icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

Amigos Para Sempre…ou Não?

Dizem que os amigos duram para sempre, mas não é completamente verdade. Pode ser, mas pode muito bem acontecer as pessoas ao longo da vida mudarem de gostos, de género, de estilo e acabarem por se afastar.

O mal dos amigos é tornar essa relação quase como uma obrigação eterna e as coisas ai tornam-se muito mais complicadas porque alguém vai estar apenas “ali” porque esperam isso dele.

Eu tenho muita sorte pois tenho amigos desde a minha infância, adolescência, os amigos das férias, da dança, do gospel, sei lá de todos os lados por onde fui passando. Uns tornaram-se mais especiais, outros mais presentes e outros apenas para momentos de laser. Sem culpas, sem prisões, sem obrigações.

Quando me pedem ajuda com problemas de amigos, sei que é um tema dificil e sensivel. Quando estão desiludidos pergunto: Já falaste com ele/a? já mostraste o que sentes? achas que el/a tem razão? magoou-te e conseguiu ver o que fez?

Se as respostas não forem positivas a minha será sempre a mesma “não terá chegado a altura de se afastarem?” o que serve ter um amigo que não está lá quando precisamos, que não lê nas entrelinhas, que não te dá a mão quando mais precisas, que te ignora, que te faz sentir mal e triste. Isso para mim não se chama amizade. Então mais vale seguir em frente.

Sim eu sei muitas vezes são amigos de infância, mas isso ficou nas boas recordações. As pessoas crescem, têm educações diferentes, valores diferentes, experiências diferentes, traumas diferentes, inseguranças diferentes. Como adultos não somos aquilo que éramos enquanto crianças. Mudamos e amadurecemos e nesse processo é mais que natural olhar-se para o lado, para os amigos e dizer: Já não me identifico com esta pessoa”. Não há nada de errado em ti nem nele, apenas chegou a hora de seguirem caminhos diferentes. Nem muito menos é para cortar ligação apenas dar o foco a outras amizades.

Creio que o grande medo de perder um amigo, para além das boas recordações e momentos que tiveram é de não conseguir encontrar outro. Mas não acham que em formato adulto mais fácil de fazer uma amizade para a vida em que há outros princípios que se unem dos que as brincadeiras das bonecas e dos carrinhos?

O dificil é encontrar essas pessoas, mas para isso têm estar abertos para o Mundo e para novas amizades? Fazer actividades em que conheçam mais pessoas e pessoas com os mesmos interesses. Se se fecharem em casa não vão conhecer ninguém.

Toquei neste tema, porque tenho muitas pessoas desiludidas com os seus amigos e talvez tenha chegado a hora de soltar essa ligação.

Beijinhos e sejam felizes e mais humanos

Sofia