icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

Heróis, Santos ou Anjos?

Quando era pequena dizia que queria ser anjo, principalmente quando dava a série de televisão “O Anjo na Terra”. Pensava, bolas isto é maravilhoso andar de um lado para o outro a ajudar as pessoas, até que vinha o episódio em que alguém morria e ele não conseguia salvar, ou que ele se apaixonava e não podia viver aquele amor…e eu desistia da ideia porque já me bastava a choradeira quando tudo acabava bem, imagina eu ter que lidar com esse insucesso e desgraça.

Depois tive a fase em que quis deixar uma marca na terra e no Mundo. Em que sonhava ser uma Santa ou uma Heroína e que iram erguer uma estátua em minha homenagem e todos iriam pensar…”Ela salvou-nos”! e durante gerações seria recordada nos livros de história, da escola, em noticiários e factos reais.

Infelizmente nos dia de hoje há milhares de Heróis que se tornaram banais. Os livros mencionam os milionários que tiveram boas ideias e que até colaboraram na desgraça e no cair dos humanos e dos seus valores. Os Heróis que dão o corpo, a alma, a vida, todos os dias e todos os segundos, são esquecidos por uns postezitos na internet.

Não sou Anjo, nem mesmo Santa e ainda tão pouco tenho uma estátua (na realidade tenho uma estatueta que a oriflame fez do meu busto, mas está no gabinete do meu pai), mas sei que aos poucos vou fazendo a diferença na vida de algumas pessoas. Basta saber que por dia gero sorrisos que para mim é suficiente. Quando alguém perde 5 segundos para me elogiar ou agradecer a força que lhe dou e o exemplo que sou e que por causa de mim mudou a sua vida….Dou pulos de felicidade e rio e choro, porque significa que a mensagem está a passar.

A força que procuro na vida é para poder continuar com esta minha postura de livro aberto em que partilho experiências, momentos, histórias, realidades, dicas, beleza, amizade, valores, receitas, educação, principios, para que possa fazer a diferença na vida de uma pessoa.

  • Graças aos directos do facebook tenho animado uma comunidade que se diverte com as minhas parvoíces, boa disposição, dicas e conselhos.
  • Graças aos meus ataques de pânico no passado, tenho ajudado algumas pessoas a controlarem os seus, a procurarem ajuda.
  • Graças aos meu passada caótico amoroso sinto-me forte para ajudar outras pessoas a dizerem que não ou a dizerem que sim, ou a seguirem em frente ou simplesmente a não perderem a esperança no amor.
  • Graças às minhas inseguranças e debilidades tenho ajudado algumas pessoas a erguerem-se, a levarem a cabeça, a escolherem melhores caminhos e soluções
  • Graças aos meus 11 anos de psicoterapia, consigo sentir as pessoas, passar-lhes a minha energia.

Não quero agradecimentos, não quero estátuas, não quero asas, mas quero saber que faço a diferença. Mesmo que só mude um pionês já é suficiente para saber que o meu caminho está a ser feito.

Hoje recebi uma mensagem de uma menina que dizia que eu tinha ajudado a mudar a sua vida pelos posts que escrevo, pelos exemplos que dou, pelas alegria que transmito. O meu coração encheu-se de felicidade, os meus olhos de lágrimas e espero que mais pessoas sejam incentivadas a viverem a vida a procurarem a sua felicidade.

Um dia um amigo disse que eu era uma Menina que tentava mudar o mundo com uma pontinha de loucura e foi tudo dito.

Beijinhos e sejam um bocadinho Herois que o nosso mundo será muito mais bonito.

Sofia