icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

Working Girl

Confesso que às vezes não é fácil ter um blog e ter um trabalho e fazer a gestão de todas as redes sociais, (facebook, instagram, blog e youtube) e garantir que nenhum deles receba menos atenção, assim como o meus Clientes na empresa.

Todos os dias ando de um lado para o outro de tripé na mão para me fotografar na minha hora de almoço e garantir que o look do dia esteja fresco e actual.

Um desafio que me propus há muitos anos e até hoje tenho cumprido á risca e de forma diária, faça sol ou faça chuva.

Não consigo escrever no blog de forma diária porque às vezes é complicado ter assunto e transforma-lo em palavras e conteúdos que vos faça vir ler. Ser pertinente, original e assertivo é muito importante para quem tem um blog.

O canal do Youtube, reservo sempre umas horas de almoço para vos gravar o video, naquele intervalo em que todos os funcionários da empresa estão fora. Assim fico mais à vontade para montar o meu estúdio e conversar convosco durante uns10 min. Raramente faço edições para não ter que fazer montagens e assim torna-se tudo muito mais simples e rápido. Sei que perco com isso, mas antes fazer algo do que não fazer nada.

Entendo perfeitamente que o facto de não conseguir passar tanto tempo quanto gostaria à volta do meu Mundo Diário de um Batom afecta muito a qualidade dos meus conteudos e que acabo por não evoluir tanto quanto gostaria. Mas felizmente tenho um trabalho que me ajuda na minha vida pessoal e de que gosto muito de fazer.

Para quem não sabe trabalho em Marketing Relacional e Digital. Um negócio de família que tem quase 30 anos e que eu trabalho desde os meus 15 anos.

Partilho isto convosco para encorajar quem está sempre a encontrar motivos e desculpas para não arrancar com um sonho. Seja ele qual for. Este é o meu e adoro a minha vida. Sempre fui muito determinada e desenrascada e no gosto de complicar. Quando se complica é uma forma camuflada de atrasar aquilo que desejámos.

Beijinhos enormes e os sonhos são para tornar realidade

Sofia

Tornar-te a Tua Inspiração

Gostas muito de espreitar nas redes sociais as vidas dos outros e ficar a sonhar como poderia ser a tua?

Então porquê não começas a colocar em prática esses sonhos?

Até quando irás adiá-los? Imagino que já tenhas ouvido dizer que só se vive uma vez? e Não sei já deste conta, mas isto tudo passa a correr!

Faz uma lista do que gostarias de mudar na tua vida, em ti, nas tuas rotinas e amanhã é um excelente dia para começar, ou porquê não hoje?!  Isto de deixar tudo para 2ª feira é apenas uma desculpa para adiar e não começar coisa nenhuma.

Achas que quando deixei de fumar disse…na 2ª começo?! Nãaaaa…..foi no momento em que ia fumar um cigarro olhei para ele e disse “Não fumo mais!”. Guardei-o na mala e até hoje não voltei a fumar…já se passaram 2 anos 10 meses. E sinceramente não me lembro como foi o meu ultimo cigarro, se foi o melhor da vida. Mas lembro-me de como vivo feliz sem tabaco e sinto-me muito orgulhosa de ter conseguido deixar de fumar.

O mesmo se passa com tudo o resto. Com as dietas, as idas ao ginásio, viagens, etc. Quando decides ir ou começar, vai, caso contrário estás mais uma vez a adiar aquilo que tanto queres….SER FELIZ!

Quem sabe, em breve alguém irá espreitar a tua vida para se inspirar nela? e te tornarás não só a tua inspiração, como a inspiração de outra pessoa?!

Beijinhos enormes e sejam felizes e façam por isso

Sofia

 

5 Manias a Evitar Quando Terminas um Namoro

Eu sou a típica pessoa “não faças o que eu faço, mas faz o que eu digo”. Mas se eu pudesse voltar a trás certamente estes seriam os conselhos que iria seguir.

Escrevo sobre este tema, pois na semana passada cruzei-me com algumas amigas de coração partido por relacionamentos que tinham corrido mal. E jesus que aquilo estava feio!!!Cada vez que diziam que já tinham superado, rematavam com um comentário que provava exactamente o oposto. Terminarem com “eu nunca mais quero ter ninguém” é o mais bullshit que se pode dizer. Porque todos queremos alguém e viver uma história de amor, por isso parem de enviar essa mensagem ao Universo e comecem a viver o que a vida destinou para ti.

1º Seguir Compulsivamente a Pessoa pelas Redes Sociais

Como disse a minha psicoterapeuta quando dei entrada nas 1ª consultas de psiquiatria por causa de um coração, mente e corpo partido foi, “Longe da Vista, Longe do Coração”. Nada melhor que desligar completamente do ex namorado. A cada like, publicação, vais ficar doentes e a fazer filmes com quem ele já anda, ou com quem ele já se enrolou e que ele não estão a sofrer, bla bla bla etc.

Vai custar muito desligar, vai doer tanto como arrancar um braço, eu sei, mas mais vale acalmares com a distancia a mente do que estares sempre a esbarrar com ele.

2º Não Tentes fazer-lhe Ciumes ou Inveja

Miúdas lindas, vou explicar-vos uma coisa, um homem quando perde o interesse ou deixa de gostar, ele não quer saber o que se passa nas vossas vidas, ele vai sentir que todas as fotos com rapazes ou as fotos “estou aqui a divertir-me imenso apesar de só me apetecer chorar e voltar para os teus braços” são falsas e até vai ter alguma pena de vocês e vai ser a melhor forma de o afastarem definitivamente das vossas vidas. Garanto-vos que no dia que ele sentir que vos perdeu emocionalmente é o dia que ele vai voltar a procurar-vos. Felizmente nessa altura vocês já não estarão interessadas. E por favor não voltem só por vingança, o tiro vai sair-vos pela culatra!!

3ª Acaba com as Mensagens e Publicações Clichés de vitima e de Coach de algibeira 

Ui até já perdi a conta de quantas fiz, sempre que acabava uma relação achava que conseguia chegar aos seus corações, ou aliviar a minha dor colocando mensagens “ama-te a ti mesma”, etc. Tentem controlar essa tendência e prometo que vão ser mais felizes, pelo menos vão mostrar que estão a sofrer elegantemente e em silêncio. Ser uma lady na mesa e uma lady nas publicações..

4º Para com as Comparações e a  Dizer mal dele

“Eu estou muito melhor que ele”, ele não é nada na vida!”, “eu vou ser muito mais feliz sem ele!”. Consegues ouvir-te agora que estás a ler? Está tudo tão errado! O Daila Lama deve ter mil dicas para isto e uma delas de certeza que é: “se estás melhor, não precisas de o rebaixar para te sentires superior”. Soa super a falso e garanto-te que ninguém cai nessa. Faz sim a tua vida para viveres bem contigo e em breve tudo irá mudar. Mais depressa do que imaginas

5ª Novos Dates

Não acho mal que conheças novas pessoas, acho mal estares a sofrer a arrancar cabelos e achares que um novo date vai resolver os problemas do Mundo e que se vão apaixonar quando ainda pensas noutra pessoa. O que mais provavelmente irá acontecer é passares o jantar todo o falar do teu ex e para isso não há homem que aguente e mesmo que se envolvam (pois achas que o teu coração ficou curado enquanto comias a sobremesa), garanto-te que no dia seguinte este homem não te vai procurar e vais ficar a achar que és as mulher mais horrível do mundo.

Cura primeiro o teu desgosto de amor e depois volta ao mundo dos dates e dos engates e aproveita e instala o tinder. quando se recupera de um coração partido é mais do que normal haver a fase de puta. Todos passam por isso até os homens.

Não te dou estes conselhos porque gosto de te ver sofrer, bem pelo contrário, quero-te a sorrir e feliz e apaixonada, mas pelo homem certo.

Eu sei quanto custa acabar um relacionamento e achar que perdemos para sempre a pessoa que amamos (ou que gostamos muito), mas se não deu certo é porque há alguém muito melhor que irá ocupar esse lugar, mas enquanto estiveres agarradas a esse relacionamento falhado, errado e acabado, mais dificil vai ser de encontrares a pessoa certa.

Eu não sou aquela amiga que passa a mão pela cabeça e diz “ele vai voltar”, eu sou aquela amiga, que se achar que o relacionamento não faz sentido para ti, diz: “espero que vocês não voltem, para o teu bem”.

Pensa nisso enquanto estão a arrancar as tripas a leres este texto e pergunta dentro do teuu estômago (parece que sofre mais que o coração), valerá ele a pena para tanto drama e dor? Será que éramos mesmos felizes? Ele é a ultima coca-cola do deserto? Quero alguém melhor para mim?

Depois de responderes, enxuga as lágrimas, maquilha-te, arranja-te, põe-te gira e poderosa, olha-tte no espelho e diz “eu gosto de mim e por isso quero o melhor para mim!” Repete até te convenceres da verdade.

Beijinhos e sejam muito felizes sozinhas ou acompanhadas

Sofia

 

 

 

Tornei-me no que mais Temia!

Quando era criança tinha 2 tias solteironas. Uma, atribuíamos ao facto de ter muito mau feitio e a outra de ser muito exigente. Olhava para elas com pena e pensava que triste que deve ser estar com esta idade sozinha e sem filhos. Coisas de crianças que tenho a certeza que vocês compreendem.

Os anos foram passando e aos meus 43 anos ainda não casei, nunca vivi com alguém e o meu namoro mais longo, 7 anos foi tudo menos o amor da minha vida. Tive um pai mais que um namorado. Foi uma relação que me deu coisas muito boas e no final deu-me a pior prova de todas…a infidelidade geral e absoluta de todos e quaisquer compromissos e valores.

Tive vários paixões, mas nunca vivi uma história de amor que não fosse inventada na minha cabeça. Não passam de recortes de várias comédias românticas que vim acumulando nos últimos anos.

Este ano, em Setembro irei fazer 7 anos que não tenho namorado e quase 2 que não tenho nem um mísero date ou um beijo.

Sim, sou exigente, picuinhas e é, e tem sido um grande impedimento para conhecer pessoas ou dar-me até ao luxo de aceitar um café com um estranho. Sinto que todos me mentem e enganam e que têm sempre algo a esconder sobre as suas intenções.

Se eu fosse a minha coach sentimental, diria-me: se não sentes confiança com essas pessoas é  porque muito provavelmente tens razão. A tua intuição alguma vez te deixou mal?

Fechei as portas de qualquer conhecimento vindo das redes sócias e várias vezes sou chamada de antipática porque não dou conversa, nem mostro o mínimo interesse. Realmente porque não estou interessada.

Na verdade fartei-me é isso é o que mais me assusta. Meti na cabeça que os homens não olham mais para mim e eu não tenho paciência para eles. Para as suas inseguranças, frustrações e infantilidades.

Da mesma forma como acho piada a rapazes novos, entendo perfeitamente que não achem piada a mim e que procurem as meninas bonitas e jeitosas.

E por muitos tarots que faça, mapas astrais, hipnoterapia, em que todas vêm o homem da minha vida a caminhar na minha direcção o raio do homem não tem maneira de chegar. Confesso que gostava mesmo de ter alguém que me acompanhasse nas minhas aventuras, que criássemos juntos a mesma história, que me entendesse, que me lesse nas minhas linhas tortas e me ajudasse a colocar as vírgulas nos sítios certos.

Quanto a filhos a esperança é sempre a última a morrer. Ja fiz os testes, só preciso colocar um dinheiro de parte e decidir o dia. Mesmo que nunca lhe possa dizer ou mostrar quem é o seu pai, posso sempre dizer eu serei a tua mãe para sempre. Longe de ser aquilo que tinha imaginado para mim, mas mais perto do que imagino.

Nos entretantos, vivo a vida como me apetece, não me deixo que esta falta me impeça de nada e de muito menos ser feliz. Até porque, até sozinhos podemos ser felizes, só precisamos é de nos amar, ligarmo-nos a família, aos amigos e ir em frente, aproveitar esta liberdade ao Máximo sem arrependimentos.

Agora entendo que na realidade as minhas tias solteironas tinham tudo, só não tinham um grande amor e filhos.

Beijinhos enormes

Sofia 🙂

Todos os Dias são Dias de Liberdade

Liberdade para mim é fazer o que gosto, o que me apetece, desde que isso não comprometa a felicidade, nem segurança de ninguém.

Democracia significa respeitar todos pelas suas opiniões e pelas suas diferenças.

25 de Abril é sem dúvida um momento histórico para Portugal e um momento de mudança muito importante para todos os Portugueses.

Mas será que a maior parte das pessoas realmente celebra o 25 de Abril pelos seus verdadeiros propósitos. Quantas pessoas hoje já ofenderam alguém porque pensam de forma de diferente? As que já impediram outra pessoa de fazer o que lhe apetece?

Gostava muito que pensassem nisso, pois vejo um Povo cada vez menos unido, mais arrogante e intolerante. Que vive sobre as suas regras e vontades e a isso não se chama democracia mas sim anarquia.

Seja nas suas casas, nos seus carros, nos seus trabalhos poucos respeitam os outros e sabem viver pacificamente em comonidade.

Infelizmente temo que isto só venha a piorar, pois os maus exemplos são mais facilmente seguidos do que os bons. As crianças aprendem mais a observar do que quando lhe ensinam a teoria. O que vêm em casa será o espelho do seu futuro.

Beijinhos enormes e por favor respeitem a democracia e a liberdade antes de tornar este dia apenas um feriado e um motivo para não irmos trabalharmos.

Sofia

 

As Vozes Dentro da Cabeça

Não sei se já deram conta, mas há 2 vozes dentro da nossa cabeça.

A voz positiva e sonhadora que nos ajuda a avançar e dá força quando precisamos. Que está sempre pronta a começar, a sair de casa a divertir-se, a tomar decisões. E a voz destruidora que nos deita a baixo mais depressa que qualquer outra voz à nossa volta.

Vamos falar desta 2ª voz porque ela preocupa-me porque é uma voz dominadora. Se não for calada a tempo, pode tonar-se enorme, gigante ao ponto de tomar conta da nossa vida. É com uma erva daninha.

Não é fácil controlar essa voz mas não é impossivel, vamos ver se com algumas técnicas conseguimos trazer a voz positiva ao de cima.

Primeiro é preciso ter consistência que a voz da tortura psicológica existe. Se continuam a deixa-la dominar-vos ela irá fazer tudo o que quiser, aos poucos a vossa auto-estima passa a estar do tamanho de uma migalha.

Quando se aperceberem da sua existência e dos defeitos que ela vos aponta “és feia, és gorda, magra demais, ninguém gosta de ti, não prestas para nada…etc. vocês precisam ter uma conversa interior. Acordam a voz positiva e mesmo que ela não lhe apeteça ou esteja sem forças, vocês precisam dizer, as vezes que for necessário, o contrário…”és linda, muito elegante, todos te adora, és incrível, etc.

E ficam a dizer dentro da cabeça ou até podem dizer em voz alto, estejam onde estiverem, as vezes que for necessário, até se libertarem da tenção negativa!! A mim faz-me sorrir esta técnica e começo a ficar mais leve e mais liberta e a sentir-me cada vez mais bonita e forte.

Por vezes somos o nosso maior inimigo. Somos quem nos deita mais abaixo, somos demasiado exigentes e com tudo isso atraímos muitos sentimentos maus, negativos, assim como pessoas.

Espero que vos ajude. Depois partilhem comigo o que sentiram 🙂

Beijinhos e sejam felizes

Sofia

Um Dia de Cada Vez

Desde que nasci sempre fui muito ansiosa para que tudo acontecesse.

Vivia antecipadamente, com grande euforia e expectativa. Infelizmente nada acontecia como queria, parecia que quanto maior fosse o sonho e o desejo, maior era queda e a desilusão.

Foi assim durante anos e anos. Festas de anos sem ninguém, férias canceladas, etc. tonou-se uma tortura até ao ponto de deixar de fazer. Preferia estar quieta do que ficar triste.

Um dia um amigo ligou-me a dar-me os parabéns e perguntou-me: como vai ser a tua festa este ano? ao que disse: não vai, deixei de fazer. E ele: então porquê? Eu: Porque ninguém vinha ou não era divertido. Então e ele disse-me: Não esperes que sejam os outros a fazer a festa! Tens que ser tu que a fazer, seja com 1, 2, 30 amigos e garanto-te que serão o máximo.

Organizei nesse mesmo dia uma festa de anos para o fim-de-semana seguinte e foi das melhores festas de sempre. Parecia que tinham tirado um peso de cima de mim e que com isso tudo parecia circular. Os amigos apareceram e eu fiz a festa e eles festejaram comigo. E tem sido assim desde então.

Com o passar dos anos a minha ansiedade acalmou e aprendi a viver um dia de cada vez. Mesmo que saiba que o dia seguinte vai ser brutal, eu vivo o anterior com a mesma intensidade e com a mesma calma com que irei viver o dia seguinte.

Por isso raramente me enervo, Mantenho-me tranquila na maior parte das situações porque não as quero estragar com os nervos, quero aproveitar ao máximo. Divirto-me imenso e tento passar aos outros essa energia e retirar aquele stress destruidor. Também sabem que quando estamos demasiados tensos o que acontece, é que algo vai correr mal, ou nos vamos esquecer de alguma coisa e vamos tornar a pressão ainda maior, principalmente para o acontecimento seguinte.

Por exemplo, eu hoje fui desfilar em directo no Você na Tv. Ontem nem pensava no tema, estava super descontraída a fazer o que tinha para fazer, ontem!. Trabalhei, fui a um evento no final do dia e antes de ir para casa passei no Colombo, para ver se podia comprar uma blusa que ficasse bem com os colares que iria usar. Depois fui para casa, e preparei o saco e para amanhã. Tinha que acordar mais cedo do que o normal por isso deixo sempre tudo pensado de véspera.

Hoje acordei e pensei: é um dia igual aos outros, só vou passar ali na TVI e aproveitar o máximo para me divertir (um dos meus sonhos seria trabalhar em televisão, por isso há que aproveitar estas oportunidades) E assim fiz. ouvi as instruções com atenção. Relaxei enquanto me pentearam e maquilharam e diverti-me ao máximo. Tentei não pensar que poderia cair daquelas escadas a baixo, ou escorregar, ou quando abrissem a porta eu não estivesse lá lol….deixei fluir e acontecer, mantive a calma e o sorriso e faria tudo novamente agora.

Esta é a minha dica de hoje. Evitem a antecipação demasiado intensa. É da forma que tudo irá correr melhor e não irá parecer que tudo aconteceu depressa de mais. Desfrutem da vida e dos vossos momentos um Dia de Cada Vez

O mesmo conselho serve para quem sofre por antecipação por noticias, principalmente aqueles que podem ser menos boas. Evitem ficarem “doentes” antes de tempo. O desgaste emocional é muito maior. Na hora certa vão saber o que fazer.

Beijinhos e sejam muito felizes e tenham um fantástico fim-de-semana

Sofia

 

 

 

Liberta-te e Encontra-te

Quando suprimimos o que sentimos ou colocamos de parte os nossos sonhos, algo em nós morre.

Podem achar que não é importante, mas torna-se determinante para a nossa felicidade encontrar o nosso caminho.

Se as pedras continuam nos nossos bolsos torna-se cada vez mais dificil caminhar e por isso é necessário libertar-nos desse peso para avançar.

A libertação acontece apenas quando assumimos algo e quando entramos num modo sinceridade absoluta connosco mesmos. Por muitas lágrimas que se deitem, este é a única forma de nos salvar, caso contrário as pedras irão continuar nos nossos bolsos e cada vez o peso será maior.

Este é o projecto que quero partilhar convosco para que comecem a deitar fora essas pedras e comecem a avançar na vossa vida.

Criei este circulo de mulheres para juntas enfrentarmos os nossos medos e receios e conquistarmos o nosso futuro.

Graças ao meu curso de Coach aprendi muito sobre como envolver as participantes e criarmos um espaço só nosso e especial de libertação.

Marquem a vossa presença no dia 17 de Março das 14h30 as 17h na Jazzy Santos enviando um email para sofia@diariodeumbatom.com (custo de 20€ por pessoa)

Beijinhos e até Sábado

Sofia

 

 

Olá, Eu Sou Disléxica

Eu sou Disléxica!

Mas isso nunca me impediu de viver, de querer, de sonhar e de acreditar.

Embora tenha crescido com a conotação de burra e limitada, sempre fui esperta o suficiente para entender quais eram as minhas fraquezas e jogar com todas as minhas qualidades.

Para quem vive bem com o seu cérebro quero explicar que o meu não lê as coisas da mesma forma, tem dificuldades em se concentrar e troca coisas…o básico dos p pelos b, os t e sou gulosa porque como palavras quando escrevo e quando relei-o os meus textos elas estão… mas só para mim. Acontece-me o mesmo com os números é uma seca quando me estão a ditar um número de telefone (preciso de algum tempo para o escrever)

Por isso como criança e adolescente é complicado crescer assim porque somos julgados, colocados de parte, gozados e por muito que se estude a coisa simplesmente não entra ou faz sentido.

No entanto estou cá para provar que as nossas limitações não têm que ser baseadas nos que os outros pensam de nós. O que seria do mundo sem os loucos? Aqueles que foram desencorajados pelos que se sentiam superiores e mesmo assim não desistiram de tentar! e se tentaram e melhor que tudo é que conseguiram….Eureka! e Desistir não faz parte do mundo da Dislexia.

Se eu tivesse ouvido as pessoas que achavam que eu não iria conseguir atingir nada porque era dislexica, não estaria aqui a celebrar os 9 anos de blog com os meus milhares de seguidores que se sentem encorajados por mim a alcançarem os seus sonhos.

Nesta minha fase da minha vida, pessoas que me querem derrubar, não me metem mais medo, não me assustam e já não me atrapalham. Perdi muitos anos da minha vida a dar ouvidos a vozes que precisavam de subir nas costas dos outros para se sentirem melhores com elas. A minha dislexia não existe para aumentar o ego de ninguém.

O que vos peço é que compreendam que isto não é uma doença mas que doí quando uma criança não consegue por mais que tente. Humilha-la não irá fazer com que ela chegue mais depressa bem pelo contrário irá ficar inseguro e essa insegurança vai crescer com ela.

Antes de corrigirem alguém pensem como faze-lo de forma construtiva e de maneira que da próxima vez que essa pessoa falhar ou estiver menos capaz, saiba pedir ajuda sem ter vergonha de o fazer. Evitem que seja na frente dos outros para que seja mais fácil explicar sem a pressão social.

Quero que entendam que isto é uma partilha e não um desabado. Sou feliz com a pessoa que me tornei e é claro que se puder evoluir e escrever melhor, para mim seria um luxo. O mais engraçado de tudo é que antes desta questão me ter caído no colo, ontem dei por mim a pensar que adoraria voltar a ter aulas de português para rever algumas dúvidas e quem sabe até aprender a escrever melhor, tenho a certeza que ainda vou a tempo.

Beijinhos sejam felizes e libertem-se dos vossos medos para conseguirem abraçar a pessoa que são

Sofia

Uma breve explicação sobre o tema. Já agora o cansaço e a frustação são dois factores muito forte para qualquer destes sintomas se agravar 🙂

Dislexia é um distúrbio caracterizado pela dificuldade de leitura, apesar da inteligência da pessoa ser normal.[1][2] O distúrbio afeta as pessoas em diferentes graus.[3] Os principais sintomas são dificuldades em pronunciar corretamente as palavras, em ler rapidamente, em escrever palavras à mão, em subvocalizar palavras, em pronunciar corretamente palavras ao ler em voz alta e em compreender aquilo que se está a ler.[3][4] Em muitos casos estas dificuldades começam-se a notar na escola.[5] Nos casos em que a pessoa anteriormente conseguia ler sem dificuldade, mas em determinado momento perde essa capacidade, o distúrbio denomina-se alexia.[3] Estas dificuldades são involuntárias e as pessoas com este distúrbio demonstram um desejo de aprendizagem normal.[3]

Acredita-se que a dislexia seja causada tanto por fatores genéticos como ambientais.[5] Em alguns casos a doença é familiar.[3] É frequente ocorrer em pessoas com distúrbio de défice de atenção e hiperatividade (DDAH) e está associada a dificuldades semelhantes com números.[5] O distúrbio pode também ter início na vida adulta em consequência de um traumatismo cranioencefálico, de um acidente vascular cerebral ou de demência.[1] Os mecanismos subjacentes da dislexia envolvem problemas com o processamento da linguagem pelo cérebro.[3] O diagnóstico de dislexia é realizado com recurso a uma série de exames que avaliam a capacidade de memorização, dicção, visão e leitura.[6] A dislexia é distinta das dificuldades de leitura causadas por incapacidade visual ou por ensino insuficiente.[5]

 

 

Ontem Tratei de Mim

Ola bom dia meus queridos!!!!

Ontem enquanto vocês brincavam ao Carnaval fui tratar de mim.

Fui à Clínica Persona fazer uma avaliação ao meu corpo e ter uma consulta com o Dr. Bruno Fiúza – Nutricionista.

Podem achar tolo, mas apesar de mais magra e definida continuo a sentir uma gordurinha desnecessária na cintura, pernas e à volta dos braços.

O que é certo é que o exame que fizemos assumiu que para a minha altura (1,53), tenho 4 kilos de massa gorda que não me fazem falta alguma e que quero mesmo perder!

Falámos muito sobre os meus hábitos, gostos, força de vontade. Contei-lhe a minha historia nestes últimos 2 anos e mediante isso o Dr. Bruno apresentou-me um plano alimentar super saudável e nutritivo, bem como gosto.

Hoje comecei e até agora estou a cumprir. Sei que vou mais cedo ou mais tarde fazer uns errinhos, mas se tudo o resto correr bem nem vou dar por isso. Na realidade são apenas 4 kilos, estou convencida que vou conseguir  🙂

Para além da consulta foi-me sugerido o tratamento TFA System em que consiste numa máquina que ajuda a modelar o corpo, a estimular a circulação sanguínea e a drenar :). Em pulgas pelo resultado

Se vocês tiverem interesse, podem agendar uma consulta de avaliação gratuita ao vosso corpo e depois será sugerido o melhor tratamento para o vosso caso.

Beijinhos e sejam muito felizes

Sofia