icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

Bye Bye Juizo

Ontem numa ida ao dentista, numa consulta de rotina para limpar os meus dentes, partilhei com o Dr. Pedro, da Policlínica da Malveira que me doía um dente atrás.  Sentia um um desconforto, um liquido….enfim, não era agradável e que tinha medo só de pensar que estaria com mau hálito.

O Dr. Muito paciente viu e disse “Pois é, estás com uma infecção nos dentes de trás”…..”Vamos tirar o Siso”

eu – “Como vamos tirar o dente do Siso…o quê agora?!”

Dr – “Sim agora. Enfermeira prepara a anestesia”

eu – “Mas espera calma!!! (pânico total), quanto tempo vai demorar?!

Dr – 10 Min.

eu – Vai doer?! Eu hoje tenho um jantar, vou ficar inchada? e babar-me? Posso comer?

Dr. – Não te vai ficar a doer, não vais ficar inchada, não te vais babar a não ser que a outra pessoa seja muito gira e podes comer, de preferência papas, gelados, e para o outro lado

eu – “Ok, vamos a isto, na realidade estou farta destes dentes que me têm chateado há mais de 20 anos” Foi primeiro com um moroso e doloroso crescimento e agora, isto.

10 min. depois, o dente estava cá fora. Tudo se cumpriu e mais uma vez o Dr. Pedro tinha razão. Não doeu, apenas se sente o arrancar do dente do osso. Não tive dores, não babei durante a noite, não tive problemas em comer e sinto-me igual, apenas irritada com a linha dos pontos, mas quando me distraio esqueço.

Não vejo a hora de tirar os outros e libertar-me do meu excesso de Juizo e voltar a ser uma jovem, livre e louca, principalmente agora que estou a chegar aos 40 anos.

A minha boca é pequena e não tenho espaço para ter tanto dente. Felizmente o nascimento dos sisos não entortou muito os meus dentes no geral, mas hoje em dia estão atrofiados lá atrás, sem espaço para entrar bem e devidamente a escova de dentes. Por acaso disso acumula-se comida, aumenta a probabilidade de tártaro, caries e infecções na gengiva que se alastram por todos os dentes.

Os sisos não serem para nada, com a evolução do homem, da espécie passou a ser um dente que incomoda mais do que sirva para alguma coisa.

Para quem andava com duvidas e a deixar para nunca esta decisão….fica aqui o meu testemunho, que se soubesse já o teria feito há muito tempo.

Beijinhos e Juizinhooooo

Sofia