler os vossos comentários e mensagens, para não sentir novamente os sintomas. Desculpem, mas foi para minha protecção.

Para quem não sabe, falar sobre o assunto, pode ajudar a disputar novamente os sintomas. Para quem está acompanhar a pessoa que está a ter o ataque de pânico, por favor mantenha a calma e perguntem e que é necessário fazer, apenas isso e aguardem e estejam atentos. Muitas perguntas, muito stress, muita confusão, pode ajudar a agravar o estado e o piorar a situação.

Eu estava normal, feliz da vida no evento da Carlsberg na Marina de Cascais, em que tinha todas as condições para ter o ataque: Musica alta, um mar de pessoas, luzes, muito frio, mas não o tive.

Estava calmamente a jantar com a minha amiga Ana. Já nos tínhamos rido imenso e comecei a não conseguir engolir. Comecei a sentir a língua a inchar, a saliva a ficar mais espessa e a ficar cada vez mais nervosa. Não sou alérgica a nada de comer…se for é coisa muito recente. Comecei a entrar em pânico a ter que beber agua constantemente para diluir a saliva a falta de oxigénio do sangue me fez começar a ter vontade de trepar paredes e chamar o 112 (coisa que acho que ninguém deve deixar de o fazer).

Lá me fui acalmando…mas sabia que no segundo que deixasse a Ana em casa iria ser o caos, sozinha no carro.

Tentar manter a calma e nunca deixar de conversar connosco mesmo “está tudo bem”, ” vai tudo correr bem”. Telefone mesmo ao lado com o número de emergência e a garrafa de água para garantir que engolia…estava tudo a postos.

Quando entrei na AE…sem saída para trás, os sintomas dispararam e foi assustados e 1ª reacção foi parar o carro e começar a correr a pedir ajuda….tentei acalmar-me, sempre conversando comigo mesma. O ataque foi tão intenso que até abriu as vias respiratórias, como se tivesse finalmente chegado à superfície de uma piscina muito funda. Para os que nunca tiveram, é difícil entender como passamos de seres racionais para loucos, alucinados e descontrolados. Mas garanto que não é por gosto que os temos. É um descontrolo do cérebro, misturado com sintomas que acabam sempre por nos enganar. Os meus são de ataque de alergia, língua incha, glote fecha, etc.

Parei na bomba mais próxima e fiquei dentro do carro a acalmar-me e a programar o novo percurso. Tinha que sair da AE, o ataque seguinte poderia ser bem pior. Preferia dar uma volta maior mas ter a certeza que podia gritar e alguém ouvir-me, parar o carro em qualquer sitio ou procurar ajuda.

Novo percurso, era calmo, tinha casas, prédios, policia, bombeiros, etc….e com calma cheguei a casa!! O acalmar foi imediato.

Eu associo os meus ataques à inflamação da rinite. Nesse dia tinha apanhado imenso sol e o vento e frio e noite devem ter piorado o meu estado. Os sintomas de alergia, apenas são os meus receios dos ataques do passado…de há 10 anos.

Eu felizmente ando bem e nunca mais tive estes problemas. Os meus ataques começaram quando a minha depressão se agravou, há 12 anos e estavam associados a um ex de quem tinha muito medo. Alias passados 12 anos, não consigo se quer imaginar estar na presença dele e espero que nunca na vida me volte a procurar. Recentemente o facebook sugeriu-me como amigo…ia morrendo lol. Mas sou forte, isto há-de passar e em breve vou voltar à normalidade, porque é assim que tem que ser. Os meus fantasmas não podem controlar a minha vida

Peçam ajuda!!! Falem com profissionais sobre os vossos ataques. Encontrem técnicas para se acalmarem . Não tenham medo e não alimentem os ataques com medos e inseguranças, eles não vos podem vencer, são vocês que têm que dar cabo deles.

Protejam-se

Beijinhos enormes

Sofia

As fotos que tiramos antes do ataque

 

Ontem foi Dia de Superar alguns dos Meus Medos

Quem tem boca chega a Roma, eu fui e vim a Madrid!

Ontem foi um dia de superar objectivos e alguns dos meus medos.

Embora eu tenha muita confiança e gostar cada vez mais de arriscar, quando saio da minha zona de conforto, confesso que fico apavorada. Ontem era o dia que iria fazer a minha 1ª Business Trip. Ir e vir no mesmo dia.

1º medo – Não acordar!! Para um voo às 7h da manhã, recomendaram-me a estar as 5h30 no aeroporto e para isso teria que acordar as 4h…hora que normalmente costumo deitar-me – Prova Superada!!

2º Medo – De perder o avião!!! Por me baralhar, por entrar em pânico – Prova Superada!!

3º Medo – Andar de Avião! Não é bem medo, mas quando ele treme, fico desconfortável – Prova Superada, que remédio!!

4º Medo – Não chegar ao meu Cliente e andar perdida em Madrid – Prova Superada!!

5º Medo – Perder o avião de regresso! – Prova Superada!!

6º Medo – Para quem não gosta muito de andar de avião, ter que andar 2 vezes no mesmo dia é dose – Prova Superada!!

Para quem me acompanhou ontem, sabe que acordei a horas, cheguei bem ao aeroporto, apanhei o avião. Felizmente não havia wi-fi durante o voo porque senão iriam ser muitos post a dizer “Odeio pessoas que adormecem ainda o avião não descolou!”…”o avião está a abanar!!!”….”Tenho medo!”…”Alguém me dá a mão?”, “que giro que é o rapaz que vai ao meu lado!!”…”Chegueiiiiii são e salva!!!”.

Quanto ao resto, quem tem boca chega a todo o lado. Felizmente os sinais também ajudam e o nosso instinto natural! Apesar de ter andado e corrido kms dentro dos aeroportos, cheguei a tempo a tudo e foi um sucesso. O avião é que poderia ter abanado menos.

Eu sei que este texto parece ridículo, mas é daqueles medos e receios que todos temos. Uns por uns motivos, outros, por outros. Eu apenas assumi os meus, enfrentei-os e provei-me a mim mesmo que sou capaz de mais do que sempre acho. Adorava ter começado todo este meu processo mais cedo, do que agora aos 40, mas como diz o ditado, antes tarde do que nunca!!! Isso significa que vocês podem o mesmo.

Beijinhos

Sofia

 

Não Desperdicem o Amor que vos Dão!!

Dá Deus nozes a quem não tem dentes e dá Deus um Amor a quem não sabe ou não quer amar.

Este texto é uma revolta a todos aqueles que conseguem destruir das coisas mais encantadoras que a vida nos pode dar. O Amor.

Vejo à minha volta um conjunto enorme de pessoas que não dão valor ao que têm, ou então estão com a pessoa errada.

As inseguranças, as discussões ridículas, os amuou, as infidelidades, as ausências de valores e de credibilidade, enoja-me.

Tanta gente disposta a encontrar um amor, a ter alguém com que pudesse partilhar uma vida, um sorriso, um passeio, um desejo, um sonho, um suspiro e até um sofá e tantas outras a desperdiçarem o que têm.

Valerá tanto assim uma vida a dois assim? Valerá esse tempo perdido?!

Tenho raiva, quando oiço histórias de gente parva, que não tem outro nome que anda literalmente a brincar aos namoros.

Talvez, porque há anos não tenho ninguém, porque sei o quanto me custa não viver o sonho de ser amada pela pessoa que me mereça, não consigo imaginar a minha vida amorosa ser destrutiva, em vez de ser a base da minha felicidade.

O meu conselho é: resolvam-se, conversem, aceitem-se, sejam genuínos, sinceros principalmente com vocês mesmos e sejam dignos do respeito!

O que é desta vida sem Amor e sem sonhos!!

Sejam felizes e façam a outra pessoa feliz!

Beijinhos

Sofia

 

 

 

A Depressão que Mudou a Minha Vida

Ao escrever o texto de 2ª feira “Na Véspera”, comecei a pensar em algumas coisas da minha vida. 

Como nascemos e crescemos com determinados comportamentos e como eles vão sendo alterados ao longo da vida.

Já escrevi algumas vezes aqui, como é que nestes longos anos de existência, continuo a mesma pessoa mas sinto que vivi 2 vidas distintas. O mesmo corpo, pessoas diferentes.

Fui uma criança muito feliz. A rainha da festa e da animação. Muito artista, super saudável, a 1ª a acordar de manhã e era logo para começar a fazer algo útil, fosse a estudar, a pintar, a desenhar, a brincar. Tinha que produzir. Aos 15 anos ganhei a alcunha de Miss Energia, comecei a fazer de tudo para ganhar dinheiro e inventei um negócio que para a idade deu-me algum dinheiro. Tinha um futuro promissor e tudo para ter sucesso.

Aos 20 comecei a deixar-me influenciar por más companhias. Deixava que me deitassem a baixo e aos poucos a minha auto-estima foi descendo. Fui ficando insegura e demasiado servil e prestável sempre para as pessoas erradas, Aquelas que facilmente se apercebem das nossas fragilidades e manipulam-nos e têm nos nas mão e usam-nos, abusam, amarrotam e deitam fora.

Depois de alguns namoros horríveis, aos 28 assumi que tinha uma depressão. Passei a deitar-me tarde, acordar mais tarde ainda e a inercia tomou conta de mim. A confiança era inexistente e a segurança essa, nem sei onde andava. Com isso veio tudo. O choro constante, o sentir pena de mim, a vontade de não fazer nada e a maior parte das vezes até de morrer, a desconcentração, a falta de profissionalismo, o medo de tudo e o pessimismo constante. Odiava-me!! Sentia-me feia, transparente, e um ataque de aqne veio a piorar tudo isto, uma certa anorexia e um cabelo curto à rapaz. Deixei de me sentir mulher. Mesmo assim obrigava-me todos os dias a maquilhar e estar bem vestida, mas via no espelho sempre uma imagem medonha de alguém que não merecia nada, muito menos ser feliz.

A muito custo e com uma enorme vontade de melhorar e de querer ser aquilo que estava destina a ser, fiz psicoterapia….semanal….intensa…durante 11 anos.

Faz agora 1 ano que larguei as consultas e escolhi percorrer o meu caminho sozinha. Aos 40 anos, sinto-me a viver o que deveria ter vividos aos 30. Voltei a ser a pessoa decidida e com a vontade da minha juventude. Sei que posso ir longe, mesmo neste idade e que está dentro de nós as nossas vitórias. Podemos escolher ser quem queremos ser: vencedores ou derrotados, bonitos ou feios, felizes ou tristes, enormes ou ninguém, rodeados pelos melhores ou sozinhos.

Infelizmente com isto ficaram alguns maus hábitos que tenho muita dificuldade de mudar, como o acordar tarde, os maus hábitos alimentares e alguma bipolaridade, mas quem hoje em dia quem não é :)?!

Sou feliz!! Adoro a minha familia, os meus animais e tenho os melhores amigos do mundo. Sei que posso contar com muitas pessoas e acredito que nada acontece por acaso e que há sempre uma oportunidade de recomeçar e pode ser feito tudo da melhor maneira possivel

Tenho imenso orgulho em mim e no que atingi e sinto-me mais bonita e sedutora do que nunca. Tenho o poder em mim e sei muito bem o que quero.

Ainda não tenho a pessoa certa ao meu lado para partilhar tudo isto, mas sei que vai acontecer porque deixei de me contentar com o pouco e vou deixar apenas acontecer quando tiver a certeza que a pessoa vai estar ao meu nivel emocional, intelectual, social etc. Acabaram-se as esmolas em troca do meu Mundo e da minha intimidade. Se eu dou tudo, vou querer tudo também!!

Uma coisa a depressão veio a trazer de bom a vontade de nunca mais voltar a ter uma. A luta automática para não voltar a esse buraco escuro e medonho. Bato no fundo, mas sei quando é hora de voltar para cima, arregaço as mangas com a certeza que irá ser tudo muito melhor.

Beijinhos e obrigada por me lerem e espero mesmo que este texto ajude algumas pessoas a darem a volta e a procurarem a esperança, a vontade e a força interior.

Sofia ou Miss Energia

This is Me Now!!!!!!

Tenho rugas, cabelos brancos, mas tenho milhares de histórias

para contar.

Tenho marcas e desgostos, mas o sorriso esteve sempre lá

Tenho sonhos e pesadelos, mas quero sempre acordar

Vivo o dia intensamente como se fosse tudo terminar.

Só deixo para amanhã o futuro, porque o presente está cá.

Não sou perfeita, mas sou feliz porque sei que tenho tudo

Alma cheia, Fé intensa e Coração constante, fazem de mim um Ser Feliz

Dançar, Cantar, Viver fazem de mim ter orgulho de quem eu sou

A minha beleza vem de dentro

A minha força vem da história

A minha dedicação vem do momento

A minha ambição vem da coragem

Sou Sofia a Energia a mulher menina que quer mudar o Mundo

com um toquezinho de loucura

Beijinhos

Sofia

As pessoas Revelam-se

No outro dia escrevi no meu perfil: 

“….mais cedo ou mais tarde, as pessoas revelam-se…basta darem um bocadinho de espaço e ver com olhos de ver.
O tamanho da desilusão está relacionado com a confiança e expectativa que temos de determinada pessoa ou relacionamento.”.

Gostava que pensassem sobre isto. Há muito tempo que não toco nestes temas, até porque não me tenho desiludido com ninguém, mas há sempre aquela pessoa que faz aquela coisinha que me chateia que eu nunca iria fazer o mesmo, porque sai fora da minha educação e valores.

Nasci rodeada de ditares populares e cedo aprendi que eles se encaixam perfeitamente a quase todas as situações da vida e para este texto o ideal é “Não faças aos outros aquilo que não gostarias que te fizessem a ti”. Tão simples e tão perfeito.

Se têm duvidas de como a outra pessoa vai reagir, basta colocarem-se no lugar dela durante 1 segundo e terão a vossa resposta.

O problema é que vivemos numa sociedade egocêntrica, individualista e egoísta e que cada um por si e poucos por todos ou por nenhum. Interessa que não nos magoem, mas queremos lá saber se magoamos os outros.

Não devia ser assim, mas é. É quase como uma praga que se alastra à medida que os anos passam. Tornamo-nos frios, oportunistas e falsos. Conduzimos como se a estrada fosse nossa e os outros que se afastem ou que se lixem.

Apesar de me achar uma pessoa sensata, amiga, leal e de valores e educação rigorosa, falho, também magoou, não sou perfeita. Há de haver alguém a ler este texto e sentir que a decepcionei algures no tempo. Mas o bom destas rugas e cabelos brancos que carrego é que sempre que o faço tenho uma oportunidade de rever as minhas atitudes e fazer de tudo para que não volte a acontecer ou pelo menos saber pedir desculpa.

Já agora aproveito para pedir desculpas a todos aqueles que desiludi, que deixei de ter tempo, que não respondi ou que falhei como amiga.

Voltando ao assunto inicial, oiçam os sinais, se tiverem ajuda a reconhecerem o caracter de uma pessoa, peçam ajuda aos vossos amigos. Quem não está ligado emocionalmente, tem sempre maior facilidade em ver o que nós evitamos ver.

Beijinhos

Sofia

Eu Amo o Meu País

Hoje é Dia de Portugal, como alias deveriam todos os dias. 

Eu amo o meu Pais de Norte a Sul. Somos uns sortudos por tudo o que temos, desde a história, a cultura, a beleza natural, o tempo, o clima e até os Portugueses.

Mas o que faz este Pais ser tão complicado e viver e hoje em Dia a maior parte tentar na realidade sobreviver?! Por sermos tão afortunados não deveríamos viver num paraíso? Um País cheio de génios e pessoas brilhantes, não seria o suficiente para estarmos à frente dos temas importantes no Mundo?!

Infelizmente o Português tem um antepassado que deixou uma marca fortíssima ainda hoje presente nos nossos genes, conhecido pelo Velho do Restelo, retratado muito bem por Camões nos seus famosos Lusiadas. Quase todos temos um bocadinho desse lado negativo, fatalista, pouco ambiciosos e aventureiro. Deixámos as grandes descobertas e batalhas para serem recordamos nos livros da escola.

Com esse velho nasceu a Burocracia, que condiciona a maior parte dos sonhadores, lutadores, iluminados a vingarem e a tentarem um crescimento para o Pais. E o que acontece a essas pessoas que tentam, que querem fazer a mudança e a evolução? ou desistem ou vão se embora daqui à procura de novos Portos que aceitem os seus desafios. E o que acontece? é que conseguem. Os Portugueses vão sempre deixam marcas positivas pelo Mundo por serem fantásticos e brilhantes. Não é À toa que temos o melhor jogador de futebol do Mundo, o melhor treinador, inúmeros cientistas que descobriram coisas fantásticas para a evolução da humanidade.

É Lamentável que isto aconteça, porque acredito que cada Português que se afastou de Portugal, por uma questão de necessidade, de ambição sente falta e preferia mil vezes estar aqui como nós.

Costumo dizer de brincadeira que Portugal é perfeito o que o estraga são os Portugueses. Infelizmente sofremos de uma falta de confiança geral que nos faz sempre cruzar os braços e esperar que algo mude ou algo melhor aconteça.

Há 12 anos quanto estive em Berlim, 2 amigos alemães, que adoravam fazer férias em Portugal, comentaram que o facto de sermos um País privilegiado em tudo: no tempo, na ausência de catástrofes e que as Guerras de certa forma nos passaram ao lado. Eramos um povo que não sabia ser unido, que não lutava pelo mesmo, que não sabia o que era recomeçar e lutar pelo bem geral a não ser por cada um.

Isso fez tanto sentido para mim, porque sinto que continua a haver a inveja por quem consegue, por quem vence. A inércia de tentar de ser diferente, a ausência de vontade e de sacrifício, o olhar de lado e não assumir que sabe que o próximo precisa de ajuda, a critica constante de quem faz e que humanamente erra…mas fez.

Adorava sentir que nestes momentos complicados, porque todos passamos, estamos mais unidos que nunca. Que acreditamos que tudo pode ser melhor, porque vamos fazer mais por isso. Que a farra é merecida depois do digno trabalho. Trabalho esse que vamos todos conseguir juntos para um Pais mais produtivo.

Nós Portugueses temos tanto para dar a Portugal e ao Mundo. Somos um povo excepcional que parece que ficou no tempo a viver às custas das memórias dos loucos dos passado e não entendemos que temos que ser os loucos do presente e do futuro. Temos tudo para marcar a diferença e sermos brilhantes.

Esqueçam a Politica, porque são todos iguais só muda o nome dos partidos. Façam por vocês, lutem pelo que acreditam, juntem-se a quem vos pode ajudar e dê valor. Sejam mais do que achem que são!! Se podem fazer grande, porquê fazer pequeno?!

Este texto é escrito também para mim, que a maior parte das vezes subestimo as minhas capacidades e tenho receio de arriscar. O que é certo é quando o faço, eu consigo.

Este texto não é uma critica, apenas um desabafo e uma chama de atenção.

Beijinhos Portugueses do meu coração, obrigada por me recebem tão bem nas vossas vidas, seja aqui em Portugal, seja em qualquer parte do Mundo.

Sofia

 

 

Aproveitem o Verão

Mais uma semana que termina e desta vez com um calor quente que amolece durante o dia, mas que refresca durante a noite.

É tão bom chegar a esta fase do ano, em que nos libertamos do peso da roupa, dos gorros, das mantas, dos lençóis de flanela e as meias de lã, para andarmos giros, descontraídos e bronzeados.

O Verão chega e parece que muda tudo, que resolve os nossos problemas e mesmo sem mudar nada, há um brilho que nos faz ter esperança e alivia tanto as preocupações. Apetece rir, sair de casa, estar com amigos, inventar programas e rir mais um bocadinho, dançar e cantar.

Aproveitem este tempo, esta leveza geral do ambiente para investir em vocês, seja no vosso descanso, na vossa felicidade, nos vossos relacionamentos, na vossa vida profissional, emocional, etc.

Nos próximos 3 meses não vão faltar oportunidades para sermos felizes, para refrescar as ideias num mergulho fresco, para pularmos ao som de uma banda, para brindar com um refresco ou um Gin.

Beijinhos e sejam felizes e fotografem tudo, para sempre recordar

Sofia

Ai….um cabelo branco, 2…3..!!!

Um homem de cabelo grisalho ou branco é charmoso, uma mulher é velha!!

Realmente continua haver um pressão social sobre a perfeição das mulheres. Temos que ser lindas e fantástica, esticadas, fit, com pestanas gigantes, saudáveis, charmosas,bem apresentadas e bem dispostas caso contrário somos consideradas “acabadas e chatas”.

Aproveito para dizer que não sou feminista e que apesar de estar a escrever este texto e fazer parte das mulheres que adoram estar perfeitas, eu faço-o, porque me dá gosto ser assim, não para provar alguma coisa. Mas sinto essa pressão quando por exemplo começam a aparecer os amoroso cabelos brancos, mesmo junto à cara….quem os tem sabe que eles nascem de um dia para outro. Um dia está tudo bem no outro “Whattttt onde apareceram estes cabelos brancos!!!”.

Depois começam os comentários…

– “Estás cheia de cabelos brancos?!”… eu sei…eu tenho espelho e uso-o várias vezes ao dia

– “Não vais pintar?!”

Ora bem, eu vou pintar sim, mas eu não consigo arranjar disponibilidade para ir ao cabeleireiro como gostaria e de um dia para o outro. Tenho que esperar ter tempo, que coincida com a disponibilidade do meu cabeleireiro para me fazer as raízes!” Com isso podem passar-se 2, 3 semanas de tortura por cada cabelo branco que aparece ou faz questão de se destacar!!!

E à medida que as semanas passam os cabelos brancos crescem, multiplicam-se, assim como os comentários e parte da minha insegurança!!

Ontem falei com o meu querido Edilson Soares e disse “Vou para o Porto cheia de cabelos brancos!!” Não podes um dia destes inventar uma pasta que esconda os cabelos brancos, só por uns dias, até eu conseguir ir ai?! Pleaseeeeee 🙂

Por acaso comprei há uns anos em NY um produto em forma de mascara de pestanas que a ideia era passar a escovinha pelos cabelos brancos e pintá.los….brilhante, pena que o efeito só durava uns minutos…tirando isso era perfeito .

Pronto foi um desabafo de quem preferia não ter os cabelos brancos e de ter ganho esta herança de família da parte do pai e da mãe!

Beijinhos a todas as minhas querida grisalhas que lutam em esconder a idade

Sofia