icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

Mulheres no Poder

Hoje comecei a manhã com um pequeno-almoço muito interessante, só com mulheres que trabalham no mundo gráfico.

A ideia da Ana Paula Cecília, editora da Revista Intergráficas, era juntar algumas mulheres que ficam um “bocadinho” longe das luzes da ribalta mas que são peças essenciais numa empresa que trabalha com impressão, papel, produção e tentar entender  se no nosso Mundo e Meio as oportunidades são as mesmas que a dos homens e como é trabalhar num mundo maioritariamente masculino e um bocadinho conservador.

Mulheres de armas há em todas as indústrias, mulheres resistentes às tradições (para não dizer conservadorismos) também. Mulheres lutadores, somos todas, Mulheres que lutam por uma posição, que não tem que ser necessariamente feminista, mas que procuram um trabalho de excelência e tão capaz como de qualquer homem. Mulheres que não se comparam com os homens porque não se vêm como géneros, mas como humanos.

Todos temos queixas, seja homem, mulher, cão, gato, passarinho ou tartaruga. Nem sempre os nossos trabalhos são fáceis, mas só passam a ser impossíveis quando deixamos de lutar por eles, ou perdemos as forças ou o interesse. Até lá temos que deixar de parte as nossas inseguranças, as nossas fragilidades, os nossos medos e fazer o melhor que podemos fazer daquilo que nos compete. No nosso caminho iremos sempre encontrar pedras, umas mais fáceiis de ultrapassar, contornar, colocar de parte e outras vão durante uns tempos andar dentro do nosso sapato a incomodar, mas um dia vamos saber parar, tirar o sapato e sacudir, até ela sair!!!

Um conselho que vos dou é se não querem ser vistas como Mulheres não se comparem aos Homens. Somos uma sociedade machista (principalmente por causa das mulheres), mas se fizermos o nosso trabalho, formos persistentes, profissionais, respeitarmos os outros, mais cedo ou mais tarde iremos chegar onde queremos. Cada vez há mais mulheres de sucesso, e porquê? Porque fizeram o seu caminho sem medo e de cabeça erguida, assim como tenho a certeza que eu irei fazer o meu e vocês o vosso.

No Pequenos almoço estavam presentes umas 20 mulheres, algumas donas de gráficas, outras fornecedoras, outras parceiras, etc e nenhuma delas pareceu-me menos importante que qualquer homem que trabalhasse na empresa. Até porque todas tinham o mesmo interesse “sucesso da sua empresa = sucesso profissional = a sucesso pessoal”.

Mudem o chip e que será mais fácil todos mudarmos, inclusive a sociedade. Papel de vitima não funciona para quem quer evoluir, apenas atrai mais inseguranças, mais desafios e menos realizações. Uma coisa vocês não podem nunca esquecer…Exigir Respeito e claro respeitar os outros.

As Mulheres ainda não Conquistaram o Mundo porque ainda não decidiram o que vão levar vestido nesse dia, só por isso 😀

Sejam muito felizes e lutem por aquilo que acreditam e vão ter muito sucesso na vossa vida.

Beijinhos

Sofia

 

ASUS Leva-te ao Optimus Alive

Grandes novidades por estes lados!!!

Tenho a certeza que vão adorar saber que tenho 2 bilhete individuais para o NOS Alive dia 12 de Julho a convite da marca ASUS!

Se ganharem, espero depois que passem no stand para me darem um beijinho.

Mas vamos lá tratar do que interessa para vocês participarem o quanto antes. Até porque os 2 vencedores têm que levantar os bilhetes de quarta-feira dia 11 de Julho até 12 de Julho nas instalações da ASUS (Av. 5 de Outubro, 125 – 5ª 1050-052 LISBOA)

Como participar:

  • Atenção:Só podem participar 1 vez por perfil (homens e mulheres)
  • Os 2 vencedores devem levantar o seu bilhete na empresa ASUS (Av. 5 de Outubro, 125 – 5ª 1050-052 LISBOA)
  • passatempo começa a 10 de Julho e termina a 10 de Julho as 23h59
  • Sorteio a partir do dia 10 de Julho às 00h os nomes dos vencedores serão revelados o quanto antes e os mesmos contactos por sms

Beijinhos e Boa Sorte

Sofia

Algumas Peças

Ola meus queridos,

Como sabem esta 6ª feira juntei-me a umas amigas Para vender algumas peças minhas.

Como não tiveram oportunidade de estarem presente, deixo-vos aqui as fotos de algumas delas e se forem de Lisboa, podemos combinar verem-nas, senão envio pelos CTT (os preços estão nas fotos e acresce o valor dos Correios).

Beijinhos grandes e espero que gostem

Sofia

 

 

Tempo é Precioso

Sempre fui uma pessoa bastante ansiosa. Queria que tudo acontecesse naquele determinado segundo, ou recusava-me a esperar por respostas, não havia tempo a perder.

Mas na realidade perdia imenso. Quando as coisas finalmente aconteciam eu tinha ansiado tanto por elas que não sabiam ao mesmo, ficavam uma seca e longe da minha expectativa.

Responder sem pensar,  nem vos consigo precisar as vezes que me entalei por causa disso. Tenho coração demasiado perto da boca e despejo logo as emoções sem pensar nas consequências e quem ficava a sofrer, a perder, adivinhem quem era?! Euzinha.

Por isso há uns anos para cá tenho vindo a treinar a gestão do meu tempo. Aprendi aos poucos a esperar. A entender que apesar de eu ser a Sofia Energia, tudo tem um ritmo diferente do meu e tenho que respeitar isso.

Por exemplo, se for segunda-feira e ansiarmos demasiado pela sexta-feira, os 3 dias do meio vão passar-nos completamente ao lado e na realidade continuam a ser dias perfeitos para sermos felizes, para realizar projectos, para fazer compras, ir ao ginásio, amar a família e os filhos, adoptar um animal 😀

Tempo dá-nos tempo também para conhecer uma pessoa. Quando sofro uma desilusão, costumo dizer, “tempo é óptimo para revelar as pessoas”. É claro que o mesmo acontece para termos certezas

Esperar passou a ser uma virtude, em todos os sentidos, principalmente quanto estou com as emoções todas ao rubro e à flor da pele. Se for reactiva no auge de um problema, de um desgosto de uma situação complicada, provavelmente irei ficar a perder e muito mais prejudicada.

Esperar, dá tempo para pensar o que é melhor para nós. Esperar dá-nos tempos para nos prepararmos, criar uma estratégia e ficar com os trunfos do nosso lado.

Melhor que esperar só mesmo saber ouvir, mas isso será outro tema a falar noutro dia, noutro artigo, esperem por outras dicas com calma 🙂 Roma e Pompeia não foram feitos num dia.

Beijinhos enormes e espero que sejam muito felizes

Sofia

Um Sonho…Um Dia…Quem Sabe

No ano passado pensei mudar de casa. Estava farta de estar num apartamento, que já tinha cumprido a sua função comigo. 15 anos de lembranças muito boas, outras muito más.

É uma casa cheia de amor mas que foi comprada num período muito negro da minha vida. Inicio da minha depressão, com um relacionamento completamente equilibrado e violento emocionalmente. O homem com quem estava na altura, achou que eu tinha comprado a casa para ele viver e queria ir viver para lá muito antes de eu poder mudar-me. Foram milhares as discussões, guerras e insultos, até que um dia tive forças para acabar e seguir com a minha vida para a frente, agora aqui estou.

Quando finalmente mudei-me para a minha casa, o meu relacionamento tinha finalmente acabado, mas não as lembranças de tudo o que se tinha passado. Com isso, para a agravar gastei mais do que podia nas finanças, nas coisas para a casa, e andei uns tempos bem atrapalhada a fazer milhares de cortes e poupanças, para conseguir viver sozinha e não voltar para casa dos meus pais.

Lembro-me de viver lá só por viver, só passado 1 ano é que senti-me ligada a casa. Acabei por ir adiando aqueles embelezamentos que gostaria de fazer no inicio: como mudar o chão da sala (de azulejo para madeira, toda a casa de banho, ou porque não queria gastar ou porque não tinha cabeça.

Sou feliz na minha casa e ela é óptima para mim. tenho luz em toda a casa, as divisões têm tamanhos satisfatórios (menos a minha casa de banho….tão pequenina), varandas e na realidade tudo funciona e o que gostaria de mudar são os luxos que qualquer pessoa gostaria de fazer numa casa com mais de 15 anos.

Tenho uma infiltração muito chata na sala que foi durante todos este ano a minha luta no condomínio e ninguém sabe de onde vem, Agora que o problema afecta a todos precisamos de fazer obras no prédio para tentar travar esse problema, mas os custos por condómino são elevados e basta 1 não querer que os outros não avançam. Por causa disso infelizmente não posso pintar a sala (que tanto me iria fazer bem). Mudar o chão é uma fortuna então vou adiando essa decisão…adiando…adiando.

Mas há uma coisa que não preciso adiar. Que são as pequenas mudanças que podemos fazer na decoração. Arrasta um móvel para aqui, trocam-se outros para ali. E dá uma renovada tão boa na casa. Mesmo que mude de cortinas, escolha umas novas capas para o sofá, pinte uma divisão, já parece que tudo mudou à nossa volta.

Na semana passada fiz e isso e continuo tão feliz e sinto e parece que estou numa casa nova, com melhores energias e mais em paz. Continuo a libertar-me de coisas antigas (umas ligadas ao tal passado que não era muito bonito, mas não por querer esquecer, mas porque quero fazer um upgrade da minha home).

Mudar de casa só se for para melhor e os valores que se pedem hoje são surreais. Sonho com uma vivenda, com jardim para os meus cães e gatos e tartarugas e para as minhas plantas crescerem felizes! Alias para sermos todos felizes!!! Até lá vamos fazendo o que podemos com o que temos e agradecendo todos os dias ter uma casa fantástica que está um pouco desactualizada mas que me proporciona coisas fantásticas: abrigo, protecção, paz, amor

Beijinhos enormes e fica a dica. Mexam as aguas na vossa vida que as energias acabam por mudar também, a vosso favor

Sofia