icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

O que elas gostam mais neles

Deram-me este desafio dificil de escrever sobre o que uma mulher procura num homem. Na realidade não sei bem o que escrever nem devo ser a pessoa mais indicada para o fazer, estou sozinha, não procuro ninguém e acho que ninguém me encontrou ainda.

Mas mesmo assim e porque não sou mulher para dizer que não a certos desafios, acho que consigo escrever alguma coisa sobre o assunto.

Em vez de pensarmos nos gostos das mulheres no geral, até porque não posso falar por casa uma, vamos ver o que nós procuram nas diferentes idades.

Quando eu era mais nova entre os 15 e os 20 anos queria rapazes com olhos verdes, morenos, mais velhos que tivessem dentes e mãos bonitas e que fossem porreiros e divertidos.

Depois dos 25 queria alguém que me desse algum conforto, que gostasse de casar e de ter filhos, um casal de preferência, que a minha família gostasse muito e que fosse tudo muito divertido. Se ele tivesse mais de 30 era o máximo porque de certeza que já teria a vida organizada e já era considerado um homem.

Agora na casa dos 38, depois de algumas relações falhadissimas, com pessoas erradíssimas, que bateram completamente ao lado dos meus desejos e sonhos (continuo à espera do moreno com olhos verdes lol) já só peço alguém que me respeite, que me trate bem, que goste de mim, seja meu amigo e que me faça rir (pode ser rico que não me importo lol) e que não me chateie e que goste muito de animais.

Mas independentemente dos meus ideia utópicos, acho muita graça a barbudos, carecas, rapazes na casa dos 30 (ou menos) e que estejam muito bem tratados de ginásio sem entrar em exageros e que não se depilem totalmente e que tenham um sorriso lindo. Os antipáticos são um desafio para mim e acho o máximo o mau rapaz que no final afinal é um querido. ahh também tenho queda para miúdos com jeito para o desporto e que sejam melhores com os seus amigos. Se forem cavalheiros entusiasma-me mas se disserem tudo com bues e buedas já não é para mim. Homens vaidosos e que se cuidem é o máximo, mas se demorarem mais tempo do que eu a arranjarem-se, se forem mais vaidosos do que eu e se algum dia pedirem-me roupa emprestada….acabou tudo entre nós e passamos apenas a ir às compras juntos.

Afinal de contas, após umas valentes patadas na minha história afectiva , aos 38, depois de achar que o amor verdadeira é só para alguns e eu definitivamente não estou incluída, voltei aos adjectivos básicos dos meus 15 anos, em que escolho o rapaz pelos seus atributos e não por aquilo que na realidade ele é? Bem que gostaria que fosse assim, porque de certeza sofreria bem menos e mesmo estando nesta fase dormente em que não sinto rigorosamente nada por ninguém, não consigo estar com alguém só por estar e mais me vale estar sozinha a fazer o que goste do que estar com alguém e passar um frete.

Antes de procurar o rapaz ideal e dos meus sonhos, procuro pessoas interessantes que saibam intelectualmente dar-me espasmos de alegria e que me ensinem coisas novas e que me mostrem que eu posso fazer muito melhor. Preciso de pessoas que me inspirem e que me façam sentir viva.

Mas na realidade o que é isto de queremos e procurarmos alguém com determinadas características. É realmente tão linear esses atributos com que nos sentimos atraídos ou é um conjunto que faz o pacote? Vale a pena preocuparmo-nos em como devemos ser para agradar alguém, ou que gostem de nós pelo que somos?

Na minha pouca experiência sobre relações, mas vasta em decepções, acredito que a autenticidade é o que nos faz apaixonar pela outra pessoa, não me serve de nada as farsas e os jogos, os géneros as mentirinhas, se isto depois com o tempo vai acabar por se revelar e depois acabamos por descobrir que afinal estávamos com outra pessoa completamente diferente daquela por quem nos tinhamos apaixonado lol.

O importante é que cada um se sinta bem na sua pele, na sua pessoa. Se acha que é hora de mudar, de começar a preocupar-se com determinados assuntos, como por exemplo com a aparência, é com cada um e faça-no por si e nunca por ninguém  Garanto que tanto as mulheres como os homens ficam muito mais atraente genuínos e autênticos.

Beijinhos e sejam felizes

Sofia

 

Acessório é que manda

Hoje inverti as coisas e em vez de me vestir e colocar um acessório. O acessório foi o ponto de partida para todo o look.

É claro que isso pode acontecer, estamos numa fase em que as tendências são as jóias ostensivas, grandes, valiosas, pesadas, mesmo que seja falso, parece que somos todas milionárias (em sapatos do chinês lol).

Mas apaixonada como estou pelo colar da Bijulandia ele foi a primeira peça a colocar de manha (mesmo antes da lingerie, porque essa combino com a roupa) e graças às cores fui escolhendo a camisa, a saia os sapatos e os restantes acessórios (na realidade dois deles passaram a fazer parte dos meus looks que é o anel da Globe e a pulseira da Bijuteria com Significado

 

O resto foi uma questão de cores, camisa verde petróleo, saia nude, sapatos coral e acessórios dourados, tudo com as cores do colar.

E para vocês entenderem como é fácil, fiz o mesmo com outro colar, não tão vistoso, mas mais “pró” étnico e o resultado foi igualmente giro, só mudei os sapatos 🙂

Hoje quem mandou foram os colares, amanhã quem saber será um anel, um cinto ou até uns brincos.

Assim ajuda a fazer looks naqueles dias em que achamos que não temos nada para vestir ;).

Acham que estou preparada para ir conhecer a Barbara Guimarães? 🙂

Beijinhos grandes e obrigada por tudo

Sessão de Fotos

Finalmente as minhas fotos tiradas em Seteais, estava a morrer de curiosidade.

Tive a sorte de ser fotografada pelo excelente fotografo de Moda Paulo Martins e o seu Sócio Nuno Sousa.

O meu querido Edilson da Unique foi pentear os meus cabelos e faz sempre delicias nos meus ondulados. O procblema é que apetece que o  cabelo fique sempre assim.

Desta vez quis relaxar a o Iuri Pitta tratou-me da produção e trouxe me peças lindas de morrer que combinaram muitissimo bem com o ambiente maravilhoso e romântico de Seteais.

A maquilhagem fi-la eu muito simples que mudou um bocadinho conforme as fotos. Apesar do tratamento das fotos, que nenhum fotografo dispensa o photoshop ou light room, sem maquilhagem o resultado não iria ficar da mesma maneira. A maquilhagem ajuda em imensa coisa, a eliminar as olheiras a dar expressão no olhar, a definir as maçãs do rosto, a tapar algumas imperfeições, etc. Por isso, é que insisto sempre na maquilhagem quando se faz uma sessão de fotos, mesmo que seja pessoal. Uma maquilhagem de propósito para fotos, em que a base seja perfeita mas não faça mais rugas, que o blush se veja sem deixar-nos com ar bebadas e que o olhar arrase no final.

Hoje sinto-me bem e linda graças a 1 foto, mesmo sabendo que estou com uns kilos a mais desde que fiz a sessão em Fevereiro. Sou mulher e mereço que olhem para mim e que me elogiem e que me eu própria me sinta fantástica!!!

À hora do almoço pensava nisso mesmo, porquê não ei-de fazer de tudo para me sentir fantástica e única! Acredito que uma das nossas missões aqui na terra é sermos felizes e fazermos outras pessoas felizes. Nem faz sentido termos nascido para sofrer (apesar de algumas pessoas parece que sim 🙁 ). Mas enquanto pudermos e tivermos forças vamos fazer para alcançar os nossos sonhos. Garanto-vos que se não o fizerem ninguém o fará por vocês. Há coisas que parecem impossíveis mas estão mais perto do que pensam só precisam é de tentar, experimentar, fazer, estudar, etc.

Gosto imenso de me arranjar e de me sentir fantástica e infelizmente nem sempre a minha cabeça (estado de espírito)  corresponde à minha maneira de vestir e ultimamente não me ando a sentir fantástica com nada. Isolei-me, sentei-me e baixei os braços e estou com muito dificuldade de lá sair. Preciso espairecer, sentir-me vida e saber que ainda viro algumas cabeças. Isto de estar carente e sozinha não é fácil, às vezes temos que ir buscar energias a olhares de estranhos. Triste…mas é uma realidade lol

Por isso hoje senti-me viva através de uma imagem, que mesmo que não seja completamente o que sou hoje, é um orgulhoso “Fui assim….aos 38 anos fui assim :)”. Gosto de mim e enquanto eu for a minha melhor amiga farei de tudo para me sentir especial e a melhor e única no mundo, só preciso de vez enquanto tentar acabar com aquela vozinha que me deita a baixo e que me manda sentar no sofá e que me faz sentir a mulher mais sozinha do mundo (mesmo que isto seja um exagero but I’m a Drama Queen).

Esta é a minha mensagem de hoje, como já foi de outros dias. Façam para se sentirem lindas e maravilhosas, mesmo que isso não implique saltos altos, saias travadas, quilos de maquilhagem. Só precisam descobrir o que vos realiza, o que vos faz sentir vivas, únicas  especiais, maravilhosas e felizes.

Aproveitem e passem esta mensagem às vossas mães, filhas e amigas já que este Domingo é Dia da Mãe.

Beijinhos enormes Sofia

PS. Obrigada pelo carinho que todos os dias partilham comigo e por fazerem parte da minha vida

 

Gordinhas

Para quem tem umas graminhas a mais, ou quem tem mais graminhas do que deveria ter, não deve ser nada fácil isto de andar na modas e das tendências e conjugar peças.

1º porque cá em Portugal é difícil encontrar roupa a cima do L e do XL, depois a que se encontra não costuma ser jovem e fresca

2º porque às vezes as pessoas não têm noção do corpo que têm.

3º porque algumas meninas acham que se anulam ou desaparecem se não se arranjarem.

Vamos falar dos 3 pontos sem vos baralhar:

Mas antes de falar gostava de esclarecer uma coisa. Isto é a minha opinião não é regra nem obrigação. Cada um faz e usa que gosta e se sente mais confortável. Este post não é uma critica mas sim para ajudar pessoas com mais dificuldade em vestir o seu corpo

1º Ponto

Há em Portugal uma falha enorme no mundo das marcas roupas para pessoas maiores que o L. Até há pouco tempo era inexistente e apesar de sermos uma população que está a engordar, esse aumento não tem atraido o suficiente a marcas internacionais a criarem um espaço de referência. O mesmo também não tem acontecido com as marcas nacionais.

Felizmente algumas cadeias como a Natura, Primark, La Redoute, C&A, H&M já começam a ter esses artigos e tamanhos disponíveis à mão de todas as carteiras.

Muitas meninas e senhoras têm recorrido a sites online para terem mais escolha e variedade, recebendo depois os artigos em suas casas. ou então fazendo roupa à medida (o que sai bem mais caro)

2º Ponto

Gostava de fazer referência que sabendo e assumindo as caracteristicas do corpo, podemos comprar peças de roupa a pensar nelas de forma a visualmente diminuir o tamanho. Por exemplo caso a cintura seja mais estreita, ou as ancas proeminentes, ou a perna é gordinha, etc. Vamos jogar com essas características a nosso favor 🙂

Por exemplo.

Peito Grande

O truque é usar decote em bico ou em V, como preferirem de forma a destapar a zona do colo. Não tem que ser exagerado para nada que esteja a mais sair, mas o suficiente para libertar e esticar o pescoço.

Por isso, evitar decotes subidos quando mais se taparem, mais as maminhas vão parecer maior, mais marcar vão deixar nos tops ou t-shirts. Não usem porque acham que tapam e ninguém

vê…enganam-se, dá muito mais nas vista e pode ser motivo de conversa

evitar: decotes subidos, camisas com folhos e bolsos na zona do peito que possam aumentá-los ainda mais de tamanho

Ancas Largas

Ancas largas é um problema para muitas, mas eu acredito que hoje graças a meninas como a Beyonce, a JLo e a Kim Kardashian, passou a ser moda. Os homens quase todos adoram uma bela anca, mas em mim confeso que me faz confusão. Para quem as gosta de assumir, acho que faz muito bem. Uma mulher segura vale por muitas. Para em não gosta de ver evitar calças afuniladas em baixo e usar as que vão a direito ou ligeiramente boca de sino. Não precisam usar calças largas para disfarças, quanto mais largo…mais largas parecem.

Das ancas largas evitem calças de bolsos por favor a não ser que as queiram aumentar ainda mais.

Pernas Curtas e Gordinhas

Pernas curtas lembram-me sempre uma senhora pequenina que usava calças de marroquinho, sabem das descaídas no coz? de costas parecia que a senhora tinha o rabo nos joelhos e não estou a exagerar porque eram mesmo largas e descaidas. Para aumentar as perninhas nada melhor que uns saltos altos principalmente dos nude e sem tiras no tornozelo. Para as pernas gordinhas sapatos com tiras nos tornozelos ou botins com saias nem vê-los…ficam mais curtas e mais largas. É necessário que o corpo respire .

Pescoço curto

Respirar, deixem o vosso pescoço respirar, tudo o que puserem para tapar vai encurtar ainda mais a distancia da cabeça aos ombros

Nada de golas altas, golas levantadas, decotes subidos, lenços demasiado apertados à volta do pescoço, gargantilhas, colares grandes e subidos. Deixem que se veja pele libertem essa zona. O mesmo devem fazer com o cabelo…torna-lo mais curto até à linha dos ombros.

Braços largos

Como disse em cima é tudo uma questão de gostos e de as pessoas se sentirem mais à vontade, até porque no Verão apetece andar à fresca. Mas para quem não está confortável a mostrar os braços mais largos, usem blusas ou tops a com uma ligeira manga e mesmo que adorem um top de alças largas tentem acrescentar um tecido fluido para a zona dos braços. Vão sentir-se mais confortáveis. Cuidado com as camadas dos top’s de alça por cima das t-shirts…aumenta o volume.

Cintura

Marquem a cintura, mesmo para quem é gordinho e tenha cintura marquem-na com cintos e faixas, dividir o corpo ajuda a parece mais estreito. Descubram a vossa zona mais estreita a cintura pode ser em diferentes sítios.

Para quem não tem cinturas as túnicas são solução ou então com o blazer os camisas simulem a cintura

3º Ponto.

Não se deixem de arranjar. Aquele espírito de que não vale a pena já não existe, ou que só usam roupa larga para não chamar a atenção…desde quando?! ainda chamam mais. Maquilhem-se, penteiem-se, mimem-se. Têm todo o direito a ser femininas. Quem disse que uma mulher gordinha não pode ser feliz?! Mesmo que tenham duvidas com a roupa brinquem com os acessórios :), aproveitem tudo ao máximo

Acima de tudo sejam felizes e assumam o vosso corpo e brinquem com as tendências sabendo sempre os vossos limites .

Já agora o preto não é cor que nos faz mais magro, mas sim o corte é que interessa. Deixo-vos alguns exemplos de meninas que assumiram o seu tamanho

Beijinhos gordinho e formosos e Bom fim-de-semana

Sofia

Antes cedo do que tarde de mais…

Para quem não sabe aos 12 anos tive que fazer uma dieta para perder 5 kilos.

Pesava mais do que peso actualmente e como estava em fase de crescimento o médico acho que era melhor controlar o meu peso desde cedo, já que eu tinha a tendência para engordar e comer demasiado e só coisas com altas calorias, como papas de cerelac, sobremesas de goiaba, queijo e geleia, etc.

Assim foi, aos 12 em pleno Agosto estava a fazer uma dieta controladissima pela minha mãe (Não têm ideia quanto :)). e o meu dia alimentar consistia no seguinte:

Peq. Almoço – meia carcaça (sem manteiga) com os possíveis ingredientes: queijo, fiambre, presunto, marmelada

Durante a manhã: 1 peça de fruta de preferência maçã ou iogurte liquido magro e sem açúcar

Almoço: sopa apenas com legumes e água (sem azeite e óleo , grelhados – peito de frango, bife ou peixe acompanhado por 1 colher de arroz ou massa (sem óleo ou azeite) ou cozidos como bacalhau ou pescada

podia acompanhar com tabasco, ketchup, molho inglês (acho que durante 1 ano nem consegui comer ketchup

Durante a tarde: 1 peça de fruta de preferência maçã ou iogurte liquido magro e sem açúcar

Lanche: meia carcaça (sem manteiga) com os possíveis ingredientes: queijo, fiambre, presunto, marmelada

Jantar: o mesmo do almoço.

Antes de deitar: copo de leite

Sim morri de fome, andava esganada a ver os meus amiguinhos na praia a comerem gelados e eu só estava permitida a babar (até porque também ajuda a perder peso lol). A minha mãe não me deixava fazer nada de errado e zangava-se muito comigo e controlava-me imenso, um dia com uma galheta quase cuspi a pastilha que tinha na boca (porque também tinha açúcar . E relembrava-me a terrível conversa que tive no médico “quer que a sua filha fique uma baleia?!! é isso que quer para ela?!””. Sim, não foi o médico mais simpático e charmoso que conheci, mas já devia saber que com crianças não é fácil manter rotinas e a fazer sacrifícios, por isso há que os apavorar!!.

Mas valeu a pena tudo o que fiz, e agradeço muito à minha mãe ter contribuído para isso, porque para ela também não devia ser fácil ver-me sempre com o estômago colado às costas da fome que passei. Mas alguém tinha que ter força de vontade e com 12 anos duvido que fosse eu ter.

Depois deste sacrifico, tive fases mais gordinha e tive fases mais magrinha, mas nunca pesei mais do que devia. Alias o mudar dos meus hábitos alimentares em criança, por causa da dieta tornaram-me uma pessoa muito mais picuinhas com gorduras, molhos e tudo demasiado condimentado. Adoro grelhados e cozidos e o meu estômago passou a ser mais pequeno e menos necessidade

O facto de nunca ter venerado chocolate, nem sobremesas também ajudou muito a manter a linha, sou uma enjoada, uma garfada é suficiente para provar, gostar e enjoar.

A minha grande luta foram os vegetais e começar a gostar deles. Hoje em dia não amo, mas já consigo comer brócolos, alface, rúcula (que é óptima para drenar), tomate chupeta, etc

Quanto a dietas recomendo que procurem alguém que entenda sobre o assunto e não inventem ou façam loucuras que lêem na net ou nas revistas. Uma refeição equilibrada tem que ter um pouco de tudo (por isso é que eu podia comer marmelada e presunto na minha dieta). O exercício físico é necessário e por favor não pensem que uma lipoaspiração vai resolver o problema e tirar todas as gorduras, é uma tortura que pode ser fatal (conheço historias horríveis de lipos que correram mal), para se emagrecer é necessário o sacrifício e muita força de vontade e nunca deixar de ter acompanhamento médico para saber se estamos a perder a gordura certa. Prometem?

Beijinhos enormes e cuidem de vocês 🙂

Sofia

 

Oh Tempo não voltes para trás

Passei a maior parte da minha vida a querer correr mais depressa que o tempo.

Vivia tudo tão intensamente que fazia a festa ainda nos preparativos e depois a festa sabia-me a ressaca. Não consegui saborear nada, nem sentir, porque sobre de antecipação e não pelo gosto do que a coisa me dava.

Felizmente, ainda a tempo, aprendi a esperar, a baixar e controlar os níveis de ansiedade e a entender que tudo sabe melhor na altura certa e que de muito menos vale a pena forçar que uma coisa aconteça. Tudo, tem o seu tempo e se não acontecer…é porque não tinha que acontecer. Mentalizada disso, tudo ficou mais bonito, fácil e acessível porque a taxa de desilusão e muito menor.

Hoje posso afirmar que o Tempo é o meu melhor amigo porque me deixa viver e saborear a vida. E que o tempo perdido é coisa do passado, quando usava não usava o tempo para nada.

Para além de tudo que é bom aproveitar o tempo é usar o tempo para conhecer uma pessoa. Por exemplo nos relacionamentos de hoje em dia acontecem na loucura total (parece até que alguém está a cronometrar), em 3 dias já se conheceram, casaram e divorciaram….ahh e tiveram filhos. As pessoas envolvem-se pelos motivos errados e nem tempo para se conhecerem.

Garanto que se fossemos fazer uma analise ou uma auditoria aos casais,a maior parte não deveria ter nem dado o 1º beijo. As pessoas ligam-se pelos motivos errados e a maior parte sem se conhecer e depois muitas vezes é tarde para voltar atrás e o comodismo é outra característica das pessoas.

Para além disso a Ophra dá uma óptimo conselho. No inicio de uma relação (e pode e deve ser na fase em que as pessoas ainda se estão a conhecer, a jantar fora, etc), vejam os sinais, tenham atenção. Principalmente as meninas que desligam o botão do bom senso e ligam os flashes, os aplausos, as purpurinas e não vêm mais nada à frente…é tudo lindo e perfeito. Mas garanto que não é.

Façam o teste entes de se envolverem fisicamente com uma pessoa, saiam com ela umas 4 a 6 vezes antes até de um beijo e estejam atentas, deixem-no falar, reparem nos movimentos, nas atitudes e garanto que se conseguirem fazer uma analise racional a probabilidade de ficarem com essa pessoa é muito pequena a não ser que estejam desesperadas.

Aconteceu-me recentemente, há muito tempo que achava graça a um rapaz e na ultima vez que fomos lanchar (ainda não tinha acontecido nada e já era o nosso 4º encontro), a sedução acabou, deu-me o clique “não é isto que quero e não vou ser feliz com ele”. Então discretamente e suavemente ando-me a afastar. Ah quero explicar que a pessoa não está a sofrer, não anda atrás de mim. É mesmo algo natural e se calhar ele também sentiu o mesmo o que é certo é que depois disso também não me procurou mais.

Mas isto para explicar que o tempo é realmente nosso amigo. Quando damos tempo temos tempo para conhecer e darmo-nos a conhecer às outras pessoas e assim evitamos perder tempo, porque ele não volta para trás e tempo perdido é muito irritante

Beijinhos e Boa semana para todos

 

Passatempo Gerador de Vapor

 

Passatempo Gerador de Vapor

Diário de Batom & FLAMA

www.facebook.com/diariodeumbatom e www.facebook.com/Flama.PT

Vá admitam que poucas de vocês gostam de passar a ferro, mas com este modelo da  Flama até dá vontade de passar tudo e a toda a hora.

Para além da beleza exterior e do maravilhoso rosa, este modelo de uma marca portuguesa é fantástico e vai facilitar muito a vossa tarefa. O ferro vai deslizar na vossa roupa e graças ao vapor vai ficar tudo sem uma única ruga.

Se querem ganhar este Gerador de Vapor 552FL no valor de €69,99 basta:

Fazer like nas páginas Diário de um Batom  e na Flama.pt

Entra neste link e preenche os teus dados e estarás automaticamente inscrita.

https://docs.google.com/forms/d/1VlUR6HGdi0IXzprXl68s4_Mw6UxgcXe_GatGW-fBrG4/viewform

Deves receber um email que garante a tua inscrição e não precisas fazer mais nada (nem enviar mensagem, nem escrever nos comentários, etc)

Tens até dia 25 de Abril (so são consideradas as inscrições no link).

A partir do dia 26 de Abril vou sortear a vencedora através do sistema random.org!

Atenção:

Só podem participar mulheres com morada em Portugal e não é permitido participar mais do que 1 vez com o mesmo perfil.

Passatempo a decorrer de 18 a 25 de Abril.

Ai Flores ai Flores….(cantiga de amigo)

Primavera é sem duvida a Estação das flores, dos passarinhos, das abelhas e das borboletas.

É uma Estação maravilhosa cheia de cor, de brilho e que transpira felicidade. Confirmo que é umas das minhas favoritas, é o acordar de um hibernar chato e cinzento. A Primavera faz-nos sair de casa, respirar ao puro, ter mais contacto com a natureza e sermos mais joviais

Com a ajuda das tendências voltamos para tons claros, crus, às túnicas, aos vestidos de cortes imperial, às tranças nos cabelos, às madeixas suavemente onduladas nos cabelos longos e soltos, à maquilhagem simples e natural, aos perfumes florais e inesquecíveis.

À cabeça vêm-me as imagens das Ninfa inspiradoras, das Romanas românticas, das Deusas poderosas e das Gregas . Entrámos na época romântica e muito natural em que os nossos atributos se confundem com a beleza das flores e da natureza. Os nossos segredos são partilhados ficam guardados nos cânticos dos pássaros e a brisa leva consigo os nossos sonhos espalhando-os por entre os prados de esperança.

As flores vão ser nossas grandes companheiras em toda esta aventura primaveril. Em tons pasteis, entre rosas, lilases, brancos, crus, azuis claros, verdes, etc. Decorem os vossos cabelos, os tecidos, as malas, os colares, os acessórios, as casas e a alma. Uma imagem muito pura e nostálgica entre coroas e raminhos incertos mas verdadeiros.

em baixo partilho convosco umas sugestões.

No domingo vou a u picnic e irei com uma coroa de flores linda que comprei ontem e que já partilho no facebook

Beijinhos e Boa Primavera

 

Versatilidade da Túnica

Uma peça de roupa pode esticar? é claro que sim!!!!

Algumas peças de roupa podem ser usadas de diferentes maneiras, em diferentes ocasiões, por diferentes pessoas e em diferentes fases da vida e momentos.

Vejam o caso da minha túnica que tem mais de 2 anos e comprei num super saldo da H&M, por 10 €.

Normalmente uso dentro da saia como se fosse uma camisa. Dá um look mais arrumadinho e elegante. Seria proprio para um almoço, um cocktail, uma reunião.

Mas quando quero descontrair coloco-a para fora e assumo a túnica. Hoje estou com uma saia, mas já usei com calças de ganga ou outro material.  Como não gosto de estar sem contornos e larga, mantenho o cinto para marcar a minha cintura, que pode ser mais fininho ou mais grosso conforme o gosto de cada pessoa.

Como a túnica na realidade é de grávida, mas ninguém tem que saber, quem sabe um dia ainda não a volto a usa-la quando estiver nesse momento maravilhoso de me tornar mãe 🙂

Espero que vos ajude a usarem a vossa roupa para diferentes fins e a brincarem com ela, é uma forma de a “esticar” e sentirem que estão a usar peças diferentes quando na realidade é sempre a mesma

Beijinhos e muitas felicidades

Sofia

 

 

Passos para uma vida Melhor

Quando algo de mau nos acontece, como por exemplo o fim de um relacionamento, a 1ª coisa que se começa a fazer é deixar de cuidar de nós. De seguida deixamos de gostar e aos poucos vamos deixando de nos arranjar, sair, divertir, combinar com os amigos e dentro em breve a rotina passa a ser da cama para o sofá sem tirar o pijama e sem ganhar o dinheiro por passar pela casa partida.

Não reclamem que ainda não terminei.

É um acto perfeitamente normal e não estou a criticar, porque inconscientemente ou não é o que quase toda a gente faz, seja de que sexo, raça ou feitio. É como em tudo, uns ultrapassam melhor fazendo-se à vida logo de seguida, até para mostrar e atirar a cara de quem se perdeu que se está numa boa. Outros é mais fácil fazerem-se de vitima e sofrerem muito, queixarem-se, chorarem-se, etc etc.

Eu estou incluída no 2º grupo, houve vezes que até eu já estava farta de mim mesma a reclamar lol. Torno-me uma seca e chata. Mas de uma coisa tenho a agradecer, porque é genético, à minha querida mãezinha é que nunca deixei de me arranjar. Seja o que for que me tenha acontecido, levanto-me tomo banho, maquilho-me direitinho, visto-me engraçadinha e depois sim vou enterrar-me no sofá a sentir pena de mim com um comando na mão a rezão que não dêem romances na televisão. Mas também não dura muito, há um dia em que digo devo estar parva…e começo a sair e a fazer coisas por mim 🙂

E digo isto a toda a gente. Já basta por dentro sentirmo-nos uma porcaria por dentro, a imagem do espelho parecer horrorosa para ainda ajudar à festa se não cuidarmos dessa imagem. Ao menos assim quando passamos por um espelho podemos dizer…”Olha afinal não está tão mau como eu pensava”! Isto é o passo nº 1 que deve acompanhar-nos para sempre.

O passo nº 2 é não ficar em casa. Não te apetece sair?!…temos pena…SAI!! Vai comer um gelado, vai “bater perna” no shopping…vai deitar o lixo à rua, mas sai de casa. Respira ar puro (bem no caso do lixo recomendo que tapes o nariz), vai ver pessoas,  cruza-te com alguém  desafia um amigo, um colega, vai à praia ver os surfistas, ou dá uma simples volta de carro. Mas vai de casa, faz qualquer coisa, não cries raízes no sofá porque para as cortar vai demorar imenso tempo. E depois em casa não vais conhecer ninguém ..ou estás à espera que o senhor do filme sai da televisão e entre na tua sala?! Vai sai :), prometo que te vai saber bem.

O mal das depressões é que são igualmente silenciosas e solitárias. Quando achamos que é apenas uma fase pode ser o principio de algo muito complicado que vai afectar todos os campos da nossa vida: emocional, profissional, espiritual, familiar, bem estar, saúde, ets.

A vontade de mudar, de melhorar está sempre dentro de nós e em mais ninguem. Chama-se força de vontade e é muito complicada de se conseguir, mas uma vez interiorizada….parece um ferrari é sempre em frente a acelarar

Beijinhos enormes e que se já que o sol da primavera não vos ilumine ao menos que seja a lua 🙂 que essa continua sempre a brilhar

Sofia