icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

Como Ajudar as Vitimas Dos Incêndios

Têm me perguntado muitas vezes como fazer para ajudar as vitimas dos incêndios e qual a melhor forma para quem quiser doar coisas ou comprar bens.

Aqui vai alguns conselhos que podem ser muito úteis. Ainda vão muito a tempo e mesmo que já tenham ouvido dizer que já não é preciso mais, estão longe da verdade. Imaginem perder tudo….tudo para muitas famílias é muita coisa, já para nem falar de triste que é :(.

  1. Ligar para o quartel de bombeiros mais próximo de vocês. A maior parte dos quartéis tem pagina do facebook ou então o google e torna-se muito fácil encontrar um número de telefone e ligar
  2. Saber com eles o que estão a receber e garantir que estão a fazer entregas. O meu quartel – Barcarena está coordenado com a junta de freguesia e fui confirmar hoje e está a ser feita uma triagem de tudo e que será entregue e a ser separado por temas: roupas, sapatos, acessórios, produtos de beleza, alimentos, roupa de cama e casa, para ser mais fácil quando chegar ao destino.
  3. Imaginem se tivessem de fugir de casa com a roupa do corpo o que vos faltaria? Para além de roupa, sapatos, precisam de produtos de higiene como champôs, gel de banho, escovas de dentes, pensos higiénicos, fraldas, pensos para incontinentes, lençóis, toalhas, milhares de outras coisas, por isso se dermos um bocadinho de tudo será mais fácil.
  4. Se puderem incluam produtos básicos de socorro, álcool, agua oxigenada, algodão, ligaduras, pensos rápidos, cremes cicatrizantes, etc
  5. Para além disso Água, Cereais; Leite; Sumos; Bolachas; Enlatados (ou produtos com validade longa), Barritas energéticas ou bebidas desportivas, como por exemplo, gatorade ou powerade;
  6. Há animais que precisam de comer, por isso podem juntar ração de cão, gato, areia, alpista e inclusive feno e ração para animais de grande porte/ campo
  7. O fogo ainda não está controlado muito menos o caos e a desgraçada. Mesmo que já haja muitos donativos….daqui a 1 semana, 2….1 mês as pessoas vão continuar a necessitar de tudo e muito mais.
  8. Se puderem e para facilitar entreguem já tudo separado para ser mais fácil a organização.

Como sempre não posso deixar de louvar este trabalho digno de ser Bombeiro!! São os nossos anjos na terra e sem eles estaríamos muito desprotegidos e indefesos. Tenho agradecido sempre tudo o que fazem por nós, sei que é dura a realidade deles e estão sempre prontos a estarem no terreno.

Para quem tem limitações de deslocação podem sempre fazer um donativo através das inúmeras contas abertas para efeito, ou então fazer as chamadas telefónicas disponíveis.

Beijinhos e por favor ajudem, não deixem para amanhã, sejam mais Humanos hoje  


Sofia

Amor a 2 ou a 1?!

Quando se sofre por amor todos somos iguais, não há cá género, idade, cultura, formação, QI, religião, educação, que nos salve de sofrer.
Quando se vive o amor, cada um faz a sua gestão do que sente, do que quer, do que lhe apetece e às vezes até se esquece que está com outra pessoa.
Por isso quando alguém sofre por uma separação que foi originado por egoísmo e porque viveu a sua relação sozinho ou sem se importar com o que o outro sentia ou apenas porque não lhe apeteceu “alimentar” ou “salvar essa relação, sinceramente não tenho pena nenhuma! Tinha que dizer porque enquanto uns adoravam ter um grande amor outros não dão valor aquilo que têm

.

Escrevo estas palavras porque vejo, porque sei, porque conheço casos de pessoas que não fizeram nada para salvar as suas relações. Porque cantaram de galo (ou galinhas) a achar que o que tinham era garantido, ou porque acharam que o da vizinha era muito melhor do que tinham em casa. Depois acaba e vem-se sozinhos e perdidos. Afinal era mais fácil o amor que conheciam do que voltar a ter tudo de novo.

Mas eu acho bem que acabe, até porque se não há amor durante a relação mais vale estarem sozinhos do que infelizes. Arrastar um relacionamento só porque dá jeito não faz ninguém feliz. Estar sozinho pode ser duro, mas não será pior do que estar sozinho numa relação.

Pensem nisso e no que sentem e no que têm e no que querem. Valerá a pena ter alguém só por ter? Ou não será melhor aproveitar a vida e estar disponível para uma pessoa fantástica entrar na nossa vida?!

Beijinhos e sejam felizes

Sofia