icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

Que Resoluções tomar para 2017

Já há uns 4 anos que deixei de fazer resoluções para o novo Ano. Para mim para fazer é fazer em qualquer dia do ano.

Começar as dietas à 2ª feira começam sempre mal, porque na 3ª já se estragou tudo e fica sempre para a 2ª feira seguinte. É o mesmo quando alguém tem muito interesse em fazer uma coisa e diz “para a semana eu depois vou, esta não dá jeito”, ninguém vai porque nunca vai dar jeito. Na realidade a pessoa só adia o que nunca vai acontecer.

Ou se faz ou não se faz. Como disse no artigo anterior 2016 foi um ano de limpeza, no meu caso pelo menos. Aprendi muito com as quedas, com os erros, as inseguranças. Acabei o ano com imensa força e cheia de vontade de continuar o caminho que me predispus a fazer. O adiar é um mal comum e porque se acha que na semana seguinte, no mês seguinte, no ano seguinte tudo vai mudar por obra e Graça do Senhor.

As mudanças têm que partir de nós e não esperar que nos caiam no colo. Pode, como é óbvio, haver factores externos que nos façam adiar uma decisão ou uma acção, mas quantas foram adias por vocês mesmos?

Se há coisa que aprendi em anos de inercia por causa da maldita depressão é “Não deixes para amanhã o que podes mesmo fazer hoje” e não deixo e por isso vocês me vêm a pintar a casa de noite, a fazer loucuras de viagens, porque aquele momento era o momento a fazer, na semana seguinte sei lá eu onde vou estar e o que me vai apetecer.

Eu não quero deixar mais o barco passar. Por ter vivido muitos anos num buraco escuro com medo de tudo e de todos libertar-me dessa caverna foi duro e tem-se vindo a arrastar há demasiados anos e chegou o momento de Fazer, Agir, Viver, seja em 2016, 2017 ou 2030.

Por isso parte da “Sorte” que se tem num ano, é construída por nós e não deve depender de mais ninguém!

Amanhã, se conseguir vou dar um grande passeio com a minha meninas no meios da natureza (Sintra por exemplo) e ai sim considero que sai em grande de 2016 e vou entrar com imensa força em 2017. Não há nada melhor que os conselhos das árvores, a sabedoria do vento, a beleza do solo, a elegância das plantas, a protecção das sombras e a força do sol para nos dar vida.

Deixo-vos estas palavras porque sei que para muitos 2016 foi ano duro e de sobrevivência. Por minha vontade teria sido perfeito, mas infelizmente não posso controlar o que vocês pretendem da vida, mas posso dar o exemplo do que faço.

Para 2017 desejo que tenham Amor, Carinho e que respeitem o próximo, valorizem as vossas acções como as os outros, voltem a encontrar os vossos valores, evitem julgar, escutem mais, dêem mais, rodeiem-se de pessoas positivas e extraordinárias, revejam as amizades e protejam aqueles que realmente vos merecem. Não sejam egoístas mas oiçam mais vezes o vosso coração. Partilhem a mesa, o riso, o sonho, as tristezas, as vitórias. Trabalhem em união e não em destruição. Sejam uma família, mesmo que estejam sozinhos. Sejam ambiciosos e lutem atrás dos vossos sonhos, sem ter que derrubar ninguém. Sejam os melhores porque dá o mesmo trabalho do que ser nada de especial. Ajudem!!!! Ajudem-se a vocês mesmos e VIVAMMMM intensamente todos os minutos do próximo ano. sem arrependimentos.

e a ultima e mais dificil….aprendam a perdoar, só assim conseguem avançar para a Felicidade

Beijinhos

Sofia

PS. A principal resolução é mudar a vossa forma de pensar e actuar, em relação ao vosso destino