icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

Animal Abandonado

Acontece-me regularmente quando alguém encontra um animal abandonado ou um caso complicado pedem-me ajuda para tentar resolver a questão.

Mas infelizmente não consigo a não ser dizer o óbvio:

  • Passar num veterinário para ver se o animal tem chip,
  • ver nos sites específicos se há donos a procura de um cão com as características ao que encontrou.
  • dar água e alimentar o animal
  • passar na policia ou GNR para saber se alguém reportou o desaparecimento de um animal
  • ver se na zona onde o encontraram, se os moradores e comerciantes conhecem a história do animal
  • tentar que alguma associação possa ficar com ele.
  • Evitar canis de abate….ao fim de 8 dias será o destino dele.
  • Tentar encontrar uma família temporária até se encontrar a família definitiva.
  • Ficar com ele por uns tempo, até a situação estar resolvida

Ao tentarem encontrar uma família para o animal por favor partilhem pelas vossa redes sociais uma foto (ou mais) com a seguinte informação.

  • Algumas características do animal (raça, idade, género, comportamento, medidas, etc)
  • A zona onde foi encontrado
  • e os contactos para caso alguém o queira adoptar ou saber mais sobre ele.
  • Peça ajuda aos vossos amigo e seguidores para partilharem também

Infelizmente as nossas leis, apesar de estarem mais apertadas, no que diz respeito à protecção dos animais, não dão soluções práticas a quem quer ajudar.

Os canis estão cheios e lotados e é muito complicado manter a qualidade dos mesmos. Limpezas regulares, alimentação e tratamentos.

Graças a ajuda de muitas ajudas e voluntários muitos cães conseguem ter um bom nível de vida, mas sabe-se lá quantos vivem miseravelmente. É uma luta, uma dor que não tem fim.

Há muita coisa que tem que mudar neste país ao que quis respeito ao abandono e maus tratos aos animais. Mesmo que façam queixa a maior parte dos oficiais não se interessa e não dão solução para os casos. Toda a gente quer ajudar, mas é sempre mais fácil assobiar para o lado, ou então passar a bola ao outro e seguir em frente.

Sou voluntária na AMIMA há mais de 1 ano e entendo, cada vez melhor as dificuldades que há em manter as boas condições num canil. O dinheiro que é necessário para alimentá-los, limpar de manhã e de tarde todas as box, pátios, corredores, etc. dar medicamentos e ter apoio veterinário. Evitar o excesso de animais para garantir as boas condições de todos. Nem toda a gente quer trabalhar num canil e os voluntários aparecem e desaparecem. Eu não estou ali pelas pessoas mas sim pelos cães que se tornaram um bocadinho meus.

Custa-me muito vê-los chegar assim como vê-los partir, mas sei que o pouco que dou, pode fazer toda a diferença no seus comportamentos e quem sabe até voltarem a ganhar a confiança que perderam.

Aproveito para vos pedir ajuda, da melhor forma que conseguirem: Partilhando este artigo, com donativos físicos (ração, produtos de limpeza, sacos do lixo), donativo monetário (nib:  NIB – 0036008899100023451 39 – Montepio Geral NIF: 504 310 976, passando lá no canil e ajudar nas tarefas, ou dando mimo, ou passeando os patudos ao domingo de tarde. Para mais informações podem sempre falar com a D. Mariana por telefone 91 994 18 31 ou pelo facebook

Em baixo mostro-vos os novos casos de abandono e que procuram um dono para a vida.

Beijinhos

Sofia