icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

A Lista Que Pode Mudar a Vossa Vida

Depois dos desabafos que escrevo no blog, ou nas fotos que publico, ou dos temas lançados nos directos e nos vídeos é normal receber muitas mensagens de meninas (e algumas vezes rapazes) a partilharem comigo a sua história, ou a pedirem-me ajuda ou soluções.

Primeiro quero dizer que me sinto muito honrada por confiarem algo tão intimo comigo e sei que não é fácil falar mas o mais importante foi feito que foi assumir e aceitar que têm um problema e que se querem ficar melhor.

Infelizmente não consigo dar soluções rápidas ou formulas que vão mudar as suas vidas porque tudo o que haja mudança ou alteração tem que partir da própria pessoa e da vontade que ela tem de mudar. E por vezes isso é o mais dificil, arranjar forças, afastar as pessoas ruins e negativas, começar de novo, enfrentar novos desafios. Convenhamos o que já se conhece acaba por ser confortável mas também é o que nos destrói.

Então para as pessoas que sentem que não conquistaram nada na vida, que não merecem, que não são capazes, sugiro fazerem uma coisa e eu irei fazer também, porque eu mesmo estou cansada de me desvalorizar e se há tanta gente que continua a dizer coisas incríveis sobre mim se calhar até têm mais razão do que eu e tenho a certeza que convosco irá ser igual.

Agarram numa cartolina A3 e dividem ao meio e escrevem como Titulo em cada metade

“Conquistas” e “Por Conquistar”

e por baixo de cada titulo vão escrever o que conseguiram até hoje conquistar na vossa vida e o que gostariam de ter alcançado. Cartolina na vertical, vamos pensar grande gente :).

Para além de no final isto dar-vos uma percepção sobre vocês muito mais incrível do que pensam, ajudar-vos-á a perceber o que vos falta fazer. Assim já se podem organizar para dar o passo seguinte.

Não se preocupem sobre os temas pode ser tudo, desde emocional, profissional, desporto, “Laland”, romance, amor, hobbies, etc. Mas é importante terem esse foco e essa determinação.

Depois enumeram as prioridades e mãos à obra eu já estou super entusiasmada com a minha lista e não vejo a hora de começar.

Quando terminarem coloquem numa zona da casa ou do trabalho que seja bem visível para vejam várias vezes, que ser orgulhem do que já fizeram e que conquistem mais depressa o que pretendem.

Não se esqueçam:

  • não deixem para amanhã o que podem fazer hoje,
  • não atrasem os sonhos
  • não digam que não a uma oportunidade
  • não tenham medo de serem felizes

Beijinhos e força

Boa Páscoa

Sofia

cof
cof

De Mim Mesmo

Após a minha foto sem maquilhagem partilhada esta manhã no instagram seguido de um texto profundo um amigo meu enviou-me uma mensagem a dizer-me “Não tens motivos para tanta insegurança”

Eu sei disso, sou a primeira pessoa a condenar-me por ser assim, mas infelizmente é uma realidade que viveu mais tempo comigo do que esta nova pessoa que gosta de si.

É como se fizesse parte da minha genética estar sempre a colocar-me defeitos, ou a deitar-me a baixo ou destruir-me e se não é por uns motivos será por outros. Passo o tempo entretida a tentar esconder as falhas com os saltos altos, a maquilhagem, as roupas giras, os argumentos interessantes, porque não realidade não consigo assumir que sou uma pessoa que tem tudo para ser feliz e realizada por não ser perfeita.

Podem acreditar ou não mas quando passei a maior parte da minha vida, cerca de 30 anos a ouvir coisas horríveis ou porque era burra, ou porque era baixa, ou porque era chata, ou porque era insegura, ou porque era feia ou porque não tinha conseguido, ou porque isto ou por aquilo e mesmo tendo crescido com uma família incrível e amigos maravilhoso, que nunca me fizeram sentir isso, mas a restante tralha de ex namorados, amigas vigaristas, as falsas amizades, contribuam para este perfil inseguro. Eles não contribuíram sozinhos claro, eu fui a principal responsável porque deixei, porque tinha esperança que assim iriam gostar de mim. Coisa que obviamente não ajudou.

Por isso reside dentro de mim este material de pessoa instável, insegura, que se acha incapaz de tanta coisa apesar de ir fazendo outras mil e pior é achar que não tenho conteúdo suficiente para ser amada. Com a mudança da idade, com o aumentar de peso, são apenas novos brinquedos para alimentar as paranóias destrutivas.

Podem ter certeza de uma coisa que eu safo-me, vou andando como os interruptores umas vezes para cima e outras para baixo e consigo por muito que vá ao fundo renovar-em, reinventar-me e voltar a voar. Estes meus desabafos para além de serem uma forma de me estabilizar, como um tapa na cara, mas também servem para milhares de pessoas que não têm acesso a psiquiatras, psico-terapeutas, a formulas mais rápidas de recuperação. Eu vejo e sinto que há tanta gente a sofrer por ai e uma forma de ser o exemplo é sentir que estou a contribuir para alguém mudar de vida muito mais cedo do que eu mudei a minha.

Ninguém merece crescer assim e garanto-vos que eu preferia mil vezes não passar por isto pois para mim, muito mais do que para vocês é uma autêntica tortura emocional que acaba por afastar mais pessoas do que seria normal.

Hoje acordei e senti-me bonita, senti-me especial e mais forte e feliz…simplesmente feliz e quis partilhar com todos porque que incentivar as pessoas a dizerem e assumirem que podem gostar de si.

Pode ter sido pelas mudanças que fiz em minha causa desde a consulta de Feng Shui da Raquel Dominguez ou pelo tratamento de rosto (lifting asiático) a que fui submetida ontem pelo salão Corte e Arte em Alfragide ou pela aula de dança La Femme, mas o que é certo é que voltei a sentir uma leveza dentro de mim e uma paz e que me deixa assim a flutuar.

Obrigada a todos pelo carinho e pelas milhares de mensagens e post que recebi, eu realmente tenho mesmo muita sorte em vos ter na minha vida e não é com isto que eu não valorize é apenas às vezes ter medo de não a merecer.

E podem não acreditar mas eu gosto muito de mim caso contrário não estaria sempre a tentar salvar-me e a crescer

Beijinhos e cuidem-se, amem-se e sejam bons para os outros

Sofia

 

Just Keep Swimming

Hoje eu dei por mim a chorar compulsivamente enquanto limpava o chão da cozinha de mais um xixi dos meus cães. Soluçava enquanto dizia “Não aguento mais estou farta disto!”

A rotina cansa-me e mata-me e o facto de não conseguir mudar algo tão simples na minha vida enlouquece-me e a prova-me de que falhei.

Mas será que falhei apenas na educação dos meus cães ou na minha própria educação. Como lhes posso pedir rotinas quando eu vivo trocada há anos. Gabei-me de ser boémia de dormir aos bocados e por turnos. Divertia-me jantar tarde e fazer o que bem me apetecia. Enquanto os outros dormiam eu era rebelde nos meus horários. Agora ando a pagar com as noites mal dormidas a sentir a pele a envelhecer, não só pela idade mas porque a desgasto.

Fartei-me e quero ser normal. Quero jantar cedo, ver televisão cedo, deitar-me cedo e aproveitar o dia com um sorriso logo pela manhã.

E porque não consigo sorrir quando acordo? Que peso é este que sinto quando me levanto que me dá uma inercia e uma vontade de voltar a adormecer e viver alimentada pelos meus sonhos irreais e impossíveis, onde ainda me vejo como uma menina de 20 a ter todos os frutos da vida.

Será normal ter que espalhar frases por toda a casa de motivação para me sentir especial e bonita! Que partilhe fotos antigas na esperança que a dieta que finjo fazer me faça perder os kilos que ganhei com o acto heróico de ter deixado de fumar? Que tenha que recorrer a cartomantes, leitura de aura, feng shui para sentir que a minha vida vai mudar que vou conseguir alcançar o sucesso merecido, encontrar um amor e ser feliz e todas me confirmarem que sou uma pessoa especial e diferente?.

E o que é ser feliz? Que cliché tão pesado nos colocaram nas mãos nestes últimos anos. Andamos aqui todos na luta diária “Eu tenho que ser feliz, eu tenho que ser feliz” que na realidade acho que tudo de bom nos deve passar ao lado.

Não seria mais fácil apenas viver pelo simples facto de ser fantástico?! Há sempre a necessidade de provar que vamos ser os melhores, que somos geniais, que não vamos falhar que iremos cumprir o que esperam de nós e que a beleza se não for eterna…morre entre as lembranças e o passado.

Estagnei como a água parada e por muito que me movimente sinto que ando às voltas e que volto sempre ao mesmo sitio, ao mesmo sitio, ao mesmo sitio, ao mesmo sitio. Aos poucos tornei-me feia, suja, baça, cansada, monótona e que a beleza que um dia tinha em que o meu brilho reflectia a beleza dos outros, passou a ser apenas uma mera poça de lama suja.

Como saio daqui, não sei. Como volto a sentir-me forte, linda, única, imparável, amável, confiante? Como acordar feliz e cheia de garra? Coisas que normalmente acontecem quando estou fora de casa e da minha zona de conforto, faz-me sentir viva e imparável…depois volto e volta tudo ao mesmo sitio….ao mesmo sitio…ao mesmo sitio.

A grande questão é que estarei mesmo eu à quem daquilo que devia ser, ou apenas sou demasiado exigente para mim e que devia contentar-me com o que tenho? e aceitar….e aceitar-me

Na semana passada ouvi 2 coisas que mexeram comigo. Alguém que me perguntou “Porquê não te permites a ser feliz?” e que quando as coisas parecem paradas….”Just Keep Swimming” e não é o que tenho feito?!

Beijinhos

Sofia a inconformada

 

 

 

 

 

 

O que esperar do Futuro e do Destino?

Não sei se vocês acreditam nestas coisas das Bruxas e do Tarout, na Sorte e no Futuro, mas tenho a certeza que vos deixa curiosos pelo menos.

Eu passei pelas incertezas todas, os receios, a desconfiança, até chegar ao ponto da minha vida em que decidi aceitar que me deitassem as Cartas. Foi precisamente há uns 3 anos e até hoje é algo que procuro várias vezes durante o ano e adoro.

O meu maior receio era que me contassem desgraças, coisa que uma boa profissional nunca deve fazer. A função dela é dar directrizes para nos ajudar a entender e a resolver a vida. A leitura das Cartas serve de guia em que nos ajuda a entender o presente, a ver o futuro próximo, como os outros nos vêem a nós, o que já está arrumado do nosso passado e dá dicas sobre a nossa situação actual e daquilo que somos.

Basta baralhar, fazer as perguntas e aguardar pela resposta do Universo

Para mim passou a ser mesmo uma ferramenta, um apoio para a minha vida profissional e pessoal do qual não dispenso quando estou mais perdida, em baixo, em período de mundaça.

Quero acrescentar e sublinhar que isto são guias e directrizes para utilizarmos no dia a dia, até que não seja para nos dar a força para mudar uma tendência. Já me aconteceu, com a informação que me foi dada, eu dar uma “volta” ao destino e  contrariar uma tendência.

Deixo-vos o meu contacto da minha Guia Espiritual, que hoje em dia é já de várias amigas minhas –

Lucinda.freitas2009@gmail.com ( o espaço fica em Algés)

Beijinhos e Bom Futuro

Sofia

 

cof
cof

8 Anos de Mim e 8 Anos de Vocês

Xiiii já passaram-se 8 anos desde que comecei timidamente o Diário de um Batom. Sabia lá eu o que isto iria dar e muito menos no que se tornou.

Posso afirmar que são 8 anos de mim mas são 8 anos de vocês também. Tudo o que fiz saiu dentro e foi o mais puro, o mais transparente, o mais sincero. Fui várias vezes atacada por falar demasiado sobre mim e a minha vida pessoal, mas eu só queria ajudar quem estava a passar pelo menos, queria partilhar que para além de ser uma mulher igual a tantas outras, com defeitos, inseguranças, amor, desgostos, sucessos, perdas, havia uma saída, uma alternativa à dor e obviamente queria aliviar algum peso dentro de mim.

Mas aos poucos e apesar das criticas dos meus amigos, que se preocupavam com a minha segurança em bem estar, vi que conseguia chegar a alguém, fui fazendo a diferença aqui e ali, com alguém que começava a cuidar-se mais a preocupar-se com a sua aparência e principalidade com a sua beleza interior. Isso fui sempre a melhor recompensa de ter criado o Blog.

Aprendi a partilhar sem esperar por nada. Fossem as partilhas simples, complexas, fúteis, felizes e de dor, o importante é chegar a alguém e creio que tive sucesso nessa área.

Obviamente que para mim o blog foi a recompensa de uma vida. Foi apenas a prova de que eu consigo e que não havia nada de mal em mim apenas sou Humana e irei sempre falhar ou ter defeitos e ser menos que alguém, mas isso nunca deverá ser impedimento de viver um Sonho e nestes últimos anos vivi imensos sonhos que apesar de terem vindo tarde na idade continuam a estar cheios de vontade de serem reais. E eu não vo deixar de sonhar e tu vais?

A expressão “Não Consigo” e é “Tarde Demais” deixaram de fazer parte do meu vocabulário e devem deixar de fazer parte da vida de todos aqueles que pretendem ser felizes e sentirem-se realizados. Tudo é possível quando a alma não é pequena já dizia o poeta e agora subscreve a blogger.

Não deixem para amanhã o que querem fazer hoje. Façam e pensem depois. Organizem-se e assumam a vossa identidade e as vossas vontades. Não tenham medo de falhar tenham medo por não terem tentado e no vosso caminho não se esqueçam de dar a mão a quem precisa de partilhar a mesa com quem não tem. Não há mal algum em ajudar no processo do crescimento já ajuda a enriquecer o coração.

Sejam bons uns para os outros e aceitem e respeitem as diferenças. O Mundo é gigante e há espaço para todos assim como há sempre espaço para ter um coração grande e de ouro. Inspirem-se, Respirem e Inspirem.

Muito obrigada por acompanharem as minhas loucuras, a minha viagem, a minha vida tem sido um prazer para mim estar do vosso lado

Beijinhos Enorme

Sofia

bdr
bdr

Hoje Celebra-se e Amanhã?!

Hoje celebra-se o Dia Internacional da Mulher. Este dia representa a luta pela igualdade e pelo direito ao voto, às mesmas oportunidades escolares e profissionais que os homens.

O que me custa aceitar este Dia é necessidade de ele ter que existir. A mulher para mim é igual ao homem. Somos feitos da mesma maneira, nascemos da mesma maneira por causa de uma mãe e de um pai, crescemos e morremos.

Existem diferenças físicas, emocionais, como psicológicas, mas isso acontece entre todos os seres humanos e não é por isso que deva existir descriminação.

Chamam-nos de sexo fraco porque temos menos força física que um homem, mas quem aguenta as dores do parto? e porquê devemos ser comparadas pelo tamanho dos músculos quando se fala em força intelectual? ou vamos todos trabalhar num ginásio ou nas obras?

Dizem que somos menos capazes profissionalmente, mas quem é considerado Multitask, porque conseguem fazer várias coisas ao mesmo tempo? porque é conhecida por depois de um longo dia de trabalho ir limpar a casa, cozinhar tratar dos filhos e quem sabe ainda ter tempo para o ginásio para estar linda e gostosa?

E o Qi, mas porquê existe a necessidade da comparação e desde quando a mulher é mais limitada intelectualmente de que um homem?

Se formos a pensar em todos os pormenores talvez por isso devêssemos ganhar mais, trabalhar menos horas, ter sempre o apoio de todos por sermos a geradoras das gerações, uma questão de respeito à Mãe!

E em vez de continuarmo-nos a preocupar entre a diferença dos sexos, as pessoas serem vistas e avaliadas como pessoas. Não acho que um homem tem que necessariamente executar qualquer função melhor que a mulher, cada pessoa é um exemplo e merece todas as oportunidades que as outras.

Será que me faço entender? Neste texto não tem a ver com guerra dos sexos, tem a ver com algumas mentalidades que continuam a achar que somos o sexo fraco. Really?!

E já agora meninas se se orgulham tanto em serem mulheres e neste dia em particular, porquê não começam por aceitar as outras mulheres como elas são? Sabem que acabamos por descriminar a “nossa gente” mais depressa que os homens? Somos às vezes mais machistas que eles e destruímos o ego mais depressa e deitamos a baixo e temos uma tendência feia em julgar as outras sem antes sabermos a verdade?

Desculpem o desabafo e a sinceridade, mas já me conhecem. Eu gosto de honrar as datas importantes 365 dias por ano e não apenas no dia. Se é para respeitar se é para aceitar se é para amar tem que ser hoje, amanhã e para todo o sempre.

Genuinidade é uma excelente característica e fazer um post com palavras bonitas e imagens e rosinhas não faz de nós melhores pessoas, faz apenas pessoas falsas porque lá no fundo não se cumpre o figurino.

Pensem bem e conversem com os vossos botões e tenham a certeza que cumpre e dignam o Dia da Mulher não a rotulando como outro sexo, mas como Ser Humano que merece todo o respeito assim os homens, os animais a natureza e tudo o resto.

Feliz Dia da Mulher e há tanto mas tanto a escrever sobre este dia

Beijinhos

Sofia

 

 

Saber Envelhecer

Como é envelhecer?

Olho-me no espelho e dou por mim a procurar as minhas imperfeições. Mais uma ruga perto da boca, a outra já está mais cavada. se baixo a cara ela descai e perde a firmeza que me habituei a ver, então subo e sorrio para tudo ficar no sitio, mas depois as rugas ficam marcadas, etc. Há um jogo do estica ali, levanta acolá que é muito doloroso.

Quando aparece o 1º cabalo branco é divertido, mas não arrancas para não nascerem mais 6, mas eventualmente esses 6 nascem, mas 8 mais 12, mais 30 e de repente já está a ter que pintar o cabelo de 3 em 3 semanas, não porque vais mudar de visual ou porque é divertido, mas para esconder os brancos que passaram a ser uma tortura visual e que envelhecem o teu look jovial.

O corpo tendem em mudar e é preciso o dobro do esforço, da dedicação para ver resultados e se paramos e se estamos uns dias sem treinar volta tudo ao ponto de partida, aquele que nos fez arrancar e é longe de ser estimulante dá quase uma vontade de desistir, mas se paramos tudo piora, tudo murcha, por isso toca a treinar, subir escadas, ter uma vida mexida e saudável.

É dura esta experiência porque sabemos que daqui para a frente não vão existir o milagre que volte o tempo para trás, aquilo que nos faz confusão só vai ter tendência a piorar. E sabemos disso e quando vai chegar o dia em que nos vamos habituar a olhar para um espelho que nos explique e que ainda somos bonitas e especiais mesmo com rugas, cabelos brancos, gravidade flácida.

Mas depois há a experiência, a maturidade a clareza. Não trocava por nada esta força, a determinação, a evolução que tenho vividos nestes últimos tempos. A vontade de fazer o que gosto e cada vez ser mais precioso todos os minutos que passo comigo e com aqueles que escolhi e permiti que fizessem parte da minha vida.

A forma intensa com que vivemos, experiência mos os sabores, as cores, as paisagens, os momentos é mágico. A ganância com que queremos aprender, saber mais e partilhar conhecimento não há como controlar.

Depois vem a sabedoria e a forma como encara-se a vida; muito mais despreocupada, mais sincera, mais pura e menos doentia pela perfeição. Queremos viver porque queremos e sem grandes explicações.

Sabemos rir com vontade, choramos por motivos reais, temos medo mas não deixamos de ir, sabemos que o Amor doí, mas que sabe tão bem acordar ao lado de alguém que nos Ama. Conhecemos o sabor da dor, a amargura da perda e temos consciência que faz parte da vida. Não damos conselhos ao acaso ou porque fica bem. Aprendemos a ouvir e a falar na hora certa. Dizemos disparates nas horas da palhaçadas, mas sabemos que na hora de enfrentar tudo, arregaçamos as mangas, fazemos o pino para que a coisa aconteça.

Enfrentamos diariamente um espelho que nos teima em que mostrar as imperfeições, mas que reflecte a vida que tivemos, a beleza interior, a força, as lutas, as batalhas vencidas e mesmo as que perdemos, os momentos de glória, as loucuras que fizemos e as vezes que recuámos porque tivemos medo.

Somos Imperfeitos, porque somos Reais, Somos humanos e seremos sempre Mortais!

Beijinhos e Excelente fim-de-semana

Sofia

Ps. foto sem filtro nem tratamento, apenas está na boa luz 😀

 

 

Hoje Pode Ser o Início de Tanta Coisa Boa Na Vossa Vida

Olá minhas queridas e meus queridos eu sei que tenho andado tão caladinha aqui pelo blog, mas às vezes é tanta coisa de trabalho, mais a vida em si que sobra pouco tempo para escrever e partilhar convosco algumas ideias.

Mas elas não deixaram de existir apenas concentram-se noutras redes sociais porque tornam-se mais rápidas e imediatas de partilhar.

Felizmente a vida corre-me bem e mesmo se não corresse eu diria que corre.

Tornei-me naquelas tolinhas optimistas em que tudo é bom. A vida é boa, o sol e bom, o frio é necessário e a chuva tem que ser para regar os campos e os encher os rios, etc. Evito dramatizar e transformar numa catástrofe coisas banais que são normalissimas de quem vive, sai de casa, anda no transito, trabalha….de quem VIVE!

E por falar em viver, vocês têm no feito como é suposto? Já agora de que lado vocês estão, do lado dos problemas ou do lado do sucesso? Hoje ouvi um guru de assuntos básicos e simples da vida e que os transforma em coisas tão óbvias que até irrita, a dizer que por norma o ser humano passa tanto tempo concentrado nas suas fraquezas que nem se lembra das suas qualidades e sucessos, concordam? Fiquei a matutar nisso e faz tanto sentido que felizmente é uma visão minha que tenho do passado. Apesar de cada vez mais ser muito exigente comigo tento concentrar-me nas coisas boas e crescer.

Bolas se há 20 ou 10 anos atrás alguém me dissesse que eu iria ser assim tão positiva, bem disposta, naturalmente feliz, saudável e despreocupada eu iria dizer que essa pessoa era maluca.

Realmente muita coisa aconteceu e mudou nestes últimos anos e foi uma luta, um caminho, uma jornada incrível e bastante dura e que foi nada mais nada menos do que ir ao encontro daquilo que eu estava destinada a ser. Digamos que houve um desvio da minha essência durante a adolescência quando comecei a acreditar que era um ser inferior, que não merecia ser feliz e principalmente quando comecei a ouvir o que outros e a preocupar-me com o que elas pensavam de mim.

Se isso acontece convosco, isso vai ter que acabar hoje (é dos melhores conselhos que vos dou). Mais vale ser daqueles maluquinhos que estão sempre a rir, bem dispostos, são os palhacinhos dos grupos, os que dançam e cantam no carro e falam sozinhos e adoram rir de si mesmos, do que alguém infeliz, triste, preocupado com tudo pessimista, carrancudo e viverá sempre a sentir-se sozinho por mais acompanhado que esteja.

Dizem que as 2ª feiras são boas para começar algo fica aqui quem sabe o inicio da vossa viagem interior que irá durar para sempre.

Beijinhos positivos

Sofia

 

Do Coração

São Valentim não é so para os namorados mas para mim serve para celebrar o amor.

Seja da família, de amigos, de pessoas que marcaram a nossa vida.

O destino é escolhido por vocês e o que oferecer também.

Mas se é algo do coração o melhor presente é este porta-chaves feito com tanto amor, carinho e dedicação pelo jovens com deficiência em Vizela, AIREV facebook.com/airev – “Do Coração

Imaginem a emoção para quem faz e a mesma para quem oferece e recebe.

Por apenas 9€ vocês podem fazer alguém sentir-se especial, útil, criativo, produtivo.

E mesmo que não tenham a quem oferecer é uma peça linda para ficar convosco. Foi o que fiz com a minha .

Para Mudar é Preciso dizer Não

Por muito que tentes, por muito que treines, por muito que sues, por muitas calorias que gastes, por muito que comas bem, por muitos cremes e tratamentos que faças se não começares a dizer que NÃO às outras coisas todas erradas, as certas não vão nunca funcionar.

Não há resultados sem sacrifícios e é preciso dizer:

Não aos jantares fora

Não às sobremesas

Não ao pão da entrada

Não aos petiscos

Não às gomas

Não às batatas Fritas (custa tanto)

Não aos doces e Bolos

Não aos Fritos

Não aos dias inteiros sentados no sofá ou no escritório.

A mudança tem que partir de ti e para ti. Não estás a fazer um favor a ninguém apenas a querer melhorar de vida.

Este texto é escrito em particular para mim que não consigo negar o pão, às batatas fritas e à coca-cola quando como fora. Eu sei que os resultados não serão os mesmos enquanto eu não começar a dizer que Não.

Beijinhos e Bom fim-de-semana

Sofia