icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

Amor a 2 ou a 1?!

Quando se sofre por amor todos somos iguais, não há cá género, idade, cultura, formação, QI, religião, educação, que nos salve de sofrer.
Quando se vive o amor, cada um faz a sua gestão do que sente, do que quer, do que lhe apetece e às vezes até se esquece que está com outra pessoa.
Por isso quando alguém sofre por uma separação que foi originado por egoísmo e porque viveu a sua relação sozinho ou sem se importar com o que o outro sentia ou apenas porque não lhe apeteceu “alimentar” ou “salvar essa relação, sinceramente não tenho pena nenhuma! Tinha que dizer porque enquanto uns adoravam ter um grande amor outros não dão valor aquilo que têm

.

Escrevo estas palavras porque vejo, porque sei, porque conheço casos de pessoas que não fizeram nada para salvar as suas relações. Porque cantaram de galo (ou galinhas) a achar que o que tinham era garantido, ou porque acharam que o da vizinha era muito melhor do que tinham em casa. Depois acaba e vem-se sozinhos e perdidos. Afinal era mais fácil o amor que conheciam do que voltar a ter tudo de novo.

Mas eu acho bem que acabe, até porque se não há amor durante a relação mais vale estarem sozinhos do que infelizes. Arrastar um relacionamento só porque dá jeito não faz ninguém feliz. Estar sozinho pode ser duro, mas não será pior do que estar sozinho numa relação.

Pensem nisso e no que sentem e no que têm e no que querem. Valerá a pena ter alguém só por ter? Ou não será melhor aproveitar a vida e estar disponível para uma pessoa fantástica entrar na nossa vida?!

Beijinhos e sejam felizes

Sofia