icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

Ai Flores ai Flores….(cantiga de amigo)

Primavera é sem duvida a Estação das flores, dos passarinhos, das abelhas e das borboletas.

É uma Estação maravilhosa cheia de cor, de brilho e que transpira felicidade. Confirmo que é umas das minhas favoritas, é o acordar de um hibernar chato e cinzento. A Primavera faz-nos sair de casa, respirar ao puro, ter mais contacto com a natureza e sermos mais joviais

Com a ajuda das tendências voltamos para tons claros, crus, às túnicas, aos vestidos de cortes imperial, às tranças nos cabelos, às madeixas suavemente onduladas nos cabelos longos e soltos, à maquilhagem simples e natural, aos perfumes florais e inesquecíveis.

À cabeça vêm-me as imagens das Ninfa inspiradoras, das Romanas românticas, das Deusas poderosas e das Gregas . Entrámos na época romântica e muito natural em que os nossos atributos se confundem com a beleza das flores e da natureza. Os nossos segredos são partilhados ficam guardados nos cânticos dos pássaros e a brisa leva consigo os nossos sonhos espalhando-os por entre os prados de esperança.

As flores vão ser nossas grandes companheiras em toda esta aventura primaveril. Em tons pasteis, entre rosas, lilases, brancos, crus, azuis claros, verdes, etc. Decorem os vossos cabelos, os tecidos, as malas, os colares, os acessórios, as casas e a alma. Uma imagem muito pura e nostálgica entre coroas e raminhos incertos mas verdadeiros.

em baixo partilho convosco umas sugestões.

No domingo vou a u picnic e irei com uma coroa de flores linda que comprei ontem e que já partilho no facebook

Beijinhos e Boa Primavera

 

Versatilidade da Túnica

Uma peça de roupa pode esticar? é claro que sim!!!!

Algumas peças de roupa podem ser usadas de diferentes maneiras, em diferentes ocasiões, por diferentes pessoas e em diferentes fases da vida e momentos.

Vejam o caso da minha túnica que tem mais de 2 anos e comprei num super saldo da H&M, por 10 €.

Normalmente uso dentro da saia como se fosse uma camisa. Dá um look mais arrumadinho e elegante. Seria proprio para um almoço, um cocktail, uma reunião.

Mas quando quero descontrair coloco-a para fora e assumo a túnica. Hoje estou com uma saia, mas já usei com calças de ganga ou outro material.  Como não gosto de estar sem contornos e larga, mantenho o cinto para marcar a minha cintura, que pode ser mais fininho ou mais grosso conforme o gosto de cada pessoa.

Como a túnica na realidade é de grávida, mas ninguém tem que saber, quem sabe um dia ainda não a volto a usa-la quando estiver nesse momento maravilhoso de me tornar mãe 🙂

Espero que vos ajude a usarem a vossa roupa para diferentes fins e a brincarem com ela, é uma forma de a “esticar” e sentirem que estão a usar peças diferentes quando na realidade é sempre a mesma

Beijinhos e muitas felicidades

Sofia

 

 

Passos para uma vida Melhor

Quando algo de mau nos acontece, como por exemplo o fim de um relacionamento, a 1ª coisa que se começa a fazer é deixar de cuidar de nós. De seguida deixamos de gostar e aos poucos vamos deixando de nos arranjar, sair, divertir, combinar com os amigos e dentro em breve a rotina passa a ser da cama para o sofá sem tirar o pijama e sem ganhar o dinheiro por passar pela casa partida.

Não reclamem que ainda não terminei.

É um acto perfeitamente normal e não estou a criticar, porque inconscientemente ou não é o que quase toda a gente faz, seja de que sexo, raça ou feitio. É como em tudo, uns ultrapassam melhor fazendo-se à vida logo de seguida, até para mostrar e atirar a cara de quem se perdeu que se está numa boa. Outros é mais fácil fazerem-se de vitima e sofrerem muito, queixarem-se, chorarem-se, etc etc.

Eu estou incluída no 2º grupo, houve vezes que até eu já estava farta de mim mesma a reclamar lol. Torno-me uma seca e chata. Mas de uma coisa tenho a agradecer, porque é genético, à minha querida mãezinha é que nunca deixei de me arranjar. Seja o que for que me tenha acontecido, levanto-me tomo banho, maquilho-me direitinho, visto-me engraçadinha e depois sim vou enterrar-me no sofá a sentir pena de mim com um comando na mão a rezão que não dêem romances na televisão. Mas também não dura muito, há um dia em que digo devo estar parva…e começo a sair e a fazer coisas por mim 🙂

E digo isto a toda a gente. Já basta por dentro sentirmo-nos uma porcaria por dentro, a imagem do espelho parecer horrorosa para ainda ajudar à festa se não cuidarmos dessa imagem. Ao menos assim quando passamos por um espelho podemos dizer…”Olha afinal não está tão mau como eu pensava”! Isto é o passo nº 1 que deve acompanhar-nos para sempre.

O passo nº 2 é não ficar em casa. Não te apetece sair?!…temos pena…SAI!! Vai comer um gelado, vai “bater perna” no shopping…vai deitar o lixo à rua, mas sai de casa. Respira ar puro (bem no caso do lixo recomendo que tapes o nariz), vai ver pessoas,  cruza-te com alguém  desafia um amigo, um colega, vai à praia ver os surfistas, ou dá uma simples volta de carro. Mas vai de casa, faz qualquer coisa, não cries raízes no sofá porque para as cortar vai demorar imenso tempo. E depois em casa não vais conhecer ninguém ..ou estás à espera que o senhor do filme sai da televisão e entre na tua sala?! Vai sai :), prometo que te vai saber bem.

O mal das depressões é que são igualmente silenciosas e solitárias. Quando achamos que é apenas uma fase pode ser o principio de algo muito complicado que vai afectar todos os campos da nossa vida: emocional, profissional, espiritual, familiar, bem estar, saúde, ets.

A vontade de mudar, de melhorar está sempre dentro de nós e em mais ninguem. Chama-se força de vontade e é muito complicada de se conseguir, mas uma vez interiorizada….parece um ferrari é sempre em frente a acelarar

Beijinhos enormes e que se já que o sol da primavera não vos ilumine ao menos que seja a lua 🙂 que essa continua sempre a brilhar

Sofia