icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

E Contra Mim Falo…

Quando mais conheço o Mundo, mais desgostos tenho.

Mais vale passarmos o dia a ver séries, filmes e novelas e deixarmos as histórias tristes para os outros lidarem.

Mas esse acto é de extrema cobardia e contra mim falo, que várias vezes viro o rosto para não me sentir impressionada ou não ficar afectada com o que se passa à minha volta.

Fácil é seguir em frente, mas reconfortante e saber que pelo caminho estendemos e demos a mão a várias vezes, transformamos lágrimas em sorrisos, soubemos partilhar o nosso almoço com quem tinha fome e alguém dormiu descansado e sem medo.

Este texto estava relacionado com tanta coisa que vi ontem, e lemos e sabemos todos os dias. Tanta coisa que negligenciamos que fechamos os olhos, porque dá muito trabalho levantar e gritar, fazer…e contra mim falo.

E contra mim falo, mesmo tendo a consciência que já ajudei muita gente e milhares de animais, mas que continua a haver tantas outras que precisam e eu continuo tantas noites sentadas a ver televisão, filmes….e arregaçar as mangas é que muito pouco.

E contra mim me despeço agradecendo às milhares de outras pessoas que dão a sua vida para ajudar outras. Que são voluntárias, que se dedicam, que dão amor e a carinho a quem precisa, que não pensam 2 vezes em parar e dar….dar….dar….dar…sem nunca receber.

(em todos o texto refiro-me a pessoas e a animais)

Beijinhos

Sofia