icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

Boa Noite

Boa Noite…

É o que passei a ter. Muitos sonham em ter um dia maravilhoso eu sonhava com uma noite tranquila, descansada e feliz.

Brincava, que como a Bela Adormecida teria seria amaldiçoada, mas ela ficou a dormir e eu deixei de dormir.

Para quem não sabe, a falta de descanso mexe com tudo e de forma negativa. Não renovamos baterias, os neurónios morrem aos poucos, ficamos com mau feitio, cansaço acumulado, falta de força, de vontade e mais dispostos a doenças.

Sofri desse mal durante 12 anos!!! Fiz a asneira das asneiras, dei prioridade à beleza do quarto do que ao conforto do mesmo. Uma cama diferente, estilo Japonês levou-me para um colchão de marca incerta, a um preço fantástico e com o termo “ortopédico”. Pronto, estava feito o mal que me veio a afectar durante anos. Contribuiu para inúmeras noites sem dormir, lesões, frios insuportáveis, noites em claro, insónias, pesadelos e o pior de tudo foi a forma como tudo isso afectava os meus dias.

Para mudar teria que mudar tudo e nem sempre é fácil é preciso tempo e disponibilidade financeira.

Recentemente conheci uma marca de colchões – SPALDIN que me chamou a atenção, por tantos motivos. Pela sua relação com o ambiente, pelo facto de ser anatómico, pela sua composição, pelos acabamentos, pelo género que “cheirava” a conforto, ao ponto de me fazer mudar tudo.

Ainda hoje chego ao meu quarto, após 1 mês de ter mudado, colchão almofadas, cama, etc e adoro e fico cheia de vontade de me deitar de deixar levar-me pelo descanso, pela sensação maravilhosa das texturas, do foto.

Para além ter deixado de ter lesões causadas por causa do sono (costas, zona lombar) e ter passado a dormir quase como um anjo (não fosse esta rinite), libertei-me dos milhares de cobertores, edredões, mantinhas com que tinha que dormir para me sentir quente (era surreal, mas para além dos lençóis polar eu dormia com 2 edredons, 3 mantas e cobertos eléctrico que aquecia tudo até ir para a cama*.

Agora Apenas durmo com 1 edredão e lençóis 100% algodão acetinados e nas ultimas semanas deixei de aquecer a cama e agora acordo mais quente ainda. Em vez de esfriar durante a noite, eu vou aquecendo. Não me perguntem como, mas eu juro que acontece e acordo com um calor óptimo. So isso foi para mim um alivio. Acordar a tremer de frio é horrível.

Resumindo o meu humor melhorou, acordo muito mais bem disposta, relaxada, composta e a vontade que tenho de dormir é so porque me sabe tão bem estar numa cama que me faz sentir envolvida, que há uma fusão entre mim e os seus materiais.

Beijinhos e Boa Noite para todos

Sofia

PS. A loja existe em Braga no Minho Center, mas podem também experimentar 4 modelos no El Corte Inglês Lisboa.

*nunca dormir com cobertor eléctrico e desliguem-no sempre da parede