icon-arrowicon-facebookicon-googleplusicon-instagramicon-pinteresticon-playicon-searchicon-twittericon-youtube

A Bica é Linda até de Carro

Ontem depois da minha aula de dança, fui passar no jantar de uma grande amiga minha.

Estava toda gira e preparadíssima para estar numa festa gira, com gente gira num restaurante giro que infelizmente fica numa zona muito complicada de estacionar, mas que tem a vantagem de ter estacionamento de garagem. Pharmácia

O plano era perfeito, chegava tarde, mas a tempo de passar a meia noite com ela.

Chego a uma das entradas do Miradouro do Adamastor e o carro da frente comenta que o sistema da Emel (do pino) estava avariado. Nada funcionava, tocávamos e ninguém atendia, enfim. Liguei para os meus amigos e perguntei se no restaurante podiam fazer alguma coisa….e nada. Ao fim de uns 10 min. tivemos todos que tirar os carros, num chiado caótico de turista, bêbados, taxis nervosos…e foi o caos.

Decidi dar uma volta e tentar novamente entrar. Mais uma vez tinha um carro na minha frente que tentava que lhe abrissem o pino e nada. Em conversa a Senhora tentou-me explicar como chegar ao restaurante por um atalho. Lá voltámos às manobras e decido experimentar o dito caminho por ruas nunca antes circulas por mim. Resumindo decidi inventar.

Reparo pelo retrovisor que a dita senhora atrás de mim agora, virará numa rua à direita. Então fiz marcha atrás com toda a velocidade e faço o mesmo e começo a descer a pique.. Até que fico em cima dos carris do Elevador da Bica. Com toda a gente a olhar para mim, porque o meu carro não tem cara de eléctrico…Finjo que tenho tudo controlado e continuo a andar por ruas mínimas e sem carros (o que dá logo o frio na barriga em certas zonas de Lisboa).

Finalmente na esquina de um bar está um rapaz com cara de Português e pergunto “desculpe como saio daqui?” Com admiração ele pergunta….”como é que chegaste até aqui?!”. Junta-se à conversa um amigo dele muito divertido e começam a tentar ajudar-me com indicações no meio de risos e piadas.

De repente o rapaz diz:

– mas eu conheço-te!

– Conheces?!

– Sim jantámos juntos (entrei em pânico, teria sido tão mau que não me lembrava dele, em momento algum), No ano passado com um grupo no sushi com os amigos.

– AHHHHH (disse eu que me lembrava apenas do jantar e dos meus amigos)

Entretanto o amigo, muito divertido nem queria acreditar na coincidência e disse:

– Já que vocês se conhecem, podias dar-nos boleia até a um ATM e nós ajudamos-te a sair daqui

Uns segundos depois estávamos os 3 dentro do carro a rir, enquanto subíamos de carro, feito elevador, os carris da Bica.

Todos olhavam, mas nós tínhamos a situação toda controlada…até fazermos a curva e respirarmos de alivio…Ufa…lá nos safámos lol.

Os meninos foram deixados em bom Porto e eu fui para casa divertida com o acontecimento.

Fica a foto para a posteridade de uma noite, em que uma avaria levou a uma infracção, que por sua vez

levou para uns momentos divertidos.

Beijinhos

Sofia

 

 

 

 

 

A Famosa Birkin vai deixar de se chamar Birkin

Tenho uma história gira para contar, com um final feliz para uns e muito infeliz para outros!!

A actriz e cantora Jane Birkin, numa viagem de avião entornou a mala e tudo o que estava lá dentro caiu no chão.

Um cavalheiro, seu desconhecido ajudou-a e disse-lhe “devia arranjar uma mala com bolsos”, ao que Jane respondeu, “no dia que a Hermés tiver uma eu compro”. O cavalheiro era somente o CEO (raio de sorte só a mim não me acontecem dessas) da Hermés. Então mais tarde criaram a mala com bolsos e baptizaram-na de Birkin.

A Birkin é apenas das malas mais caras do Mundo. Começam nos 5000€ e podem ser vendidas a 200.000€…coisa pouca. A espera pode chegar aos 6 anos, por isso vão a tempo de juntas uns trocos para comprar uma. É completamente feita à mão e com os melhor materiais possíveis.

E assim tem vivido um icon, mais a mala do que a actriz/ cantora nos últimos 31 anos., até que recentemente Jane descobriu como eram as condições de tratamento dos crocodilos durante o processo de fabrico:

“Fui alertada para a cruéis práticas na matança de crocodilos para produzir a mala da Hermés com o meu nome. Pedi ao Grupo Hermés para renomear a Birkin até que sejam adotadas melhores práticas, que respondam às normas internacionais, na produção desta mala”, informou em comunicado Jane Birkin.

Segundo a PETA (People for the Ethical Treatment of Animals) são necessários 3 crocodilos para produzir 1 mala.

Até lá, as famosas Birkins vão ter que encontrar um novo nome ou uma forma mais digna de produção.

Felizmente continua haver pessoas com coração em que os valores falam mais alto que o dinheiro.

Beijinhos

Sofia

Je Porte Mon Maillot Ao Parc Leo!

No outro dia brinquei quando vi um rapaz a correr em tronco nú, o que seria de uma de nós decidisse tirar o top e correr semi-nua?!

Poderíamos ir não ir presas, mas de certeza que iríamos apanhar um belo sermão do policia ou das pessoas à nossa volta.

Pois bem, ri-se muito, mas continua a haver uma discriminação da mulher e o corpo da mulher continua a ter um peso sexual brutal seja aos olhos dos homens e principalmente de outras mulheres.

Recentemente e nem estamos a falar de nudez explicita, mas aconteceram 2 episódios que prova que continua a haver um conservadorismos brutal e que diferentes pessoas, com diferentes culturas e religiões não se aceitam.

A imagem da famosa modelo Ymre Stiekema a correr com a sua filha em bikini na campanha da marca de carrinhos Bugaboo’s , gerou uma polémica gigante pelas redes sociais ofendendo a mesma e a marca pelo que fez. Um homem de fato de banho não haveria problema?!

(podem ler a noticia aqui)

A outra foi bem mais grave, em que um grupo de raparigas Muçulmanas espancaram uma rapariga Francesa, quando esta de bikini, apanhava sol num jardim público (acto que acontece por todo o mundo, principalmente em cidades em que não há mar, rios, lagos, por perto.

Várias mulheres estão a tirar fotos de bikinis e a postar de forma a pedirem a sua independência e o respeito pelas suas opções e corpo – #jeportemonmaillotaoParcLeo #femmeslibres

(podem ler a noticia aqui)

Lá voltamos nós ao “Je Suis Charlie” em que os extremistas, de que religião, opção, raça, género forem, não aceitam e respeitam as diferenças dos outros. Seria tão mais simples viver em sociedade se assim fosse!.

Beijinhos

Sofia

 

There’s Nothing Wrong With Us

 

Começa aqui um novo projecto na minha vida.

“There’s Nothing Wrong With Us”- (Não há nada de errado connosco).

Tenho crescido com a constante pressão de me sentir culpada pela loucura, falta de respeito e valores, o massacre, o abuso, as traições, as mentiras, dos outros em relação a mim.

Estou cansada de me sentir culpada de estar solteira, sentir culpada porque ainda não casei, sentir culpada porque ainda não tenho filhos, sentir culpada porque cada vez que tenho um desgosto de amor, sentir culpada porque não gostam de mim, sentir culpada porque eu não me interesso por ele, sentir culpada porque ele me traiu e mentiu, sentir culpada de ter sentimentos, sentir culpada porque ele me deixou, sentir culpada que ele seja um “cabrão”, sentir culpada do que disse, do que não disse enfim sinto-me culpada por me sentir culpada a maior parte do tempo.

Nós mulheres vivemos numa sociedade que nos condena a uma pena fortíssima que é a da auto-punição. Nem precisamos que ninguém nos aponte o dedo porque somos as primeiras a achar que falhamos em todos os sentidos, que somos nós as culpadas da nossa fraca existência e coração mole.

Neste ultimo ano tenho aprendido imenso sobre a minha validação e como ultrapassar os meus próprios erros.

Erro quando me envolvo com uma pessoa que à partida nunca esteve destinada a estar comigo. Quando aceito que sou menos do que sou e do que ela e que mereço qualquer coisas e qualquer um. Quando aceito uma condição que à partida está condenada porque não o quero partilhar ninguém, não quero ser indiferente, não quero que me evitem no dia seguinte e que me façam sentir mais uma.

Chegou o momento em que quero que gostem de mim, que lutem por mim, que me incluam na sua vida e queiram fazer parte da minha. Basta de andar escondida como se fosse algo de mau ou vergonhoso na vida de alguém.

Chegou a hora de mandar calar a cantiga do bandido e sermos nós a dar as Cartas e a decidir as regras do jogo. Vocês aceitam este desafio?!

Para quem tiver interesse, na próxima 3ª feira estou a organizar uma tertúlia, para falarmos sobre estes temas.

https://www.facebook.com/events/1607061432880446/

Beijinhos

Sofia

 

Pink Dream Studio – Showroom

Quero mesmo dar-vos a conhecer um espaço diferente do normal.

Um espaço em que vão sentir-se em casa, pela simpatia e o carinho com que são recebidas.

Pela originalidade das peças, sejam elas de decoração – At Home Hobby , dos sapatos Rumbanita ou pelo Hairstyle da Mad Moidemoiselle.

Tudo com um toque vintage, sofisticado, elegante e feito à medida com muito amor.

Mulheres de garra que querem mudar a moda em Portugal e recordar os tempos elegantes do nosso passado e manter a nostalgia dos sonhos.

Não se admirem de verem as paredes forradas com fotos minhas, mas eu sou uma das embaixadoras da Rumbanita e o “meu sapato” já está à venda. Chama-se Sofia e tem sido o maior sucesso

Vão conhecer este espaço e marquem a vossa visita. Podem levar amigas, familiares e fazer eventos e festas vintage, basta marcarem geral@rumbanita.com

Beijinhos

Sofia

PS. A Marta Montenegro é quem desenvolve toda a parte criativa da comunicação. É adorável tudo o que faz.

Hoje!!!!

Hoje dormi na cama, deitei-me cedo, dormi directa e sem interrupções.

Acordei cedo, bem disposta, fiz agachamentos e meditei um bocadinho.

Já bebi água, reguei as plantas, passeei as minhas meninas.

Partilhei sorrisos, enviei emails, dei um beijinho e um abraço muito grande à minha Mãe.

Agora pergunto-me PORQUÊ NÃO FAÇO ISTO TODOS OS DIAS?!

ao invés de andar cheia de sono e torta e mal humorada e preocupada e tonta e angustiada e sem luz?!

Sinto-me outra pessoa, mais leve, mais despreocupada, mais bem disposta, mais bonita, mais luminosa.

Eu quero partilhar convosco este meu dia e esta minha luz e ajudar a iluminar quem não sente o mesmo.

Beijinhos e procuram a vossa felicidade

Sofia

Bikinis do Fim-de-Semana

Não morro de amores tirar fotos minhas em bikini, primeiro porque não me sinto no “ponto” fisicamente, estou na luta de perder 3 kilos para ficar mais seca e tonificada e depois porque acho que fico demasiada exposta.

Mas tentei tiras as melhores fotos possíveis, so para terem uma ideia de como ficam no corpo.

1º Bikini – preto e branco da marca – Amo-te Praia

2º Bikini – Parte de cima vinha na Bijou Box e a parte de baixo é do chinês (lol), mas amei a combinação de cores.

E pronto fica aqui 2 modelitos que foram muito elogiados este fim-de-semana, espero mesmo que gostem

Beijinhos

Sofia

 

A Mulher Homem

Eu tenho várias amigas “Mulher Homem” e não tem nada a ver com gostos sexuais e nem interessa aqui

Marlene Dietrich, 1930. (Photo by Getty Images)
Marlene Dietrich, 1930. (Photo by Getty Images)

para o caso.

Mulher Homem é uma mulher muito determinada, optimista, uma vencedora, mais racional e menos emocional apesar de ser sensível e preocupada.

Eu tenho várias amigas Mulher Homem, quase todas do signo Touro. São mulheres que não se abatem facilmente e que em vez de darem palmadinhas nas costas, quando vêm uma amiga em baixo, fazem-lhe frente, dão-lhe uns tabefes se acharem que está errada e só desistem até ela estar novamente normal.

São amigas que chamam-nos à razão e esquecem todo o romantismo do problema. São práticas…”Bloqueias, apagas, avanças, fazes, mas não percas mais tempo!”.

Aprenderam com o tempo que não perdem tempo com quem não lhes interessa e olham pouco para trás a lamentarem-se. Elas avançam para o futuro e vivem muito bem com elas mesmo no presente.

Nada do que digo tem a ver com frieza, insensibilidade, maldade…nada disso. Tem a ver com o facto de serem assertivas, um pouco como os homens. Por isso é que sempre que tenho um problema, principalmente com o sexo masculino, procuro de imediato as minhas amigas Mulher Homem, porque já sei que delas nunca vou ouvir “vai atrás, envia uma mensagem, queres ver se tem outra?” se ele estiver errado, vão sempre dizer “Segue em frente, deixa-o, não o voltas a procurar, bloqueia-o….”.

E assim deve ser. Valerá a pena o tempo que perdemos a lamentar a perda de alguém que não vale nada, que não gosta de nós e que não nos respeita?! As Mulheres Homem é que têm razão e desde ontem que ouvi os sábios conselhos de 2 e desde então voltei a mim em todos os sentidos!!! Obrigada minhas amigas, estou-vos sempre em divida.

Façam o mesmo e aprendam com elas a valorizarem-se e a nunca permitir que vos levem a honra. Se não forem vocês, quem será?

Beijinhos

Olha a Simpatia!!!

Há uma coisa que me irrita complemente. Lá porque acham que tenho, ou quem tem, uma exposição pública que podemos e devemos ouvir todas as verdades, a coisa não é bem assim.

A exposição pública trás e permite a partilha de opiniões que podem ser feitas através de observações pertinentes,  criticas construtivas, alternativas e soluções.

Ninguém é saco de pancada das frustrações dos outros. Há milhares de maneiras de se fazer uma observação e o caminho de deitar a baixo é de longe ser a solução.

Gostos não se discutem e devemos respeitar os outros. Não gosta não come…não gosta não segue!

Quando penso nas criticas que me fazem e dos 2 ataques que recentemente fui alvo (1 deles por mensagens do snapchat), imagino sempre que impacto teria, numa pessoa emocionalmente instável, ou insegura?!

Pergunto-me, mas quem se acha no direito de deitar ou destruir o ego de outra pessoa?! Uns cobardes que se escondem atrás de um computador ou de um telefone?! Como é que é possível ter tal pertinência. Isso deixa-me louca, porque nunca fui assim e nunca serei e espero não ter nenhum amigo que o seja.

Dei aulas de consultoria de Imagem e sempre disse às minhas alunas. Nunca se diz a um cliente que não se gosta do que ele usa, do estilo, etc….vocês dão soluções….”em vez de usar isso,  experimente isto”. Vocês não são ninguém para fazer determinadas avaliações e julgamentos. Ninguem vos passou certificados de bom gosto absoluto, apenas são profissionais que têm as ferramentas para tornarem os outros mais elegantes, atraentes, confiantes, etc mediantes as necessidades.

No caso da foto em cima, enviada via mensagem privada do snapchat, 1 de algumas, que educadaemente sempre respondi, mesmo quando me chamou de velha, vulgar, etc. Pergunto-me qual a necessidade de um ser humano dizer isso a outro que não conhece e a quem não lhe pediu a opinião sobre coisa alguma?!

Há uma linha que separa a falta de educação e respeito da sinceridade.

Escrevo mais uma vez sobre este assunto para sensibilizar as pessoas a terem mais cuidado com a forma com que escrevem, respondem, comentam. Nunca se sabe o estado emocional de quem está do outro lado, podem traumatizar uma pessoa sem necessidade alguma, ou leva-la a actos mais graves.

Eu por exemplo tenho seguidoras que só comentam quando não gostam…nunca lhes li algo de simpático sobre mim, mas vivo bem com isso sou educada, até sentir que me pisam os calos, também não vou deixar que batam no ceguinho até porque não devo nada a ninguem e só me segue quem quer e eu não tenho que aturar determinadas faltas de educação. Como disse no inicio, não sou saco de pancada de ninguém…têm problemas eu também tive e fui resolve-los.

Beijinhos e cuidado com o excesso de sinceridade

Sofia

I’m Not For Sale

Prometo que no dia em que me virem numa montra ou numa prateleira eu deixo comprarem-me e levarem-me sem emitir qualquer som, até lá, continuo a ser eu a escolher, a decidir com quem vou, quando vou e para onde vou!

Quando é que mundo vai entender que as mulheres não são dados adquiridos, que não somos propriedade de ninguém e que temos cabeça, inteligência e coração para tomar decisões.

Custa-me ainda assistir à vulgaridade com que alguns homens tratam algumas mulheres e o facto de não entenderem que simpatia não significa interesse, que simpatia e interesse não significa sexo e que e a beleza e a sedução não significa “abusem de mim que estou disponível”.

Tem que haver modos, princípios, respeito e valores que não devem, nem podem ser quebrados. O nosso corpo é o nosso templo e a nossa inteligência a nossa força.

Se custa entender o que isto significa para uma mulher, basta colocarem na nossa posição a mulher que vocês mais adoram e respeitam na vossa vida, seja a Mãe, irmã, filha…imaginem ela ser abusada, desrepeitada, humilhada por um homem…

O Mundo vive uma evolução tecnologica incrivel do qual todos nos orgulhamos e continuamos a saber de historias sobre tráfego de mulheres, violações dos seus direitos, genocídio, etc. Actos que deviam ter ficado no passado juntamente com as culturas mais pobres e menos desenvolvidas.

A Mulher é a fonte da Luz, da Esperança, da Beleza, e da Vida e que nunca se esqueçam disso.

“I’m Not For Sale!” é a mensagem que quero deixar hoje aqui como voz de tantas mulheres que passaram por situações assustadoras, como rapto, violações, abusos sexuais, abusos físicos, torturas, massacres, humilhações, silencio, etc

Partilhem esta mensagem e caso achem importante, criem as vossas próprias fotos “I’m Not For Sale” como homenagem a tantas outras e até como vossa protecção futura!

Beijinhos e sejam felizes sempre

Sofia